Dog Sled em Churchill e a rotina de um Musher

Durante o processo de evolução da humanidade, a domesticação de animais tornou-se um grande trunfo para os habitantes de regiões inóspitas. As habilidades naturais de muitas espécies, somadas ao intelecto humano, são capazes de realizar feitos incríveis e que, em determinado momento, foram responsáveis por permitir a franca expansão humana a locais até então inacessíveis. E uma dessas atividades podem ser presenciadas em Churchill por meio do Dog sled.

O clima, a distância e até mesmo o relevo geram características únicas, que, por sua vez, demandam ferramentas igualmente únicas. Para deslocamentos em grandes distâncias em regiões árticas, uma das alternativas que refletem a herança cultural nativa é sem dúvidas o Dog Sled.

Minha experiência com a rotina de um tratador e condutor de trenós, ou localmente chamado ‘musher’, mostrou que na verdade a grande coleira que mantém cães e humanos próximos é de fato a correia afetiva.

Wapusk Adventures, a cabana do Musher. Imagem: Erik Araújo

Wapusk Adventures, a cabana do Musher. Imagem: Erik Araújo

David Daley, nativo métis e musher. Imagem: Erik Araújo

David Daley, nativo métis e musher. Imagem: Erik Araújo

Em nossa longa conversa, o cão alfa do bando, o nativo métis David Daley, nos contou o quão importante é o bem estar de seus 28 cães, sendo que em competições de longa distância o único a ficar efetivamente sem dormir durante toda a extensão da prova é o próprio musher, que em sua rotina inclui a alimentação, massagem e tratamento de seus atletas. A relação de um musher com seus cães pode realmente ser descrita como uma relação familiar, já que, atuando como o Big Dog, ele é o responsável por prover, cuidar e resolver eventuais conflitos dentro da matilha.

Filhote de Alaskan Sled Dog. Imagem: Erik Araújo

Filhote de Alaskan Sled Dog. Imagem: Erik Araújo

Convido todos os nossos leitores a tomar parte nessa deliciosa e cultural experiência.

Para acompanhar as postagens sobre o Projeto Jeguiando Across Canada, acesse:http://jeguiando.com/destinos-visitados/internacionais/canada/jeguiando-across-canada/

 

  • Parceiros e patrocinadores

patrocinio

Agradecimentos especiais:

Além do apoio de nossos patrocinadores e parceiros nesta expedição, agradecemos também o apoio que recebemos de Halifax, Quebéc City, Montréal, Toronto, Winnipeg, Banff, Lake Louise, Jasper, Whistler e Vancouver durante nossas paradas. =)))

Siga o Jeguiando nas redes sociais e acompanhe o projeto Jeguiando across Canada:

Conheça os patrocinadores e parceiros do projeto:

Via Rail (Realização e Patrocínio)

Broker Brasil Corretora de Câmbio (Patrocínio)

Comissão de Turismo Canadense (Apoio)

Delta Hotels (Apoio)

Air Canada (Apoio)

Vertebratta (Idealização/Projeto)

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Um comentário

  1. […] atividade o visitante será envolvido pela rotina de um Musher, isto é, o responsável por treinar e conduzir os cães em um trenó de cães. A experiência é […]


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: