Bonito, MS (Parte XIII) – Marruá Hotel


  • Hospedagem em Bonito – Marruá Hotel

Caros jeguiantes, eis que chegamos ao último post (por enquanto) da série sobre Bonito (Mato Grosso do Sul). Nossa viagem à cidade aconteceu entre os dias 25 e 29 de novembro de 2010 e foi marcada não só por experiências cativantes em relação às atrações turísticas da cidade, mas também por todas as pessoas que conhecemos, pelas conversas que tivemos a oportunidade de ter e por todas as boas histórias que reunimos. Nossa ida a Bonito se deu através do convite conjunto do portal Bonito Web,  da agência de viagens Ygarapé Tour e do COMTUR (sem eles esta viagem não teria acontecido!). Entre os passeios que tivemos a oportunidade de fazer, visitamos o Balneário Municipal, o Buraco das Araras e o Projeto Jiboia; fizemos um rafting leve no Bote no Rio Formoso e a Flutuação no Rio da Prata; participamos do Festival da Guavira; nadamos ao redor das lindas cachoeiras da Estância Mimosa e presenciamos a beleza das formações rochosas e das águas da Gruta do Lago Azul. Hoje, para encerrar (momentaneamente) esta série, falaremos do hotel onde nos hospedamos na cidade: o Marruá Hotel.

Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

  • Recepção

Como já citei anteriormente em outros posts sobre Bonito, a cidade, apesar de pequena, está bem estruturada para o turismo, o que justifica o fato de, há 9 anos, figurar entre os 10 melhores destinos de ecoturismo no Brasil. Bonito conta com diversas agências de turismo locais, restaurantes diversos, guias turísticos treinados, uma solução inovadora como o voucher único (de que falamos no post-tutorial sobre a cidade) e hospedagens para todos os gostos e bolsos, desde pequenas e aconchegantes pousadas a grandes hotéis.

Recepção do Hotel Marruá, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Recepção do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Para dar início ao nosso tour virtual pelo hotel, começamos pela recepção. O espaço conta com vários ambientes para o visitante se acomodar, seja para ler um jornal, bater papo ou simplesmente aguardar o transporte que o levará para um passeio. A recepção conta com uma loja de conveniências “com produtos de higiene pessoal, roupas de banho, artesanato e confecções em geral. Oferece, ainda, serviço de aluguel de máquinas digitais sub-aquáticas e binóculos, equipamentos indispensáveis para a prática de ecoturismo”.

Recepção do Hotel Marruá, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Recepção do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Como já foi citado anteriormente, ao longo da série de posts sobre Bonito, agências e hotéis oferecem o serviço de locação de câmeras. No Marruá, basta se dirigir ao balcão da recepção e fazer a reserva dos equipamentos.

Recepção do Hotel Marruá, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Recepção do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

  • Apartamentos

O hotel oferece 6 opções de apartamentos para os turistas. A opção mais simples é o Apartamento Standard, que conta com uma cama de casal e duas de solteiro (onde ficamos hospedados). As outras opções são: Suíte Luxo, Suíte Executiva, Suíte Master, Suíte Águas de Marruá (temática) e a Suíte Pantaneira (também temática).

Suíte Águas de Marruá. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Suíte Águas de Marruá. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Suíte Pantaneira. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Suíte Pantaneira. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Suíte Master. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Suíte Master. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

  • Gastronomia

O hotel conta com um amplo restaurante, onde são servidos o café da manhã e o jantar. Como em muitos hotéis no Brasil, o café da manhã já está incluso na diária, mas o jantar é à parte. A primeira refeição do dia é bem variada e conta com itens inclusive que marcam a influência da fronteira com o Paraguai – a sopa paraguaia –, presente também no café da manhã do hotel onde ficamos em Foz do Iguaçu.

Café da Manhã. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Café da Manhã. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

O jantar funciona no esquema de buffet completo e a La Carte. “O cardápio variado oferece diversos tipos de carnes, saladas, acompanhamentos e sobremesas”. O jantar no hotel é uma opção interessante para aqueles que voltam muito (muito!) cansados dos passeios e preferem poupar as energias para o dia seguinte.

Drinks servidos no American Bar do hotel. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Drinks servidos no American Bar do hotel. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Além do amplo restaurante, o hotel conta com um American Bar, onde são preparados drinks refrescantes  para amenizar o calor sul mato-grossense. Além de drinks, o espaço ainda serve refeições rápidas e lanches, dando maior comodidade ao hóspede.

Pratos servidos no hotel. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Pratos servidos no hotel. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

  • Área externa e opções de lazer

Um dos pontos que mais me chamou a atenção no hotel, sem dúvidas, foi sua área externa. O hotel em si já possui uma apresentação diferenciada. Três pequenos prédios, organizados em U, rodeiam a área verde do hotel, deixando um vão livre para o vento circular e deixar os quartos mais arejados.

Piscina. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Piscina. Imagem: Marruá Hotel (Divulgação)

Acordar cedinho, com o som dos passarinhos, e caminhar pela área verde do hotel fatalmente é uma rotina que muitos hóspedes do Marruá repetem. As noites em Bonito são fresquinhas, o que significa que se você não quiser dar uma volta pela cidade, poderá caminhar pela área externa do hotel, sentar à beira da piscina e curtir o céu estrelado, tão destacado nas pequenas cidades, onde as luzes excessivas não existem e a tranquilidade reina.

Visão noturna da área externa do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Visão noturna da área externa do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Dentre as opções de lazer oferecidas pelo hotel, além das piscinas, o Marruá conta com sala de jogos (para quem gosta de ping pong, sinuca, damas, baralho e xadrez); sala de massagem e fitness center, para quem não abre mão de sua rotina de exercícios físicos.

Visão noturna da área externa do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Visão noturna da área externa do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

O hotel recebe um público variado, desde grupos a passeio – que viajam através de operadoras de turismo, por exemplo -, famílias com crianças e idosos a eventos corporativos e sua estrutura atende perfeitamente a todos estes públicos. Os profissionais que prestam suporte aos hóspedes no hotel, como a maioria dos profissionais dedicados ao turismo em Bonito, são bem treinados e atenciosos, o que garante uma estadia sem aborrecimentos e, acima de tudo, agradável – em sintonia com a atmosfera convidativa e hospitaleira de Bonito.

Visão noturna da área externa do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Visão noturna da área externa do Marruá Hotel, Bonito, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

  • Informações adicionais

– Confira aqui se este hotel pode ser reservado através do Booking e não perca tempo!

Endereço: Rua Joana Sorta, 1173. Bonito – MS

– Tel de contato: (67) 3255-1040

– Reservas: reservas@marruahotel.com.br

– Site: Marruá Hotel

  • Extras de viagem: Coisinhas bacanas

– Despedida de Bonito

Bonito deixou saudades. Pegar a estrada de volta para Campo Grande, esperar o voo para São Paulo, só me fez cair em um banzo daqueles. A cada quilômetro em que o carro avançava para o retorno, meu coração de viajante se encolhia no peito. Poucas cidades me deixaram tamanha saudade, tamanha vontade de ficar, de criar raízes, de ficar por lá. Poucas cidades me acolheram tanto, me sorriram tanto, me carregaram como filha. Minha relação com os destinos que visito é afetiva. Há cidades que me arrebetam, me cativam, me fazem ganhar um olhar carinhoso. Há outras que passam como videoclipes, como paixões furtivas, cheias de calor inicial, mas que arrefecem com o tempo. Bonito não me deixou paixão. Criei apego e amor pela cidade, um carinho diário alimentado pelas boas lembranças. Não vejo a hora de voltar para os braços carinhosos desta terra-mãe, vestida da simplicidade da chita e do calor de um abraço sincero. Um dia volto para lá, sei que de passagem, mas volto sim. Voltarei de peito aberto, com os olhos brilhantes, com os pés ansiosos por terra, com o corpo pedindo pelo carinho silencioso de suas águas. Um dia volto para Bonito, com a alma leve, com um sorriso grande no rosto, com mais tempo acumulado na carne e feliz por poder voltar.

Pé na estrada. De Bonito a Campo Grande, a saudade é presente. Imagem: Erik Pzado.

Pé na estrada. De Bonito a Campo Grande, a saudade é presente. Imagem: Erik Pzado.

Na estrada, a surpresa dos olhos atentos dos animais. Imagem: Erik Pzado.

Na estrada, a surpresa dos olhos atentos dos animais. Imagem: Erik Pzado.

– Despedida do Mato Grosso do Sul

Depois de 3 horas de estrada de Bonito a Campo Grande, finalmente chegamos, Erik, Jegueton e eu, no aeroporto da cidade para pegar o voo de volta para São Paulo. Para nossa alegria, ainda tivemos a boa surpresa de contar com a companhia da Bárbara Ferragini e da Carina Freitas, do portal Bonito Web, que foram nos encontrar para nos dar um abraço de despedida. Babi e Carina foram as grandes responsáveis por esta viagem acontecer e a elas tenho muito a agradecer em nome da trupe do Jeguiando. Agradeço por confiarem em nosso trabalho, em deixarem em nossas mãos a responsabilidade de falar sobre Bonito, de mobilizar parceiros, de nos dar todo o suporte para que esta viagem fosse não só proveitosa, como inesquecível para nós.

Bárbara Ferragini, Jegueton, Jana Calaça e Carina Freitas. Aeroporto de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Bárbara Ferragini, Jegueton, Jana Calaça e Carina Freitas. Aeroporto de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Imagem: Erik Pzado.

Meninas, obrigada por tudo! Pela paciência nos e-mails trocados, por correrem atrás das melhores opções para nós, por dedicarem-se tanto ao trabalho sério de desenvolver o turismo em Bonito. Não é à toa que muitas cidades estão buscando o modelo do destino sul mato-grossense como referencial e que hoje tanto se fala de Bonito. A cidade vale a pena não só pela riqueza de suas belezas naturais, mas também pelo engajamento de seu povo, em mantê-la viva para as próximas gerações de nativos e visitantes, e dos profissionais que abraçam seu trabalho de divulgação e manutenção deste imperdível destino turístico brasileiro. Parabéns, Babi, Carina, Bonito Web, Ygarapé Tour, COMTUR e todos os parceiros envolvidos neste constante desafio de tornar esta cidade atraente para os olhos dos turistas brasileiros e dos estrangeiros.

Bárbara Ferragini, Jegueton, Erik Pzado e Carina Freitas. Aeroporto de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Imagem: Janaína Calaça.

Bárbara Ferragini, Jegueton, Erik Pzado e Carina Freitas. Aeroporto de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Imagem: Janaína Calaça.

Bárbara Ferragini dando uns arroxos em Jegueton! Imagem: Erik Pzado.

Bárbara Ferragini dando uns arroxos em Jegueton! Imagem: Erik Pzado.

– Saudade

Deixo para vocês, caros jeguiantes, uma canção que gosto muito da Cesária Évora, que traduz em seu refrão, “Sodade, sodade”, a sensação que nos acompanhou ao fim desta viagem e que encerra (temporariamente) nossos posts sobre a cidade! Até a próxima! 😉

“(…) Si bô ‘screvê’ me
‘M ta ‘screvê be
Si bô ‘squecê me
‘M ta ‘squecê be
Até dia
Qui bô voltà

Sodade sodade
Sodade (…)”

Siga-nos no Twitter!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Um comentário

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Jegueton, Jegueton and 1001roteirinhos, Jegueton. Jegueton said: Hj, último post sobre #Bonito, embalado ao som de Sodade, da Cesária Évora. Entre dicas e despedidas, Bonito é saudade! http://bit.ly/fPHZOe […]


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: