Broker Brasil Corretora de Câmbio - Faça aqui sua cotação de câmbio e adquira seu Visa Travel Money!

Não só de Poutine, bagels e Maple Syrup vivem os canadenses! Durante 32 dias, atravessamos o Canadá nos trens da  Via Rail e, além de presenciarmos as mudanças ao longo das paisagens – das pradarias às regiões montanhosas – e as singularidades de cada região, marcadas pela influência da colonização inglesa ou francesa ou pelas fortes correntes migratórias que chegam ao Canadá, notamos também que cada região possui sua marca em termos de gastronomia. As regiões mais próximas à costa são fantásticas para os amantes de frutos do mar e peixes – em Halifax, localizada na costa leste, por exemplo, o consumo do Haddock nos fish & chips é grande, além de scallops e lagosta; já na British Columbia, no extremo oeste, a boa pedida sempre é o Salmão Selvagem da região, um dos melhores que já provei em minha vida – e, para quem aprecia carnes exóticas, como de cervos, bizão, entre outras, Manitoba e Alberta são as províncias mais indicadas para o consumo de pratos à base desses produtos.

Outro ponto importante sobre o Canadá é que mesmo que você, como nós, não ganhe em dólares e mesmo assim queira muito viajar pelo país, saiba que é possível (sim) comer bem, sem necessariamente ter que apelar para o Mc Donald’s para não falir nos primeiros dias só com comida. Um dos pontos interessantes que Erik e eu estabelecemos durante a viagem foi de que disponibilizaríamos um budget para alimentação (mais ou menos $100,00 por dia para alimentar os dois – com café da manhã, almoço e jantar). Desta forma, nos baseávamos neste budget para equilibrar nossas refeições e acredite… Conseguimos! Se você gastar muito numa refeição, compense na outra indo para lugares mais baratos. Como sugestão, sempre deixávamos os lugares mais caros para a noite, porque queríamos comer mais devagar, sem pressa e, de preferência, algo mais leve e mais cuidadosamente preparado.

Maple Syrup. Imagem: Erik Araújo

Maple Syrup. Imagem: Erik Araújo

Manteiga de Maple. Imagem: Erik Araújo

Manteiga de Maple. Imagem: Erik Araújo

Desta forma, elencamos algumas sugestões, para que vocês possam ter algumas cartas na manga se forem visitar Halifax, por exemplo. Há algumas sugestões, inclusive, que servem para as demais cidades canadenses, principalmente quando se trata de café da manhã e fast food.

>>Café da Manhã

  • Tim Hortons

Um dos pontos que você certamente aprenderá, chegando ao Canadá, é de que, em qualquer ponto da cidade, sempre (sempre) você encontrará um Tim Hortons aberto para um café (acompanhado de free WiFi). O restaurante de fast food foi fundado em 1964 em Hamilton, na província de Ontário, pelo jogador de hóquei canadense Tim Horton e se tornou uma das maiores franquias do Canadá, passando inclusive o Mc Donald’s.

Deixando para trás o Starbucks e o Second Cup, no Tim Hortons é servido o autêntico café canadense: bem mais fraco que o nosso típico café brasileiro, bem distinto de nosso paladar. No entanto, é o lugar mais indicado para quem quer economizar na viagem na hora do café da manhã e experimentar um verdadeiro desjejum canadense. Os preços são bem mais convidativos. Com $ 1,99 (dólar canadense), você consegue comprar um Bagel com cream cheese e com $ 2,50 (aproximadamente) um café. Não deixe de pedir também um Cinnamon Roll (uma espécie de pãozinho de canela muito saboroso e muito consumido por lá).

Bagel com cream cheese e café. Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Bagel com cream cheese e café. Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Outras informações:

Visitamos a unidade localizada em Waterfront, Downtown Halifax.

– Localização: 1871 Upper Water Street. Halifax, NS B3J 3N4.

– Tel.: (902) 423-6694.

– Site oficial: http://www.timhortons.com/

– Aceita cartões.

  • Certainly Cinnamon

Para quem quer experimentar tomar café em alguns lugares diferentes, mesmo pagando um pouco mais caro (não muito, no entanto), descobrimos o Certainly Cinnamon em uma de nossas andanças. Melhor do que seu café da manhã, no entanto, é a trilha musical escolhida para começar o dia. Neste simpático café, a música é o ponto alto da casa.

Certainly Cinnamon. Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Certainly Cinnamon. Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Outras informações:

– Localização: 1673 Barrington St, Halifax, NS B3J 1Z9, Canadá (Downtown Halifax).

– Tel.: +1 902-423-2466.

– Fan Page: https://www.facebook.com/pages/Certainly-Cinnamon/326943950689814

  • O Tempo

Em comparação ao Tim Hortons e ao Certainly Cinnamon, O Tempo é o mais caro, mas ainda assim vale a pena, pois a comida é boa e, para quem estiver hospedado no Delta Barrington, o café, que também funciona no almoço e no jantar, pode ser uma boa opção para começar o dia.

Outro ponto interessante sobre O Tempo é o fato do local contar com uma vasta seleção de cupcakes (para quem curte, obviamente). Mesmo não sendo uma fã do doce, ainda assim foi interessante ver as opções salgadas oferecidas no café: de frango frito a bacon!

Café da manhã no "O Tempo". Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Café da manhã no “O Tempo”. Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Em O Tempo, você pode provar cupcakes exóticos, como de frango frito e bacon. Imagem: Erik Araújo

Em O Tempo, você pode provar cupcakes exóticos, como de frango frito e bacon. Imagem: Erik Araújo

Outras informações:

– Localização: 1875 Barrington Street, Halifax, Nova Scotia B3J 3L6 Canada.

– Tel.: 902-429-7410

– Fax: 902-420-6524

– Site oficial: https://www.deltahotels.com/Hotels/Delta-Barrington

>>Almoço

Bom para o bolso:

  • Barraquinhas localizadas no Waterfront, em Downtown

Em termos de relação custo-benefício, eu recomendo passar, principalmente na hora do almoço, no Waterfront de Halifax, localizado em Downtown. Lá, há uma concentração considerável de barraquinhas de comida, que funcionam no mesmo esquema de um food truck (sem se mover, no entanto, pela cidade).

Há barraquinhas de poutine, de hamburguer, de pizza, de wraps, de fish and chips, doces e mais uma grande variedade de comidinhas rápidas. Por Halifax estar localizada na costa, recomendo experimentar os Fish & Chips, preparados principalmente com Haddock (são, geralmente, muito bons) ou os rolls de lagosta (sanduíches frios, recheados com o fruto do mar). Com menos de $ 15,00, você certamente conseguirá almoçar por lá sem grandes perrengues.

Barraquinhas de comida localizadas no Waterfront de Halifax, em Downtown. Imagem: Erik Araújo

Barraquinhas de comida localizadas no Waterfront de Halifax, em Downtown. Imagem: Erik Araújo

The Battered Fish: Fish & Chips e rolls. Imagem: Erik Araújo

The Battered Fish: Fish & Chips e rolls. Imagem: Erik Araújo

Para quem quer provar poutine. Imagem: Erik Araújo

Para quem quer provar poutine. Imagem: Erik Araújo

O ponto mais interessante, no entanto, sobre as barraquinhas de comida localizadas no Waterfront é a vista! Como há várias mesinhas espalhadas pelo deck, almoçar com vista para o mar (literalmente, sem vidros e barreiras) foi talvez uma das sensações mais gostosas que tivemos na cidade em si. Só fique atento às gaivotas, que sempre estão por lá em busca de um lanchinho! =D

Haddock empanado e fritas com molhinhos no Battered Fish. Imagem: Erik Araújo

Haddock empanado e fritas com molhinhos no Battered Fish. Imagem: Erik Araújo

Roll de lagosta e fritas do Battered Fish. Imagem: Erik Araújo

Roll de lagosta e fritas do Battered Fish. Imagem: Erik Araújo

  • A&W (Fast food)

Se você não quiser almoçar no Waterfront, mas quer economizar um pouco sem ter que apelar desesperadamente ao Mc Donald’s, don’t worry, be happy! A partir de $ 1,25 você já consegue comprar um hambúrguer no A&W, uma das mais famosas redes de fast food da América do Norte, que ganhou fama pela sua Root beer. Com cerca de $ 11,00 ou $ 12,00 dólares, você já consegue comprar um combo inteiro, com Onion rings, refrigerante ou Root Beer e um hambúrguer maior e com queijo (conhecido como Papa). Particularmente, em termos de fast food, foi um dos melhores hambúrgueres que já comi. Por se tratar de uma rede de fast food, facilmente você encontrará uma unidade em shopping centers ou até em lojas de rua pela cidade.

– Site oficial: http://www.awrestaurants.com/

A&W, opção em fast food no Canadá. Imagem: Erik Araújo

A&W, opção em fast food no Canadá. Imagem: Erik Araújo

Boa comida:

  • McKelvie’s

Se você quiser correr do fast food e comer bem, pagando razoavelmente barato, pode correr para o McKelvie’s. Localizado em Downtown, a poucos passos do Maritime Museum of the Atlantic e do Waterfront, o restaurante trabalha com pratos a La carte, que variam de $ 11,95 a $ 16,95 no almoço (no jantar, os preços podem variar um pouco para cima).

Quando decidimos almoçar por lá, seguindo a dica da blogueira Natália Molina, do blog Como Viaja, pedimos um salmão com vegetais, o Maple Bacon Crusted Salmon, por (por $ 16.95) e o Best Ever Fish n’ Chips, de duas peças, por $ 14,95. Para um restaurante a La Carte, os valores são bem em conta e eles não cobram pelos pãezinhos de entrada, que são muito bons por sinal.

McKelvie's, opção interessante para o almoço e jantar. Imagem: Erik Araújo

McKelvie’s, opção interessante para o almoço e jantar. Imagem: Erik Araújo

Salmão, aspargos e arroz ao molho de leite de coco. Imagem: Erik Araújo

Salmão, aspargos e arroz ao molho de leite de coco. Imagem: Erik Araújo

Outras informações:

– Localização: 1680 Lower Water Street. Halifax, Nova Scotia B3J 2Y3.

– Tel.: 902-421-6161.

– Contato: info@mckelvies.com

– Site oficial: http://mckelvies.com/

Fish & Chips, com camarão e haddock e scallops. Imagem: Erik Araújo

Fish & Chips, com camarão e haddock e scallops. Imagem: Erik Araújo

>>Jantar

Bom para o bolso e boa comida:

  • The Old Triangle

Cruzamos o Canadá inteiro, visitamos alguns pubs, e, se fosse para escolher “O” Pub dessa viagem, o The Old Triangle ganharia disparado! Esse divertido pub irlandês, localizado em Downtown, próximo ao Waterfront, não só serve boa cerveja (e cidras), como boa comida! O ambiente festivo é animado por música alta e muita conversa (ou seja, se você gosta de locais extremamente silenciosos, não vá para lá!). Pubs são feitos para se divertir, jogar sinuca, beber cerveja e ser feliz! =DDD

The Old Triangle, pub em Halifax. Imagem: Erik Araújo

The Old Triangle, pub em Halifax. Imagem: Erik Araújo

The Old Triangle, pub em Halifax. Imagem: Erik Araújo

The Old Triangle, pub em Halifax. Imagem: Erik Araújo

The Old Triangle, pub em Halifax. Imagem: Erik Araújo

The Old Triangle, pub em Halifax. Imagem: Erik Araújo

Os atendentes são atenciosos e a comida, servida em porções generosas, é saborosa e não é cara, ou seja, uma boa opção para o bolso e ainda melhor para jantar e se divertir. Passamos um bom par de horas por lá e foi, sem dúvidas, um dos melhores locais que visitamos em Halifax quando o assunto é diversão e boa comida!

Para pedir, sugiro: A Bucket O’Shrimp (uma cestinha de camarões, acompanhada por um molho picante com base de leite de coco fantástico), como entradinha (por $ 12,00) e, como prato principal, o Belfast Cheeseburger ($ 13,00), simplesmente divino!

Cidra para o Erik, cerveja para mim. Imagem: Erik Araújo

Cidra para o Erik, cerveja para mim. Imagem: Erik Araújo

Canarões crocantes com molho Thai. Fantásticos! Imagem: Erik Araújo

A Bucket O’ Shrimp: Camarões crocantes com molho Thai. Fantásticos! Imagem: Erik Araújo

Outras informações:

– Localização: 5136 Prince Street. Halifax, Nova Scotia B3J 1L4.

– Tel.: 902-492-4900.

– Contato: info@oldtriangle.com

– Site oficial: http://www.oldtriangle.com/

Belfast Cheeseburger. The Old Triangle, Halifax. Imagem: Erik Araújo

Belfast Cheeseburger. The Old Triangle, Halifax. Imagem: Erik Araújo

  • The Bicycle Thief

Estão vendo umas luzinhas charmosas na foto abaixo? Pois então! São as luzes do The Bicycle Thief, um restaurante super charmosinho que resolvemos conhecer no Waterfront em uma de nossas noites em Halifax.

Se o Waterfront já é um lugarzinho agradável durante o dia, à noite fica ainda mais convidativo. Quando as luzes começam a se acender, o local ganha novas cores e os visitantes, de locais a turistas, se reúnem pelos restaurantes disponíveis na região para jantar ou tomar um vinho. Para quem deseja aproveitar tanto uma coisa quanto outra (comer e beber), o  The Bicycle Thief é uma boa pedida, ainda mais quando contamos com sua vista privilegiada para o imenso deck.

The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Risoto no Bicycle Thief. Imagem: Erik Araújo

Risoto no Bicycle Thief. Imagem: Erik Araújo

Como almoçamos muito tarde neste dia, decidimos pedir apenas o prato principal, sem entradinhas. Erik pediu o risoto do dia e eu um spaghetti de frutos do mar (ambos por $ 18,00). Para acompanhar, vinho.

Outras informações:

– Localização: 1475 Lower Water Street. Halifax, NS B3J 3Z2. Neighbourhood: Waterfront.

– Tel.: (902) 425-7993.

– Site oficial: http://bicyclethief.ca/

Spaguetti com frutos do mar. The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Spaguetti com frutos do mar. The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

The Bicycle Thief. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

  • Saege Bistrô

Para quem prefere ambientes mais intimistas, preparações mais elaboradas e bons vinhos, o Saege Bistro foi o último restaurante que visitamos em Halifax e um dos melhores em termos gastronômicos.

O restaurante, que já faturou algumas premiações pela qualidade dos seus pratos, preparados com ingredientes frescos e sazonais, é relaxante e ideal para aproveitar a dois ou entre amigos.

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Janaína Calaça

Como sugestão do que pedir, indicamos: como entradinha, o Tasting Trio (tart, scallop e crab cake), que é simplesmente fantástico ($ 15,00) e, como prato principal, as dicas ficam por conta do Spaghettini com camarão Jumbo ($ 16,00) e o porco, o Roasted Oulton’s Farms pork loin, com cassoulet e bacon defumado ($ 22,00).

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Outras informações:

– Localização: 5883 Spring Garden Road, Halifax, Nova Scotia.

– Tel.: 902-492-1882.

– Contato: dining@saege.ca

– Site oficial: http://www.saege.ca/

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

Saege Bistro. Halifax, Canadá. Imagem: Erik Araújo

  • Outras dicas gastronômicas:

Se você decidiu visitar Halifax em suas próximas férias, deixo umas dicas: como a cidade fica localizada na costa, aproveite para provar muitos pratos à base de frutos do mar (principalmente lagosta) e muitos peixes, principalmente o Haddock e o Halibut. Há várias formas de consumir os produtos extraídos do mar: fish & chips, na chapa, em massas, em rolls (sanduíches frios), em sopas… Enfim! É a farra dos frutos do mar! Mas, caso não aprecia ou tenho alergia a esses produtos, não se preocupe! Os hambúrgueres comumente são muito bons e há sempre opções de massas e grelhados.

  • Levando dinheiro em sua viagem para despesas de alimentação: dinheiro, VTM ou cartão de crédito? (Tópico patrocinado)

broker (1 de 1)

Quando publicamos, há um tempo, um post com dicas e providências básicas para uma viagem internacional, um dos pontos que abordamos foi o de como levar dinheiro para uma viagem para um outro país, seja para pagar o hotel, transporte, passeios, aluguel de carro e refeições, por exemplo. Muitos se perguntam se é melhor levar o dinheiro em espécie, em um cartão do tipo VTM (Visa Travel Money) ou utilizar um cartão de crédito internacional.

Particularmente, levo sempre as três opções em mãos, mas deixo para utilizar o cartão de crédito internacional em último caso (mesmo) e para situações como: check in no hotel – sempre é exigido um cartão de crédito válido no momento do check in para cobrir possíveis danos, que você tenha, por exemplo, causado ao empreendimento ou em caso de aluguel de carro. Com relação a levar algum dinheiro em espécie, ajuda e muito, mas não é recomendado transportar grandes quantias em mãos para não correr o risco de perder ou de ser roubado (o que é bem difícil no Canadá, mas nem por isso devemos esquecer que tudo pode acontecer).

Desta forma, sempre que saímos do país, além do dinheiro em papel e do cartão de crédito, levamos também um VTM (Visa Travel Money). O cartão, que pode ser utilizado como um cartão de débito comum e efetuar saques, pode ser carregado e recarregado quantas vezes forem necessárias durante a viagem (é só entrar em contato com a corretora ou a casa de câmbio onde você adquiriu o cartão, fazer a transferência online mesmo e aguardar que a casa faça a recarga – em nossa viagem ao Canadá, por exemplo, adotamos o VTM, que foi emitido pela Broker Brasil Corretora de Câmbio, nossa corretora de câmbio e que acabou por se tornar também um dos nossos patrocinadores nesta viagem. De clientes, acabamos por firmar uma relação de parceria com a empresa. Ademais, não há risco de variação cambial contra a alta da moeda estrangeira; não ocorre incidência de 6,38% de IOF como ocorre com o cartão de crédito e há possibilidade ainda de recompra do saldo garantida no distribuidor onde o cartão foi adquirido pelo valor de mercado.

Se você utilizar o cartão na função débito, taxas não são cobradas. Caso precise efetuar saques, no entanto, há uma tarifa debitada diretamente do saldo disponível do cartão no momento da transação. Alguns caixas podem também cobrar taxas adicionais e taxas em caso de saques realizados na moeda diferente da do cartão, já que alguns países oferecem esta opção. Desta forma, o melhor é sempre optar pela função débito e, levando-se em conta que a rede de aceitação Visa está presente em mais de 200 países e territórios e que há mais de 30 milhões de estabelecimentos credenciados, é raro não conseguir utilizar o cartão.

Por funcionar como um cartão de débito (sem cobranças de taxas nessa função) e por ser aceito em diversos estabelecimentos, o VTM é uma alternativa na viagem para despesas em alimentação, por exemplo, seja em barraquinhas (como as do Waterfront, em Halifax), a pubs, lanchonetes, restaurantes e bistrôs em geral – em todos eles conseguimos utilizar o cartão tranquilamente.

  • Parceiros e patrocinadores

patrocinio

  • Agradecimentos especiais:

Agradecemos à Via Rail por apoiar a expedição Jeguiando across Canada e o apoio de Halifax, Quebéc City, Montréal, Toronto, Winnipeg, Banff, Lake Louise, Jasper, Whistler e Vancouver durante nossas paradas. =)))

Siga o Jeguiando nas redes sociais e acompanhe o projeto Jeguiando across Canada:

Conheça os patrocinadores e parceiros do projeto:

Via Rail (Realização e Patrocínio)

Broker Brasil Corretora de Câmbio (Patrocínio)

Comissão de Turismo Canadense (Apoio)

Delta Hotels (Apoio)

Air Canada (Apoio)

Vertebratta (Idealização/Projeto)

 

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

4 Comentários

  1. Janaína Ferreira disse:

    Trupe do Jeguiando arrebentando outra vez.
    Melhor conteúdo sobre viagens e afins, e agora o projeto Jeguiando across Canada.
    Vale, pois, a pena ler este poste! (Não apenas este! o Jegue é um mar de conhecimento sobre viagens e experiências sensoriais e sempre bem humoradas)
    Que não só te leva a viajar junto com essa trupe, como responde com riqueza de detalhes aos anseios dos mais exigentes leitores.
    Mas o melhor mesmo é ler e viajar com vocês!

  2. Carlos Frota disse:

    Ouvi falar que o Canadá se parece muito com os Estados Unidos com relação à comida. Muito fast food! É verdade? Ou encontramos bons restaurantes?

    • Olá, Carlos! Tudo bem?

      Carlos, assim como vários países do mundo, o fast food é presente no Canadá, principalmente nas praças de alimentação de shopping centers. No entanto, você encontra bons restaurantes ao longo do país e bistrôs incríveis.

      Cidades como Montréal, por exemplo, pela influência forte francesa, ainda são mais atentas à gastronomia, mas encontrei opções muito interessantes de costa a costa. Acredite!

      Se citamos fast food nesse post, em especial, é para dar opções baratas para comer. No entanto, você também consegue restaurantes com preços muito bons.

      Não se deixe contagiar pelas generalizações! =DDDDD

      Grande abraço,

      Jana.


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: