Roteiro a pé pelos pontos turísticos de Frankfurt

Recentemente, o Jeguiando participou de uma press trip para a Alemanha com o objetivo de realizar a cobertura da #LufthansaCaipiParty, a festa de caipirinha mais alta do mundo, ocorrida a bordo do voo da Lufthansa entre Frankfurt e Galeão já publicada aqui anteriormente.

A viagem foi bastante curta, mas, mesmo assim, tivemos um tempinho para explorar algumas regiões de Frankfurt, utilizando apenas o transporte público no tempo livre da agenda. A cidade é uma das mais acessíveis da Alemanha e possui uma complexa malha de transportes à disposição do visitante. Chegando no aeroporto, o turista tem a possibilidade de utilizar desde o trem bala para viagens de longa distância, metrô, trolley e ônibus ou ainda alugar um carro e “cair” na Autobahn, a famosa estrada sem limite de velocidade.

Durante a estadia na cidade, torna-se perceptível que Frankfurt foi desenvolvida de maneira a facilitar a interação entre os diversos meios de transporte, incluindo os deslocamentos a pé ou ainda utilizando bicicletas. Nessa viagem, contamos com a companhia de três outros representantes de mídia (Érica Araium, do Correio do Popular de Campinas; André Delacerda e Carlos Novello, ambos do Portal do Rio), que se tornaram bons companheiros em nossas incursões pela cidade. Com exceção de André, era a primeira vez de todos em Frankfurt, sendo assim, usamos os conhecimentos de André para explorar um pouco a região.

Ficamos hospedados no hotel Sheraton localizado no aeroporto, o que não foi nenhum empecilho já que, diferentemente de nossos aeroportos, aquele é um ponto de partida intermodal, de onde você tem uma vasta gama de transportes à disposição em um ponto único, o que facilita (e muito) os deslocamentos. Para irmos para a região central de Frankfurt, por exemplo, utilizamos o trem, rápido e eficiente, e em 15 minutos já estávamos em um ponto para iniciar as explorações pela cidade.

  • Como se deslocar pela cidade?

Uma das formas mais triviais para os deslocamentos na cidade é sem dúvida a pé. Como ficamos hospedados no hotel do aeroporto, constantemente nos valíamos do transporte público na primeira parte do deslocamento e depois continuávamos as explorações na “paletada”. Como o nosso grupo era formado por quatro pessoas, optamos por comprar o tíquete para grupos, vendido em máquinas em todas as estações.  O passe para quatro pessoas teve o custo de € 15,00 (quinze euros), tendo validade de 24 horas e podendo ser utilizado tanto em ônibus quanto em metrô e trens urbanos.

Há ainda uma ótima opção turística, o Frankfurt Card, que é um verdadeiro achado e pode tornar o passeio sensivelmente mais econômico. Existem duas modalidades de cartão e o que muda em relação ao passe é sua validade. Na compra, você pode optar por um ou dois dias de duração. Com este cartão, você poderá utilizar os ônibus e metrôs da cidade e ainda ter desconto de 50% em mais de 28 museus de Frankfurt, zoológico e jardim botânico. Há outras atrações com descontos entre 10 e 25%, que podem ser identificadas no site da entidade responsável pelo turismo da cidade.

  • Por onde começar a visita?

A cidade é multifacetada, então uma dica é escolher um tema e mergulhar de cabeça. Eu voltaria facilmente para a cidade com pelo menos sete dias para explorar o destino com um pouquinho mais de calma. Quando falamos em museus, a cidade reúne, em seu território, mais de 25 exemplares! Com isso já dá pra ter uma ideia do quão complexa pode ser uma viagem para esta cidade.

 

Em nossa visita, optamos pela otimização do tempo e para tal dispomos de um valioso recurso: um guia local. Com pouco tempo para explorar a cidade, ser assertivo era uma premissa e para tal contamos com a ajuda do escritório de turismo de Frankfurt, que nos designou uma profissional para nos revelar os segredos da cidade em uma caminhada.

Para realizar a contratação de guias, você deve dirigir-se até a estação de trem Hauptbahnhof (Main Train Station) e lá encontrar guias que falam inglês, alemão e, no nosso caso, tivemos a sorte de sermos escoltados pela guia portuguesa Alexa Negrão. O escritório de turismo encontra-se imediatamente ao lado da porta de entrada principal da estação. Não tem como errar! 😀

  • Nossa sugestão para um passeio rápido e eficiente sem um guia

Se estiver se deslocando por trens das linhas S ou U, vá para a estação Hauptwache e parta de lá. No roteiro, você terá a oportunidade de conhecer:

  • Hauptwache: É uma das praças mais conhecidas da cidade. O prédio no centro da praça hoje abriga um charmoso restaurante/café e já foi sede da milícia armada que protegia Frankfurt. É um dos principais eixos de compras da cidade, onde você encontrará, a poucos passos de caminhada, locais como a Galeria Kaufhof, onde muitos brasileiros buscam o refúgio das compras “tax free”;

  • Main Tower: Um dos locais que merecem uma visita, principalmente se você é entusiasta de fotografia. A entrada é razoavelmente barata (por volta € 6,00) e ainda aceita carteirinha de estudante. A partir de lá, você tem uma vista 360˚ de Frankfurt, do topo do 56˚ andar da torre. Veja a galeria de fotos tiradas a partir da Main Tower.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Goethe-Haus: A casa onde nasceu Johann Wolfgang von Goethe, uma das mais importantes personalidades da literatura alemã. A casa onde Goethe viveu até seus dezesseis anos é anexa ao Museu Goethe e tem o custo de € 7,00 para admissão. Uma dica para aproveitar ainda mais o passeio: na esquina da Goethe-Haus há ainda um museu de câmeras fotográficas da Leica. ;-).
  • Kaiserplatz: Conhecida por seu belo chafariz e por ser endereço do mais tradicional hotel da cidade, o Frankfurter Hof Steigenberger é um ponto de passagem e de encontro natural da cidade. Nesse endereço você encontra ainda o famoso restaurante e café Oscar’s.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Frankfurter Dom ou Kaiserdom Sankt Bartholomäus: É uma linda catedral gótica de Frankfurt, de arquitetura medieval. A torre da catedral possui mais de 90 metros de altura, então é fácil localizá-la. A visita contemplativa é uma grande opção aos fãs da arquitetura gótica e realmente vale a visita. Fotos externas serão mais fáceis caso possua uma lente grande angular já que as proporções da construção são realmente grandiosas.

    Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Römerberg: É o berço da cidade antiga (Altstadt). A cidade medieval de Frankfurt teve este local como marco zero e é endereço da prefeitura da cidade há mais de 600 anos. Muitos habitantes nomearam Römerberg como “sala de estar”, pois este é o destino preferido do munícipe quando recebe visitantes de outras localidades. Possui prédios históricos, sendo que uma parte deles foi restaurada na década de 80. É um grande ponto de encontro cercado de diversos pontos turísticos, onde o turista encontrará restaurantes, souvenirs e poderá assistir a várias apresentações de artistas de rua.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Dom-Römer-Projekt: Durante a nossa visita, o seu projeto ainda estava em execução. Assim como ocorreu em Römerberg, o Dom-Römer-Projekt consiste na revitalização de diversos quarteirões da cidade antiga baseada nas plantas originais históricas Frankfurt. Os prédios construídos nesse local abrigarão residências de alto padrão, assim como novos museus e espaços de convivência pública. Infelizmente, não havia nada de interessante para fotografar (ainda), já que as ruas estavam tomadas por tapumes quando passamos por lá.
  • Paulskirche: Foi sede de uma igreja luterana, tornou-se sede do parlamento e atualmente é utilizada como espaço de exposições e eventos. A construção, em si, vale a visita. 😀
  • Eiserner Steg: Um dos lugares que se tornou o meu preferido para a realização de fotos, a Eiserner Steg é uma ponte para pedestres sobre o Rio Meno. Toda construída em aço, tornou-se alvo da devoção de casais apaixonados que deixam cadeados com juras de amor por lá. A paisagem do rio, com todas as atividades de remo e de navegação, garante ótimas fotos.  O constante vai e vem dos pedestres é eventualmente interrompido por belas demonstrações de afeto de amantes passantes, que prendem seus cadeados à ponte. Se tiver paciência, poderá registrar o típico ritual de prender o cadeado e arremessar as chaves no leito do rio.

Este slideshow necessita de JavaScript.

  • Alt-Sachsenhausen: O distrito boêmio e berço do vinho de maçã (apfelwein), local onde você encontrará diversos restaurantes que invariavelmente servem a bebida e pratos da culinária alemã, como o comicamente famoso “Queijo com Música” ou “Handkäse mit Musik”, que é um queijo típico alemão servido com cebola picada. Durante a degustação do prato a explicação para a música surgiu de forma engraçada, já que a sonoridade é oferecida pela “revolta intestinal” normalmente proporcionada pela iguaria! :-P. Afirmo que o mito é verdadeiro e, sim, sofri os efeitos da experiência!  Uma outra curiosidade é que todos os participantes da degustação deram uma interpretação similar ao sabor do queijo. Uma mistura de “estábulo com esterco” e ainda assim, vale a pena provar e matar sua curiosidade. Na ocasião de nossa visita, almoçamos no restaurante Dauth Schneider (que possui mais de 150 anos de tradição e dispõe de cardápio em português), onde você pode desfrutar de uma refeição completa por menos de € 15,00. Uma ótima pedida para o fim da caminhada, já que ao lado do restaurante você ainda encontra uma linha de ônibus, que te levará direto às estações de trem mais próximas.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O roteiro foi realizado em pouco mais de duas horas de caminhada, mas deve ser planejado para ser feito mais tranquilamente. Eu reservaria pelo menos dois dias para poder apreciar a região, parar nos cafés, conferir os eventos gastronômicos que acontecem nas praças de Frankfurt e poder explorar todos os segredos que a cidade esconde em suas ruas. Tivemos a oportunidade de presenciar uma série de ocupações gastronômicas nas praças da cidade. É quase garantido que nos meses mais quentes, você encontre feiras, festas temáticas ou simplesmente a presença de #FoodTrucks espalhados pela cidade.

O roteiro base para a caminhada  descrita nesse post, você pode encontrar aqui neste mapa 😉

Agradecimentos:

 À Lufthansa e ao Jörg Weber pelo convite, à Prefeitura de Frankfurt e a Alexa Negrão pelo tour, simpatia e cordialidade.

Conheça a nossa Fanpage!

Siga a nossa trupe no Twitter

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

9 Comentários

  1. Diony disse:

    Frankfurt é realmente um lugar incrivel para se conhecer. Seu post ficou muito bom.. para quem esta pensando em conhecer a cidade.

    Parabéns.

    • Erik PZado disse:

      Fiquei apenas 3 dias na Alemanha mas fiz de tudo para otimizar o tempo. Esse post foi um compilado justamente pensando nos que estão de passagem ou naquela pausa chata de conexão 😛

  2. janete clara disse:

    OTIMAS DICAS PRA ROTERIO A PE,,,AMEI!

  3. Thais disse:

    Ola,
    Conheci Frankfurt no carnaval desse ano e fiquei pouco tempo na cidade, pois queria conhecer a região do rio main.
    Conheci praticamente os mesmo lugares do post. A cidade é linda.
    Adorei o blog!! Parabéns
    Recentemente criei meu blog de viagens e estou adorando esse mundo.
    abç
    Thais

  4. Manfredo disse:

    Parabens e obrigado!
    As dicas me ajudaram muito Na viagem a Frankfurt!!!
    Muito bom!!! Segui seu roteiro e foi excelente!

  5. Arte Papel de Parede disse:

    Show de lugar adorei muito!!

  6. Paula disse:

    Olá, Tem como eu salvar esse seu mapa no My Maps do google pra poder usar durante a viagem?


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: