O que fazer em São Bento do Sapucaí, São Paulo

No início do ano, Erik e eu decidimos buscar uma cidadezinha no interior de São Paulo onde pudéssemos descansar um pouco da correria, em que tivéssemos bastante contato com a natureza e que, sobretudo, coubesse em nosso bolso. Depois de muito pesquisar, acabamos decidindo viajar para São Bento do Sapucaí.

Localizada no Estado de São Paulo, a cerca de 200 quilômetros da capital paulista, a 40 quilômetros de Campos do Jordão e a poucos quilômetros de cidades turísticas como Santo Antônio do Pinhal, Gonçalves e Monte Verde, a estância climática de São Bento do Sapucaí faz parte da Serra da Mantiqueira e abriga um dos pontos mais altos do Estado: o Complexo do Baú, composto pela famosa Pedra do Baú (também acessível por meio de Campos do Jordão) e pelas formações rochosas Bauzinho e Ana Chata.

São Bento do Sapucaí, SP. Imagem: Erik Araújo

São Bento do Sapucaí, SP. Imagem: Erik Araújo

Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

São Bento do Sapucaí é destino para entusiastas de birdwatching. Imagem: Erik Araújo

São Bento do Sapucaí é destino para entusiastas de birdwatching. Imagem: Erik Araújo

Por oferecer o acesso mais “fácil” à Pedra do Baú, São Bento do Sapucaí atrai muitos viajantes que buscam destinos com perfil para turismo de aventura e ecoturismo e que apreciam atividades como trekking, escaladas e pedaladas. Na cidadezinha e em seu entorno há trilhas de diversos graus de dificuldade, que levam o visitante ao topo da pedra e a um fantástico pôr do sol. E, devido à sua fauna diversificada, o local é ideal para os entusiastas de birdwatching.

Com clima de montanha e vegetação pontuada por araucárias e pinheirinhos, São Bento do Sapucaí também abriga em suas matas agradáveis cachoeiras, que são um convite a um banho revigorante e à contemplação. O município, que tem um pouco mais de 10.000 habitantes, é ideal para quem busca a tranquilidade das pequenas cidades interioranas, seu ritmo desacelerado e paisagens bucólicas, associados ao charme e aconchego de suas pousadinhas e à sua gastronomia de influência mineira. Uma delícia de destino para visitar em um feriado prolongado ou até nas férias.

Comida com influência da gastronomia mineira. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Comida com influência da gastronomia mineira. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

No balanço do tempo do interior. Imagem: Erik Araújo

No balanço do tempo do interior. Imagem: Erik Araújo

São Bento do Sapucaí, SP. Imagem: Erik Araújo

São Bento do Sapucaí, SP. Imagem: Erik Araújo

Como chegar a São Bento do Sapucaí

São várias as estradas que dão acesso a São Bento do Sapucaí, então, o que é preciso determinar é de onde você vai partir. As estradas que levam à cidade são: BR 116 – Rodovia Presidente Dutra; SP 123 – Rodovia Floriano Rodrigues Pinheiro; SP 046 – Rodovia Osvaldo Barbosa Guisard; SP 050 – Rodovia Monteiro Guisard; SP 042 – Rodovia Vereador Júlio da Silva e MG 173 – Rodovia que passa pelo município de Sapucaí Mirim (Fonte: http://www.saobentodosapucaisp.com.br/mapasestradas.html).

Confira as distâncias (aproximadas) entre as capitais do Sudeste e as cidades próximas ao destino (Fonte: http://www.saobentodosapucaisp.com.br/mapasestradas.html):

  • São Paulo (SP) – 210 km
  • Rio de Janeiro (RJ) – 350 km
  • Belo Horizonte (MG) – 500 km
  • Campinas (SP) – 250 km
  • Ribeirão Preto (SP) – 380 km
  • Campos do Jordão (SP) – 40 km
  • Taubaté (SP) – 76 km
  • Gonçalves (MG) – 19 km
  • São José dos Campos (SP) – 70 km
  • Santo Antônio do Pinhal (SP) – 20 km
  • Itajubá (MG) – 60 km
  • Pouso Alegre (MG) – 80 km
  • Sapucaí Mirim (MG) – 8 km
Na estrada rumo a São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Na estrada rumo a São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Rodoviária de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Rodoviária de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Saindo de São Paulo (nosso ponto de partida), o viajante tem a opção tanto de pegar a Dutra quanto pegar a Airton Senna (a dica que deixo é: trace a rota no GPS e veja qual opção fica mais fácil para você). Quando chegar a São José dos Campos, entre na cidade e siga pela Rodovia SP 050. Você vai passar pelo município de Monteiro Lobato e deve seguir a direção que o levaria a Campos do Jordão. Quando subir a serra, fique atento a um trevo. Entre à esquerda, seguindo o sentido sul de Minas Gerais. Depois de rodar mais 20 quilômetros, você chegará ao seu destino.

Se for de ônibus (partindo de São Paulo), vá para a Rodoviária do Tietê e pegue um dos ônibus da empresa Pássaro Marron, que tem saídas para São Bento do Sapucaí das 7h30 às 19h15.

O que fazer em São Bento do Sapucaí

  • Visitar a Pedra do Baú

Principal cartão-postal de São Bento do Sapucaí, o Complexo do Baú é composto por Bauzinho, Ana Chata e a famosa Pedra do Baú, de 400 metros de altura, localizada no ponto mais alto da formação rochosa (a 1950 metros acima do nível do mar).

Um dos acessos à Pedra da Baú está situado no Restaurante Pedra do Baú de onde partem algumas trilhas de diversos graus de dificuldade. Para aqueles que não têm interesse em se aventurar, a dica é fotografar a pedra a partir do restaurante.

Aos pés da Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Aos pés da Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Pedra do Baú. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Dica: O acesso ao Restaurante Pedra do Baú é um pouco íngreme. Se seu carro for 1.0, ele pode penar um pouco para subir, mas sobe (como foi o nosso caso. Estávamos em um Sandero 1.0). Fique apenas atento ao estado dos pneus e da embreagem.

  • Visitar as cachoeiras da região

Para quem, como eu, adora tomar banho de cachoeira, não deixe de incluir no roteiro pelo menos uma ou duas cachoeiras da região. As mais conhecidas são: Cachoeira dos Amores (de fácil acesso, essa cachoeira está localizada no caminho para o Restaurante Pedra do Baú, na Estrada. Mun. Ver. Tarcísio Vieira e Silva, s/n); a Cachoeira do Toldi (com 200 metros, é a mais alta da região e é de difícil acesso. A trilha que leva a ela fica no meio da mata e exige preparo físico, pois envolve uma subida de uns 500 metros); e, por fim, a Cachoeira do Poção (localizada na Estr. Luiz Venâncio de Souza, S/N) e a Cachoeira do Tobogã (localizada  na Estr. Geraldo Francisco da Costa, S/N).

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Erik e Jana na Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Erik e Jana na Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cachoeira dos Amores. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

  • Visitar os mosaicos dos artistas Ângelo Milani e Cláudia Villar Marques de Sá

Para quem se interessa por artes plásticas, visitar São Bento do Sapucaí traz a grande surpresa de ver, espalhados pela cidadezinha, trabalhos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá, que desenvolvem mosaicos lindíssimos.

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Soube da existência dos mosaicos, quando fui me informar como chegar à pousada onde ficaria hospedada durante minha estadia na cidade. O proprietário da pousada Tocas do Lago, Ildefonso Mendes Neto (ex-prefeito de São Bento do Sapucaí), encomendou uma obra dos mosaicistas, que transformaram uma simples capelinha em uma obra de arte. Ele, no entanto, nos disse que a capelinha nem se comparava à que ficava no centrinho da cidade. Fomos, então, até lá e nos deparamos com uma capelinha ainda maior e mais bela, além de uma propriedade pitoresca e pontuada de detalhes.

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Mosaicos dos artistas Ângelo Milani e de sua esposa Cláudia Villar Marques de Sá. São Bento do Sapucaí. Imagem: Janaína Calaça

Para conferir outros trabalhos do artista, é só caminhar pela cidade. Sua obra, exposta a céu aberto, é um convite aos olhos.

  • Visitar as igrejas de São Bento do Sapucaí

Para quem se interessa por arquitetura, outra dica imperdível é visitar e fotografar as igrejinhas de São Bento do Sapucaí. As principais são: Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí, Igreja de Nossa Senhora do Rosário e Igreja de São Benedito.

+ Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí

Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Localizada na Praça Cônego Bento de Almeida, a Igreja Matriz de São Bento do Sapucaí está em processo de tombamento, iniciado em 2015. “O atual prédio da Igreja Matriz foi edificado por volta de 1853, em taipa de pilão, por meio do trabalho de escravos da região. Em 1885, a igreja passou pela primeira reforma. A torre central da matriz foi acrescida apenas no ano de 1906, pelo Padre Francisco Reale. Em 1916, foram construídas as torres laterais, instalados os altares e realizada a decoração”. (Fonte: http://www.infopatrimonio.org/). O destaque fica por conta das figuras de Santos posicionadas em cima das torres.

+ Igreja de São Benedito

Igreja de São Benedito. Imagem: Erik Araújo

Igreja de São Benedito. Imagem: Erik Araújo

Igreja de São Benedito. Imagem: Erik Araújo

Igreja de São Benedito. Imagem: Erik Araújo

Localizada na R. Maj. Monteiro de Carvalho, a Igreja de São Benedito é de fácil acesso por estar situada no centro de São Bento do Sapucaí. É bem menor que a Igreja da Matriz, mas vale a visita, afinal, muitos dos filhos de São Bento do Sapucaí são devotos de São Benedito e sua festa, que acontece na segunda-feira após o Domingo de Páscoa, é a mais importante do município.

+ Igreja de Nossa Senhora do Rosário

Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Imagem: Erik Araújo

Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Imagem: Erik Araújo

Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Imagem: Erik Araújo

Igreja de Nossa Senhora do Rosário. Imagem: Erik Araújo

Localizada na Praça General Marcondes Salgado, a Igreja de Nossa Senhora do Rosário foi a primeira capela a ser construída no município.

  • Conhecer a cervejaria artesanal Bauzera

Os amantes de cerveja também encontram um motivo para visitar a bucólica cidadezinha de São Bento do Sapucaí. O município abriga a cervejaria artesanal Bauzera (uma referência à Pedra do Baú), que conta com a produção de seis tipos de cerveja: Blonde Ale, Red Ale, Witbier, Black Ipa, Cevada e Trigo e Dubbel, cujos rótulos trazem referências à região.

Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

Serviço:

– Endereço: Estrada dos Serranos, 1505. São Bento do Sapucaí – SP.

– Tel.: (12) 3971-1470 – Contato: cervejaria@bauzera.com.br

– Horário de funcionamento: De segunda à sexta, das 12h00 às 17h00. Sábados, das 13h00 às 18h00. Fechada aos domingos.

– Site: http://www.bauzera.com.br/

Mascote da Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

Mascote da Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

Mascote da Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

Mascote da Cervejaria Bauzera. Imagem: Erik Araújo

  • Compras

Para quem gostaria de levar para casa algo produzido em São Bento do Sapucaí, as dicas ficam por conta do Nakawe Atelier de Tecidos, da Arte no Quilombo e da Casa do Artesão.

– Nakawe Atelier de Tecidos

O atelier Nakawe, mantido pela arquiteta, cenógrafa e figurinista Cláudia Mattos, produz peças com tecidos pintados artesanalmente. Entre as peças, há colchas, almofadas, toalhas de mesa, caminhos de mesa e roupas. O local está aberto de segunda a sábado das 11h00 às 17h00 e aos domingos das 11h00 às 14h00 e está localizado na Estrada do Paiol Grande, no km 13,5.

Cores de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

Cores de São Bento do Sapucaí. Imagem: Erik Araújo

– Casa do Artesão

A Casa do Artesão, localizada no parque de exposições do Mercado Municipal (que é bem pequeno, mas vale uma visita), abriga o trabalho de mais de 150 artesãos de São Bento do Sapucaí e cercanias. As peças, feitas de cobre, madeira, palha de milho e folha de bananeira, são uma opção para quem quer levar algo da região para casa ou para presentear família e amigos. Funciona de terça a domingo, das 10h00 às 18h00.

– Arte no Quilombo

Localizado em um dos bairros mais importantes de São Bento do Sapucaí, o Quilombo, a loja traz peças desenvolvidas em fibra de bananeira e palha de milho, produzidas por artistas locais.

– Ateliê Ditinho Joana

O Ateliê Ditinho Joana, que leva o mesmo nome do artista, está localizado também no bairro do Quilombo. O artista, conhecido internacionalmente, esculpe peças em jacarandá que retratam o cotidiano dos trabalhadores da região. O ateliê está localizado na Rua Projetada, 42.

São Bento do Sapucaí pelas lentes de Erik. Imagem: Janaína Calaça

São Bento do Sapucaí pelas lentes de Erik. Imagem: Janaína Calaça

Festas e festejos que acontecem em São Bento do Sapucaí

Para os viajantes que gostam de visitar os destinos em dias de festa e festejos, a dica é se programar para conhecer a cidade no Carnaval e ver de perto os bonecos gigantes Zé Pereira, Maria Pereira, Mariazinha e Kiko, que têm mais de dois metros de altura; no Arraiá do Nhô Bento, no Festival de Inverno da Serra (não se esqueça de levar um bom casaco, porque o clima na serra durante o inverno é realmente frio) e a Festa da Banana (que gira em torno de um dos principais produtos extraídos de São Bento do Sapucaí.

E, então? Animaram-se a conhecer São Bento do Sapucaí? Se eu fosse você, aproveitaria o próximo feriado prolongado ou um pedacinho de suas férias para conhecer essa simpática e acolhedora cidadezinha do interior paulista.

São Bento do Sapucaí, SP. Imagem: Erik Araújo

São Bento do Sapucaí, SP. Imagem: Erik Araújo

Para saber um pouco mais sobre o destino, visite: http://www.saobentodosapucai.sp.gov.br/

Gostou do post? Siga a gente em nossas redes sociais!

Compartilhe...
    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Um comentário

  1. Patricia Durante disse:

    Que cidadezinha mais fotogênica! Vou colocar na minha wishlist! <3 Linda!


Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: