Archive for the ‘Cultura’ Category

Grand Rex – O maior cinema de Paris e da Europa

Há muito, muito tempo mesmo, não vou ao cinema. Uma das maiores paixões de minha vida eu deixei de lado um pouco – infelizmente. Dizer que precisei viajar a Paris, para entrar em um cinema novamente parece piada e exagero, mas não é. Fazia tempo que não sentava em meio à escuridão de uma grande sala, esperava a tela acender  [Leia mais]

Réveillon em Copacabana, Rio de Janeiro – Como é? Vale a pena?

E eis que decidimos pegar estrada rumo ao Rio de Janeiro para passar o Réveillon em Copacabana, pular sete ondinhas e pedir a Iemanjá que o novo ano seja melhor que aquele que iríamos enterrar! Como nasci em Salvador, meu referencial sobre festas de rua (como Carnaval e Réveillon) na cidade sempre envolve grandes multidões, dificuldade de caminhar e muvuca,  [Leia mais]

O Canadá é conhecido por reunir em seu território consagradas estações de esqui, tanto pela estrutura destes locais, quanto pela qualidade de sua neve. Dentre as estações de esqui mais conhecidas, estão Sun Peaks, Whistler e Banff, sendo que Sun Peaks foi considerada a segunda melhor estação do Canadá e a 13ª melhor na América do Norte. Com mais de  [Leia mais]

O Natal está chegando mais uma vez e, para quem vive no Brasil como nós, rever alguns símbolos natalinos em um país tropical sempre causa um certo estranhamento, já que pelas ruas das cidades brasileiras pinheiros, neve artificial, renas e um papai noel agasalhado até os olhos parece não fazer lá muito sentido! Pois bem… Este ano, os dias que  [Leia mais]

Planeta Terra Festival 2012 com a Gol Linhas Aéreas

Caros jeguiantes, no dia 20 de outubro aconteceu, em São Paulo, a 6ª edição do Planeta Terra Festival e o Jeguiando foi convidado pela Gol Linhas Aéreas para assistir aos shows do evento direto de seu camarote. Agradecemos a Gol e a Riot pelo excepcional convite. Neste ano, o festival estava de casa nova, repetindo o formato de 2 palcos,  [Leia mais]

Na manhã em que o barco do Cinema no Rio São Francisco atracou em São Romão, fiquei sentada por um longo tempo observando a balsa ir de um lado para o outro da margem, trazendo carros, caminhões e sobretudo visitantes e habitantes da cidade. A balsa que todos diziam nunca descansar, em um dado momento descansou e de meio de  [Leia mais]

Quando eu era criança, grande parte de minhas viagens aconteciam através dos livros. Grana curta e uma carteirinha na biblioteca Monteiro Lobato, em  Nazaré (bairro de Salvador, Bahia), me fizeram viajar muito… através dos livros, o que mais tarde me fez seguir a profissão de professora de literatura. Viajei pelo Sítio do Pica-pau amarelo, pela Grécia e por seus mitos,  [Leia mais]

Da cabine do barco do Cinema no Rio São Francisco, vejo o Velho Chico e o céu emoldurados. Atravesso a portinha e a imagem se amplia. Chegamos em Cachoeira do Manteiga, em Minas Gerais. Subo o barranco, afundo meus pés na terra fina e avermelhada, inspiro o ar fresco e limpo, tão distinto do que eu conheço, saio da sombra  [Leia mais]

Chegamos em Ponto Chique, Minas Gerais, com o barco do Cinema no Rio São Francisco, trazendo curiosidade aos habitantes, que chegavam aos poucos às margens do Velho Chico para nos ver – a mesma curiosidade que acompanhava a cidade quando o Benjamim Guimarães, um dos últimos barcos a vapor do mundo em funcionamento, passava diante de Ponto Chique e seguia  [Leia mais]

Ibiaí, em Minas Gerais, é miúda e sua população não chega a 8000 habitantes, mas guarda em sua pequenez um punhado de histórias e personagens, que preservam a memória da cidade como seu tesouro mais valioso. Em Ibiaí, muitos vivem da pesca ou das lembranças de uma terra que vivia em festa – festas que quase mais não acontecem por  [Leia mais]

Enquanto o barco do Cinema no Rio São Francisco cruzava o Velho Chico rumo à Barra do Guaicuí, eu pensava nas histórias que ouvi ao longo dos dias que anteciparam nossa chegada à cidade. Em mim, uma mistura de fascínio e receio… O mesmo lugar que abriga uma igreja envolta por mistérios, também guardava histórias cabeludas de meninos endiabrados, que corriam  [Leia mais]

A primeira vez que naveguei pelo Rio São Francisco

Para Góia e todos os bons amigos que fiz nesta viagem No dia da primeira partida do barco do Cinema no Rio São Francisco, acordei com a ansiedade típica dos dias de festa da minha infância, quando, pequena, observava atenta minha mãe enrolar os brigadeiros e outros docinhos e enfeitar o ar com cheiro de açúcar… A mesma ansiedade infantil  [Leia mais]

De um lado da Ponte Marechal Hermes, Pirapora. Do outro lado, Buritizeiro. Dizem que o povo de Pirapora não “se bica” com o povo de Buritizeiro, e vice-versa – herança ancestral de tempos em que as margens divididas pelo Rio São Francisco abrigavam tribos indígenas inimigas. Há gente, por exemplo, que só atravessou a ponte uma vez na vida para  [Leia mais]

Cheguei em Pirapora, Minas Gerais, com a canção Romaria na versão de João Mineiro e Marciano tocando na minha cabeça sem parar (culpa da Clarissa Donda, que cantou esta música por dias pelo Skype como prévia da viagem). “Sou caipira, Pirapora… Nossa… Senhora de Aparecida/ Ilumina a mina escura e funda/ o trem da minha vida/ Sou caipira, Pirapora… Nossa…  [Leia mais]

Neste momento, a equipe do Cinema no Rio São Francisco (projeto idealizado por Inácio Neves) deve estar aportada em Itacarambi, interior de Minas Gerais, em meio ao forte calor do sertão mineiro… Não abandonei o barco antes da expedição acabar por querer. Ao contrário. Voltei a São Paulo com muito pesar. A expedição teve início no dia 20 de abril  [Leia mais]

A vida inspira filmes e os filmes inspiram a vida, nos trazem alegria e nos provocam. Filmes nos fazem idealizar amores, vivenciar temores, ter vontade de cair no mundo e, em vez de se perder, se encontrar. Através dos filmes, nos transportamos para outros cantos, ouvimos outras línguas, mergulhamos em outras culturas, extraímos de nós o riso, extraímos de nós  [Leia mais]

Como se comemora a Semana Santa em Salvador?! Com muito dendê!

Nasci e vivi grande parte de minha vida em Salvador e uma das épocas do ano (depois do São João) que mais me dão saudade da terra é a do feriado da Semana Santa e da Páscoa. Eu não sabia, até passar a viver em São Paulo, como as outras cidades comemoravam esta data, o que figurava na mesa, o  [Leia mais]

Jegue Crônicas: Entre joaninhas, tulipas e um envelope azul

Em homenagem a Smita e Kishore Iyengar Hoje estava arrumando o caos da gaveta da escrivaninha do escritório, quando (re)encontrei um envelope azul guardado próximo ao meu passaporte. Não sei se de forma consciente ou não, alinhavei o documento, onde guardo algumas viagens, a uma lembrança querida associada a uma das experiências mais significativas que tive em minha vida até  [Leia mais]

De todas as cores, a Fitinha do Senhor do Bonfim é um dos souvenirs mais emblemáticos de Salvador, disputando espaço apenas com o berimbau, que sempre causa alguma confusão no momento de transportar em uma viagem. Salvador é conhecida pela sua fé e principalmente pelo seu forte sincretismo e a fitinha do senhor do Bonfim é um amuleto que transita  [Leia mais]

Tempero no Forte – Festival de Gastronomia de Praia do Forte

Considerada, hoje, um dos grandes polos gastronômicos da Bahia, a Praia do Forte será palco de mais uma edição do Tempero no Forte – Festival de Gastronomia de Praia do Forte. O evento, idealizado pela chef baiana Tereza Paim, proprietária do restaurante Terreiro Bahia – especializado em gastronomia regional brasileira -,  chega este ano à sua 6ª edição, tendo como  [Leia mais]

Festivais de Inverno pelo Brasil

Caros jeguiantes, para espantar o frio, nada como cultura e calor humano! Entre os meses de junho a agosto, acontecem, em diversas cidades do Brasil, festivais de inverno, que envolvem uma vasta programação cultural, geralmente gratuita, que traz música, teatro, literatura, gastronomia, etc., para quem esteja disposto a vestir um casaquinho quente e se mandar para curtir a festa. Os  [Leia mais]

Ordem Terceira de São Francisco – Salvador, BA

Dizem que Salvador, na Bahia, possui em todo o seu território 365 igrejas, uma para cada dia do ano. Se é verdade, eu realmente não sei, apesar de ter nascido lá e ter vivido a maior parte de meus dias nessa cidade solar. Com 365 igrejas para visitar, o viajante tem que decidir para onde ir! Além da Igreja do  [Leia mais]

Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares