Bonito, MS (Parte II) – Balneário Municipal


  • Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul

Caros jeguiantes, dando continuidade à série de posts sobre nossa viagem à cidade de Bonito, no Mato Grosso do Sul, que aconteceu entre os dias 25 e 29 de novembro, a convite do portal Bonito Web, da agência de viagens Ygarapé Tour e do COMTUR, hoje vamos falar de nossa visita ao agradável Balneário Municipal de Bonito, um lugar voltado para atender pessoas de todas as idades. Quando se fala em ecoturismo, muitos se perguntam se estão aptos a encarar todas as particularidades que esta atividade engloba. Bonito é uma cidade que oferece atividades para todos, ou seja, é uma cidade democrática do ponto de vista turístico. Certa vez, publiquei um post em que falo sobre como o perfil dos viajantes pode influenciar no sucesso ou no fracasso de uma viagem. Ter um profundo auto-conhecimento sobre suas preferências como turista e, principalmente, sobre seus limites, faz com que uma viagem, que tem tudo para ser inesquecível, ainda te deixe com gostinho de quero mais.

Calçamento da entrada do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.
Calçamento da entrada do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Como estava dizendo, Bonito é uma cidade que oferece atividades para todos os públicos, todas as idades e com vários graus de dificuldade. Quando digo para todas as idades, não estou sendo generalista. Tive a oportunidade de fazer um rafting leve ao lado de uma senhora da terceira idade e de uma flutuação no Rio da Prata ao lado de uma criança de nove anos, que segurou bem as pontas e nos acompanhou  sem grandes dificuldades na travessia. Há pessoas que preferem atividades mais leves, como passar um dia nas águas calmas do Rio Formoso, assim como há outras que optam por praticar esportes como mergulhar no Abismo Anhumas ou fazer rapel na Boca da Onça. A sensação de bem estar no fim da viagem está associado ao grau de conhecimento que o visitante tem de si mesmo, de seus limites, de seu gosto, de seu preparo físico, etc.

Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.
Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Quando a equipe da agência Ygarape Tour montou nosso roteiro, que não poderia ser muito extenso, já que só tivemos 3 dias para conhecer os principais passeios oferecidos na cidade, sinto que eles tiveram muito cuidado na escolha da ordem das atividades. Por exemplo, no nosso primeiro dia em Bonito, depois de uma viagem de avião de uma hora e dez de duração de São Paulo para Campo Grande e depois de mais três horas de carro de Campo Grande para Bonito, obviamente no dia seguinte estaríamos ainda cansados para encarar atividades que envolvessem trilhas ou travessias. Então, nossa primeira visita foi ao Balneário Municipal, justamente para recarregar as baterias e, já refeitos, partir para outras aventuras!

Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.
Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Localizado a 6 km de Bonito, o Balneário Municipal é um passeio de duração livre, ou seja, você é quem determina quantas horas vai passar por lá. Para garantir a preservação do balneário, há um limite de circulação diária de pessoas no local por dia. Como disse, quem visita a cidade precisa compreender a dinâmica da cidade e a preocupação em preservar as belezas naturais, para que gerações futuras de bonitenses e de visitantes possam ver Bonito como a cidade é hoje.

Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.
Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.
Balneário Municipal de Bonito, no Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Balneário Municipal de Bonito, no Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Se não me falha a memória, o limite diário de visitação é de 1000 pessoas. Passado este número, o portão é fechado para evitar a saturação do lugar. Para ter acesso ao Balneário, o visitante paga uma taxa de R$ 10,00 (em baixa temporada) e R$ 15,00 (em alta temporada). O dinheiro é revertido para a manutenção do local.

Jegueton se preparando para mergulhar nas águas do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.
Jegueton se preparando para mergulhar nas águas do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.
  • Estrutura do Balneário Municipal

Como disse anteriormente, o turista é quem escolhe quanto tempo passará por lá. Há toda uma estrutura para atender o visitante, como estacionamento, quadras para vôlei e futebol de areia, lanchonetes e restaurantes, como o Restaurante do Bosque, onde almoçamos, que servem pratos como Jacaré ao Molho de Guavira (uma fruta regional bem docinha!) a picolés de frutas também do Cerrado.

– Restaurantes

Restaurante do Bosque. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Restaurante do Bosque. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Jacaré ao molho de Guavira, um dos pratos servidos pelo Restaurante do Bosque. Imagem: Erik Pzado.

Jacaré ao molho de Guavira, um dos pratos servidos pelo Restaurante do Bosque. Imagem: Erik Pzado.

Depois do almoço, o visitante ainda pode deitar para descansar em uma das várias redes espalhadas pela área do Restaurante do Bosque, por exemplo, para depois cair nas águas das piscinas naturais do Rio Formoso.

Redes para descansar após o almoço. Imagem: Erik Pzado.

Redes para descansar após o almoço. Imagem: Erik Pzado.

– Churrasqueiras

Para aqueles que querem reunir família e amigos e preparar um churrasco, por exemplo, o Balneário possui quiosques com churrasqueiras, onde bonitenses e visitantes podem preparar suas refeições. Sempre respeitando os princípios básicos de não jogar lixo na grama ou ao longo da extensão do local.

Churrasqueiras onde bonitenses e turistas podem reunir família e amigos. Imagem: Erik Pzado.

Churrasqueiras onde bonitenses e turistas podem reunir família e amigos. Imagem: Erik Pzado.

  • As águas do Rio Formoso, piscinas naturais e a gostosa aventura de nadar com piraputangas e dourados

Sem dúvidas, a parte mais gostosa do balneário é nadar nas águas do Rio Formoso. As águas são tão cristalinas, que facilmente você consegue enxergar vários cardumes de piraputangas e alguns dourados. Como citei, o balneário é voltado para todas as idades e para quem sabe ou não nadar. Com a formação rochosa, em vários pontos há piscinas naturais. Para quem sabe nadar, há pontos mais fundos, para quem não sabe, pode ficar na área mais rasa e mesmo assim curtir a experiência de ter os peixes tão perto.

– Os peixes

Peixes nas águas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Para pessoas que, como eu, curtem pé na terra, banho de rio, contato com animais, o balneário é uma amostra das possibilidades que a cidade e as cidades vizinhas guardam. Depois de enfrentar o calor mato-grossense, nada melhor que se jogar nas águas do Rio Formoso e nadar com peixes variados, como piraputangas e dourados. A todo o tempo, um guarda-vidas observa os banhistas, para o caso de alguma emergência. A atração fica por conta dos animais, que colorem as águas cristalinas do rio. 🙂

Peixes nas águas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixes nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito. Imagem: Erik Pzado.

Peixe nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Peixe nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Peixe nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Peixe nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Peixe nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Peixe nas águas cristalinas do Rio Formoso. Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

– Piscinas naturais e cachoeiras submersas

Além dos peixes serem a principal atração do balneário, as formações rochosas, que dão origem às piscinas naturais, também compõem outro atrativo do lugar. Caso não queira nadar, mas só se banhar, há várias partes rasas onde o visitante pode relaxar e curtir a paz do canto de passarinhos. Algumas pessoas levam snorkel para o balneário para observar os peixes debaixo d’água.

Piscinas naturais e cachoeiras submersas do Balneário Municipal de Bonito, no Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais e cachoeiras submersas do Balneário Municipal de Bonito, no Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais e cachoeiras submersas do Balneário Municipal de Bonito, no Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais e cachoeiras submersas do Balneário Municipal de Bonito, no Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Bonitenses se banham nas piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Bonitenses se banham nas piscinas naturais do Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

– Fauna e flora diversa

Através de uma pequena trilha que margeia o Rio Formoso, pontuado de decks, de onde os banhistas podem mergulhar, o visitante é presenteado com várias espécies da flora mato-grossense, como o Bacuri, e de pássaros que por ali vivem ou passeiam, como as conversadeiras araras vermelhas.

Bacuri. Imagem: Erik Pzado.

Bacuri. Imagem: Erik Pzado.

Arara vermelha. Imagem: Erik Pzado.

Arara vermelha. Imagem: Erik Pzado.

  • Trupe do Jeguiando curte seu dia no Balneário Municipal de Bonito, Mato Grosso do Sul

Como não poderia faltar, cá estamos nós, eu (Jana Calaça), Erik Pzado e o nosso sorridente Jegueton curtindo este primeiro passeio em Bonito, ao lado de nosso guia, o Boca, que nos deixou muitas saudades por ter nos acolhido tão bem! Boca, meu querido, sei que se a gente publicar uma foto sua, corremos o risco de levar umas palmadas suas, então deixo aqui nosso sincero agradecimento por todo suporte, carinho e por todas as histórias, recheadas de emoção, que você partilhou conosco!

Erik Pzado e Jegueton curtindo o Balneário Municipal de Bonito, MS. Imagem: Janaína Calaça.

Erik Pzado e Jegueton curtindo o Balneário Municipal de Bonito, MS. Imagem: Janaína Calaça.

Janaína Calaça e Jegueton curtindo o Balneário Municipal de Bonito, MS. Imagem: Janaína Calaça.

Janaína Calaça e Jegueton curtindo o Balneário Municipal de Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado.

  • Rumbora pra Bonito?

Caros jeguiantes, espero que tenham gostado do post sobre nossa visita ao Balneário Municipal de Bonito. Apenas reiterando, o passeio é voltado para todas as idades, é tranquilo e não envolve esforço físico. É literalmente um lugar para relaxar, curtir a paz do balneário e esquecer dos relógios, posto que a duração de permanência é livre. Bonito também conta com passeios para o Balneário do Sol e para a Praia da Figueira, nos mesmos moldes: lugar para descansar!

  • Outras informações:

– Preço do ingresso: R$ 10,00 (BT)/ R$ 15,00 (AT) (Crianças até 5 anos free).

– Duração: Livre.

  • Acompanhe os posts sobre nossa viagem a Bonito!

Siga-nos no Twitter!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

11 Comentários

  1. Eliane disse:

    Não deu tempo de ler ainda mas só de ver as fotos cheguei a conclusão que eu PRECISO conhecer esse lugar! É do tipo viagem que entra na lista das coisas a fazer antes de morrer! E o Jegueton só tirando onda! aiai

    Bjs!
    Eliane

    • Eliane, minha querida,

      Bonito é ser modesto! Cidade linda, leve, de povo hospitaleiro. Suas águas cristalinas não são produto de photoshop não! É beleza crua! 😀

      Beijos, nêga!

      Jana.

      • Letícia Bicicreta disse:

        Jana, eu morei praticamente minha vida inteira do lado de Bonito, e pra dizer que nunca fui, meus pais me levaram lá quando eu era recém nascida hehehe

        Que bom que vocês gostaram da minha terrinha, um cheiro!

  2. […] This post was mentioned on Twitter by Jegueton, jana_calaca, jana_calaca, jana_calaca, Jegueton and others. Jegueton said: Águas cristalinas, piscinas naturais e peixes?Passe no @jeguiando e leia post sobre o Balneário Municipal de #Bonito-MS http://bit.ly/ecYBeN […]

  3. Mari Campos disse:

    Ouxi, quanta lindeza!!! Preciso muito :mrgreen:

  4. […] nosso primeiro dia em Bonito, almoçamos no Restaurante do Bosque, localizado no Balneário Municipal e lá pedimos o Jacaré ao Molho de Guavira. Provei e aprovei o prato. À noite, fomos jantar no […]

  5. […] e eu) de conhecer várias atrações turísticas da região que engloba Bonito e Jardim, como o Balneário Municipal, o Bote no Rio Formoso, a Flutuação no Rio da Prata, a visita ao Buraco das Araras e ao Projeto […]

  6. Parei tudo o que estava fazendo pra ver muita coisa linda por aqui. Que lugar incrível, Jana! paixonei <3
    Quero me teletransportar pra Bonito #comofaz?

    :*

  7. thais disse:

    Olá,gostaria de saber quantos custa a diária para acampar
    espero resposta

  8. Gilvan disse:

    É tão Bonito, que estou indo dia 14 e retornado ao Rio de Janeiro dia 17/08/14.


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: