HP Slate 7, para quem é louco por música

(*) Este texto não se trata de um publieditorial. A assessoria de imprensa Edelmann Significa nos enviou o equipamento, por duas semanas, para testes. Obrigado, Karine Moulin. #ReviewDeProduto #NaoPatrocinado

Como todos nós sabemos, hoje em dia uma das situações mais improváveis de acontecer em nossa rotina é ficarmos efetivamente offline ou sem nenhuma forma de acesso a equipamentos que nos coloquem em contato com nossa malha de contatos, redes sociais ou e-mail. E já que nossa rotina tem compreendido, cada vez mais, a necessidade de conectividade diária, há uma infinidade de equipamentos pipocando no mercado, sendo muitos deles em parte responsáveis pela grande redundância de recursos disponíveis que muitas vezes não utilizamos.

Depois de discutirmos anteriormente sobre a dúvida dos usuários sobre adquirir Tablets ou E-readers no review do Kindle Paperwhite, temos agora a oportunidade de falar um pouquinho mais sobre esse representante do contraponto dos E-readers: o tablet. Fabricantes internacionais têm começado a lançar no mercado dispositivos mais especializados e tentam desde sempre conscientizar os usuários de que equipamentos tecnológicos não precisam “fazer tudo”, contudo, devem desempenhar muito bem as funções a que se destinam. Mesmo que não oficialmente, esse parece ser o empenho da HP ao trazer para o mercado nacional o HP Slate 7, um tablet intermediário que entrega uma rica experiência multimídia por um preço bastante acessível.

Tablet HP Slate 7 - Imagem: Erik Araújo

Tablet HP Slate 7 – Imagem: Erik Araújo

  • Primeiras impressões

O HP Slate 7, logo de cara, chama a atenção pela qualidade de seu acabamento com textura emborrachada; robustez conferida pela moldura metálica escovada ao redor de todo o equipamento e, acima de tudo, pela qualidade de áudio proporcionada pelo chip de processamento de som “Beats Audio”. Qualquer louco por som sabe que, muitas vezes, não basta ter o melhor fone de ouvido do mundo se não tivermos algo à altura para plugá-lo. Nesse quesito encontra-se o grande destaque deste tablet de custo acessível comercializado pela HP.

Controles de volume. Precisos e elegantes. Imagem: Erik Araújo

Controles de volume. Precisos e elegantes. Imagem: Erik Araújo

Vista superior. Botão Power, Slot MicroSD, microfone e saída de áudio. Imagem: Erik Araújo

Vista superior. Botão Power, Slot MicroSD, microfone e saída de áudio. Imagem: Erik Araújo

Vista inferior com dois alto falantes e entrada MicroUSB. Imagem: Erik Araújo

Vista inferior com dois alto falantes e entrada MicroUSB. Imagem: Erik Araújo

Beats Audio, para quem gosta de som de verdade. Imagem: Erik Araújo

Beats Audio, para quem gosta de som de verdade. Imagem: Erik Araújo

Com preço que o coloca diretamente em combate com concorrentes de marcas de pouca projeção, ele se torna uma atraente opção principalmente ao público que não quer saber de muita coisa a não ser apinhar o seu tablet de músicas e ter a oportunidade de isolar-se do mundo enquanto encontram-se em deslocamento – seja em viagens ou nos trajetos diários. No dia em que o review foi escrito (03/01/14), o produto estava sendo vendido na loja online da HP de R$699,00 por R$539,10 (valor muito próximo a de um e-reader sem 3G).

Jegueton aproveitando a qualidade de áudio do Slate 7. Imagem: Erik Araújo

Jegueton aproveitando a qualidade de áudio do Slate 7. Imagem: Erik Araújo

  • Falando em ‘Tecnês’

O equipamento possui um processador dual core de 1.6GHz capaz de realizar tarefas bastante complexas, o que lhe confere um processamento acima da média se comparado a outros equipamentos situados nessa categoria. Um ponto interessante e que deve ser observado é que ele não é um produto idealizado para substituir smartphones, mas sim trabalhar em conjunto com eles.

Dentre algumas características do Slate 7, destacamos as seguintes: o equipamento possui rede Wifi 802.11 b/g/n, que pode ser utilizada para se conectar ao 3G de conexões de smartphones, por exemplo; não possui GPS integrado, o que o torna incompatível para alguns aplicativos na Google Play Store, como, por exemplo, ao Instagram, que tem como pré-requisito a utilização de um GPS para geolocalização (ponto negativo, já que o público alvo deste tipo de equipamento geralmente é adepto do compartilhamento de imagens); e, para “rodar” jogos, o tablet é bastante robusto e dá conta do recado – principalmente em jogos de corrida (que testei exaustivamente), onde o acelerômetro faz papel de direção. Gostei!

No quesito conectividade, além do Wifi, o equipamento conta ainda com Bluetooth; MicroUSB (para recarga e transferência de arquivos) e um slot MicroSD no topo do dispositivo para ampliação dos 8GB de memória padrão do equipamento. Segundo a fabricante, o equipamento lê cartões MicroSD de até 32GB.

Falando de imagens, a câmera do Slate 7 dá conta do recado com seus 3MP. Como fotógrafo, ainda sou partidário de que é melhor ter uma câmera do que simplesmente não ter uma câmera :D.

Foto não editada de Jegueton na penumbra ambiente interno. Imagem: Erik Araújo

Foto reduzida, não editada de Jegueton na penumbra ambiente interno. Imagem: Erik Araújo

Foto não editada de Jegueton contra a luz, ambiente externo. Imagem: Erik Araújo

Foto reduzida, não editada de Jegueton contra a luz, ambiente externo. Imagem: Erik Araújo

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A autonomia da bateria do equipamento é de aproximadamente cinco horas durante a execução de vídeos e, com o poder de processamento desse tablet, você não sofrerá vendo lags e mais lags durante a visualização. Os testes de vídeo foram bastante consistentes e sem dores de cabeça.

Jegueton assistindo desenhos. 5 horas de autonomia de bateria. Imagem: Erik Araújo

Jegueton assistindo desenhos. 5 horas de autonomia de bateria. Imagem: Erik Araújo

Aos adeptos da leitura, por se tratar de um tablet com sistema operacional Android, não há muito mais o que ser dito. Baixe os aplicativos que você já está acostumado a utilizar em seu smartphone e use com prazer a tela de 7″ para facilitar sua leitura. Adeptos de quadrinhos, vai aqui uma dica: Komik Reader é a melhor aplicação para a leitura EVER!

A simpática Jujuba do Sistema Operacional Android 4.1 (JellyBean). Imagem: Erik Araújo

A simpática Jujuba do Sistema Operacional Android 4.1 (JellyBean). Imagem: Erik Araújo

  • Conclusão

Se você procura um equipamento compacto, com bom poder de processamento e excelente qualidade de som para ouvir suas músicas ou ainda acompanhar suas séries em deslocamento, esse é realmente um forte candidato. Agora se você é da tribo que não aguenta depender de Wifi para tudo ou não vive sem Instagram, procure um smartphone ou um tablet de outra categoria com 3G, GPS e todas as outras firulas e seja feliz.

Para a lista completa de especificações do produto, visite o site da HP.

Acompanhe o Jeguiando nas redes sociais!

Conheça nossa Fanpage!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

2 Comentários

  1. Nilson Soares disse:

    Ótimo review… vou comprar um Slate7 pra mim assim que possível!


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: