World’s Highest Caipirinha Party by Lufthansa

Longas viagens podem ser estressantes, mesmo quando são realizadas em voos nonstop. Sabendo disto a Lufthansa decidiu tornar o deslocamento de seus passageiros um pouco mais divertido, “bolando” uma ação que trouxesse a temática da Copa do Mundo, a ser sediada no Brasil, para alguns de seus voos entre a Alemanha e o nosso país. Para dar o pontapé inicial na ação, no último sábado o voo LH500, que partiu de Frankfurt com destino ao Galeão, no Rio de Janeiro, foi o palco da “World’s Highest Caipirinha Party”, que ocorreu a 32.000 pés de altitude.

A ação, identificada nas redes sociais como #LufthansaCaipiParty e promovida pela companhia aérea, teve como objetivo contagiar os passageiros deste voo com o clima da Copa do Mundo, trazendo aos ocupantes da aeronave um pouco dos sabores, cores e músicas do nosso país e contou com muita caipirinha, com um kit especial de festa, além da presença de uma passista, que animou da primeira classe à classe econômica.

Jegueton é criança e apenas posou ao lado da caipirinha :-). Imagem: Erik Araújo

Jegueton é criança e apenas posou ao lado da caipirinha :-). Imagem: Erik Araújo

A festa teve início no portão 16 do Terminal 1 do Aeroporto de Frankfurt, onde os passageiros foram recebidos pela doce voz do músico Sérgio, carioca morador da Alemanha há mais de cinco anos. Em seu repertório músicas brasileiras, da bossa nova ao pop e, claro, da MPB ao samba.

Enquanto Sérgio entoava canções, a bailarina piauiense Paula Sousa, que dá cara e vida ao Die Samba Show na Alemanha, requebrava e ensinava passos de samba à plateia composta por alemães e brasileiros. Finalizado o pocket show, o embarque seguiu naturalmente e sem atrasos.

Sérgio, que embalou a multidão com suas canções. Imagem: Erik Araújo

Sérgio, que embalou a multidão com suas canções. Imagem: Erik Araújo

Aparição da mulata Paula Sousa em Frankfurt. Imagem: Erik Araújo

Aparição da mulata Paula Sousa em Frankfurt. Imagem: Erik Araújo

  • A logística do voo

Após atingir a altitude de cruzeiro, momento quando o aviso de cintos afivelados foi apagado, os alto-falantes da aeronave começaram a tocar uma seleção de músicas brasileiras, puxada, obviamente, pela canção-tema da Copa do Mundo 2014. Instantes depois, viu-se os comissários em frenesi distribuindo caipirinhas aos passageiros. A companhia alega ter distribuído 350 drinks no decorrer de 30 minutos.

Jegueton cercado do kit festa. Imagem: Erik Araújo

Jegueton cercado do kit festa. Imagem: Erik Araújo

Todos os passageiros foram presentados com um kit folião, contendo de boné temático até mesmo colar de flores verdes e amarelas, alegria para os mais afoitos e festeiros assim como para as crianças, que foram vistas ainda à toda energia após o desembarque no Rio de Janeiro, quase 11 horas depois. Os amenities do voo foram embalados em uma nécessaire temática com as cores da Alemanha, que definitivamente se tornará um souvenir da festa.

Mesmo tendo sido uma rápida intervenção, os serviços de bordo apresentaram reflexos em timing, o que deixou alguns passageiros desconfortáveis. Nada imperdoável, mas, para os mais famintos e cansados, os 15 minutos fizeram alguma diferença.

Tem uns olhares estranhos nessa foto! :-D. Imagem: Erik Araújo

Tem uns olhares estranhos nessa foto! :-D. Imagem: Erik Araújo

Dentre as diversas reações do público à bordo, foram vistas desde gente festejando, até manifestações públicas de ciúmes por conta da mulata bailando nos corredores da aeronave. Houve ainda uma manifestação de protesto contra a venda da imagem brasileira resumida a uma mulata e à caipirinha. Um casal a bordo levantou um tablet com a inscrição “Machismo e Sexismo” em desaprovação da ação da companhia. O ato de protesto foi compreendido pela empresa, que possui sede em Frankfurt, uma das cidades com maior número de manifestações do mundo.

  • O resumo da festa

A Lufthansa conseguiu levar, através de sua ação, um pouco da música e o clima festivo brasileiro aos passageiros, apresentando o sabor da caipirinha, que poderá ser degustada em qualquer restaurante no país e ainda coloriu um pouco mais o voo com as cores verde e amarela, que representam a nossa nação. No geral, a iniciativa foi bem recebida pelo público, apesar de algumas manifestações contrárias.

A ação contou com a presença da imprensa internacional a bordo, assim como a presença da mídia brasileira representada pelo Jeguiando, Grupo RAC de Campinas (representado pela jornalista Érica Araium) e pelo portal Cidade do Rio (representado pelo cinegrafista André Delacerda e pelo repórter Carlos Novello).

A empolgação estrangeira com o ícone das festividades brasileiras. Imagem: Erik Araújo

A empolgação estrangeira com o ícone das festividades brasileiras. Imagem: Erik Araújo

Por se tratar da primeira iniciativa do gênero, a Lufthansa potencialmente figurará entre as páginas do livro dos recordes por ter sediado a mais elevada festa da caipirinha de todos os tempos. Com relação à sua repercussão, apenas o tempo dirá. O que fica é a simpatia de ter visto a atenção aos detalhes para tentar caracterizar ao máximo a festa nos moldes das cores brasileiras.

Paula Sousa e o Diretor Aage Duenhaupt, idealizador da ação. Imagem: Erik Araújo

Paula Sousa e o Diretor Aage Duenhaupt, idealizador da ação. Imagem: Erik Araújo

  • Considerações sobre a ação

A organização do evento foi realizada pelo time alemão da companhia, o que vale sem dúvida uma absolvição no viés de imagem caricata do Brasil. Não me senti ofendido, gostei da animação e por sinal a caipirinha estava muito boa :D.

Se, como brasileiros, não gostamos de ver nossa pátria referenciada como lugar de bebida e mulheres seminuas, façamos mais e façamos melhor. Demonstremos sempre que possível as outras muitas faces de nossa nação, sendo inclusive respeitosos com a visão muitas vezes simplificada que ajudamos a construir historicamente para os estrangeiros e da qual ainda somos reféns.

Ao final da viagem, fiz questão de conversar com o diretor da companhia e responsável pela ação, Aage Duenhaupt, de forma a explicitar todos os pontos de vista que obtive de diversos passageiros e ouvir também as suas impressões. Uma coisa ficou clara: a ação nesse molde foi única, mas creio que a caipirinha ainda será vista em alguns voos durante o período da Copa.

  • Agradecimentos

À Lufthansa pelo convite; aos amigos de viagem Jörg, Erica, André e Carlos pela companhia.

Siga o Jeguiando nas redes sociais:

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

2 Comentários

  1. […] Longas viagens podem ser estressantes, mesmo quando são realizadas em voos nonstop. Sabendo disto a Lufthansa decidiu tornar o deslocamento de seus passageiros um pouco mais divertido, “bolando” uma ação que trouxesse a temática da Copa do Mundo, a ser sediada no Brasil, para alguns de seus voos entre a Alemanha e o nosso país.  [Leia mais] […]

  2. […] o Jeguiando participou de uma press trip para a Alemanha com o objetivo de realizar a cobertura da #LufthansaCaipiParty, a festa de caipirinha mais alta do mundo, ocorrida a bordo do voo da Lufthansa entre Frankfurt e […]


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: