Guararema, São Paulo – Dicas do que ver e fazer no destino


Um dos pontos que estão sendo mais discutidos atualmente, quando pensamos em turismo no Brasil, é o fato de que as pessoas estão mudando, aos poucos, a sua forma de viajar. Tradicionalmente, o turista brasileiro viajava em dois momentos do ano: nas férias de fim de ano, que contemplam dezembro a fevereiro, e nas férias de meio de ano, que englobam os meses de junho a agosto.

Nos dias de hoje, com o aquecimento da economia e com a crescente disseminação de uma cultura viajante efetiva no Brasil, as pessoas têm viajado mais e não necessariamente nas épocas tradicionalmente relacionadas às ferias. Viajar tem se tornado um estilo de vida e englobado muito mais um “senso de oportunidade” do que necessariamente planejamento, ou seja, tem envolvido as inúmeras promoções de passagens aéreas, o grande número de sites especializados em compras coletivas e também deixou de necessariamente envolver grandes distâncias. O turista brasileiro tem explorado as cidades próximas ao seu local de residência e encontra-se, cada vez mais, curioso em descobrir cidades charmosas para viajar em finais de semana e feriados prolongados. Viajar é a bola da vez e todo mundo quer trazer no currículo dicas interessantes de “lugarzinhos” para compartilhar, principalmente no auge da redes sociais, que deu voz e vez a indivíduos comuns.

Portal de Guararema. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Portal de Guararema. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Para quem está seguindo este fluxo relacionado à mudança de estilo de vida – o de substituir a aquisição de bens por experiências –, viajar para destinos próximos não só figura como uma vivência interessante, como também permite que viajemos em vários momentos do ano, sem necessariamente depender de longos períodos – como 15 dias ou um mês – para que isto aconteça. Em um fim de semana é possível viajar, se divertir, conhecer bastante coisa e adicionar a experiência às boas memórias. Um exemplo disso é a cosmopolita São Paulo, que encontra-se a poucos quilômetros de várias cidadezinhas charmosas e que valem uma visita. Para fugir de sua correria e estresse cotidiano, muitos paulistanos e habitantes de outras partes do Brasil e do mundo têm recorrido a uma série de estâncias turísticas para descansar, relaxar, passear e comer bem. Hoje, por exemplo, falaremos de uma simpática e pacata cidadezinha, localizada a apenas 88 km da capital paulista e que certamente vale uma viagem: Guararema.

Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

>>Conhecendo Guararema: saiba o que ver e o que fazer na cidade

Figurando entre os onze municípios do Alto Tietê e um dos 39 municípios da Região Metropolitana de São Paulo, Guararema não chega nem aos 30.000 habitantes – o que a mantém tranquila e pacata. Voltada ao turismo Ecológico e Rural e recortada por rios e cachoeiras em vários de seus pontos, a cidadezinha é um charme, sendo profundamente convidativa. Uma de suas grandes marcas é a presença do cultivo de orquídeas de vários tipos, além de várias opções de hospedagem de qualidade; bons restaurantes e cafés e vários atrativos turísticos, que rendem boas fotos e bons momentos. Um dos seus maiores eventos e que faz a cidade ganhar outras cores e formatos é o seu iluminado Natal Luz, que tem se firmado entre os melhores eventos do interior de São Paulo.

Vamos conhecer, então, um pouco mais desta cidadezinha, localizada a pouco menos de uma hora de carro de São Paulo, através dos seus principais atrativos turísticos.


  • Passeio de trenzinho

Um das formas mais divertidas e também indicadas para conhecer melhor Guararema é embarcando em seu trenzinho turístico. O trem, que parte todos os domingos e feriados da Praça Deoclésia, leva os turistas aos principais pontos e atrativos do município, sempre acompanhados de muita música e animação, sendo que o trajeto inteiro custa apenas R$ 3,00 (valores podem sofrer alterações). O trenzinho também atende a grupos, pousadas, festas e eventos.

Trenzinho turístico de Guararema. Imagem: Erik Araújo

Trenzinho turístico de Guararema. Imagem: Erik Araújo

Trenzinho turístico de Guararema. Imagem: Erik Araújo

Trenzinho turístico de Guararema. Imagem: Erik Araújo

Trenzinho turístico de Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Trenzinho turístico de Guararema. Imagem: Janaína Calaça

  • Igreja São Benedito (Matriz)

Localizada na Praça 9 de Julho, a Igreja São Benedito, ou Igreja da Matriz, é o marco inicial de Guararema, tendo sido fundada em 1875. À noite, tanto a Matriz, quanto a praça onde encontra-se localizada, ganham iluminação cênica e tornam-se ainda mais bonitas para serem fotografadas. A igrejinha abre todos os dias das 8 às 12h30 e das 14 às 16h40.

Igreja São Benedito, ou Igreja da Matriz. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Igreja São Benedito, ou Igreja da Matriz. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Igreja São Benedito, ou Igreja da Matriz. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Igreja São Benedito, ou Igreja da Matriz. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Igreja São Benedito, ou Igreja da Matriz. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Igreja São Benedito, ou Igreja da Matriz. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

  • Centro Artesanal Dona Nenê

Localizado no Parque de Lazer Profª Deoclésia de Almeida Mello – de onde parte o passeio de trenzinho turístico –, o Centro Artesanal Dona Nenê é um hub de artistas da região, que encontram no espaço um local para expor seus trabalhos. Vale muito uma passadinha por lá! Abre de quarta à sexta, das 12 às 18 horas; de sábado a domingo, das 10 às 19 horas e nos feriados, das 10 às 20 horas.

Centro Artesanal Dona Nenê. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Centro Artesanal Dona Nenê. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Centro Artesanal Dona Nenê. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Centro Artesanal Dona Nenê. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Centro Artesanal Dona Nenê. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Centro Artesanal Dona Nenê. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

  • Empório Cultural Megandra

Para quem busca um espaço agradabilíssimo para passar uma tarde descansando, conversando e tomando um bom café, sugiro conhecer o lindíssimo Empório Cultural Megandra – que se tornou um dos meus cantinhos preferidos na cidade. O projeto de criar o empório nasceu de seu idealizador, Marco Aurélio, em 1999, porém a viabilização da construção do espaço teve início em 2005 e foi finalizada, apenas, em março de 2011.

O Megandra é um verdadeiro complexo dedicado ao bem estar e à cultura. Além de tranquilo e relaxante, o local abriga um charmoso café – o Café Literário –; um espaço dedicado ao artesanato nacional sustentável e a móveis rústicos e de design; um espaço voltado para a prática de Yoga, que harmoniza corpo, mente, emoções e espírito; salas dedicadas a massagens relaxantes ou shiatsu e um espaço para realizar treinamentos e vivências holísticas – o Espaço Gaia.

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Para aproveitar tudo que este cantinho especial tem a oferecer, a minha sugestão é: vá com tempo e sem pressa conhecer o Megandra. Saboreie um café; circule pelo espaço e conheça as peças de artesanato e os móveis que são expostos no local; faça uma massagem; caminhe pelo jardim, localizado em frente ao Espaço Gaia; e simplesmente relaxe e aproveite a atmosfera de equilíbrio que o empório oferece. Sem dúvidas, é um dos locais mais imperdíveis de Guararema.

O Empório Cultural Megandra está localizado na Estrada Argemiro de Souza Melo, 350, Luis Carlos, Guararema.

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Empório Cultural Megandra. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

  • A belíssima Ilha Grande
Ilha Grande. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Ilha Grande. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Ilha Grande. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Ilha Grande. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Ilha Grande. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Ilha Grande. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Considerada um dos principais atrativos turísticos de Guararema, a Ilha Grande, inaugurada no final de 2004, é uma ilha localizada às margens do Rio Paraíba, que envolve, em seu território, um Núcleo de Educação Ambiental (o NEA). Para percorrê-la, 400 metros de pista foram construídos para facilitar o deslocamento de seus visitantes, sendo completamente acessível também para cadeirantes.

De lá, é possível contemplar não só a exuberância da flora que a circunda, como também sua fauna. Em nossa passagem pelo atrativo, conseguimos avistar capivaras, além de vários peixes que habitam o rio, como Piabas, Piabanhas, Piaus e Curimbatás. A ilha encontra-se localizada na Praça Lydia Custódio Dominguez e funciona todos os dias das 6 às 20 horas.

Capivara às margens do Rio Paraíba. Imagem: Janaína Calaça

Capivara às margens do Rio Paraíba. Imagem: Janaína Calaça

Rio Paraíba, visto a partir da Ilha Grande. Imagem: Janaína Calaça

Rio Paraíba, visto a partir da Ilha Grande. Imagem: Janaína Calaça

  • Recanto do Américo ou Pau D’Alho

Assim como a Ilha Grande, o Recanto do Américo ou Pau D’Alho é um espaço dedicado à contemplação. Situado na Rua Coronel Ramalho, o local é um dos cartões-postais da cidade e ganhou a alcunha de Pau D’Alho por abrigar, em seu território, a árvore bicentenária de mesmo nome, que é símbolo de Guararema. A partir do Recanto do Américo, é possível visitar as duas ilhas do Rio Paraíba do Sul e contemplar suas corredeiras e os animais que por ali vivem.

Recanto do Américo ou Pau D'Alho. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Recanto do Américo ou Pau D’Alho. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Recanto do Américo ou Pau D'Alho. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Recanto do Américo ou Pau D’Alho. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Ao redor do Pau D’Alho, o visitante também encontrará bons restaurantes, sorveteria e lojinhas de presente, além de vários banquinhos para sentar, contemplar a paisagem e deixar o tempo passar devagar. À noite, é um agradável ponto de encontro da população. Funciona todos os dias das 9 às 17h30 (ilhas).

Recanto do Américo ou Pau D'Alho. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

Recanto do Américo ou Pau D’Alho. Guararema, SP. Imagem: Erik Araújo

  • Estação Ferroviária de Guararema

Falando em cartão postal, a Estação Ferroviária de Guararema, que engloba o Pátio dos Ferroviários, é um dos ícones da cidade e vale uma visita principalmente por aqueles que gostam de fotografia. A antiga estação – que, em breve, será reativada – foi utilizada de 1876 até a década de 70 e tombada pelo município como patrimônio histórico. A estação voltará a funcionar novamente com a implantação de um roteiro turístico a ser operado pela Maria Fumaça 353, que levará até 150 passageiros em vagões da década de 1930 em uma divertida volta ao passado. A estação está localizada na Rua Dr. Falcão, próxima a cafés e barzinhos.

Estação Ferroviária de Guararema. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Estação Ferroviária de Guararema. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Estação Ferroviária de Guararema. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Estação Ferroviária de Guararema. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

  • Pontilhão

Localizado próximo à Estação de Guararema, o Pontilhão foi inaugurado em 1910 e trata-se de um projeto belga montado por ingleses na cidade. De lá, a vista é imperdível e a natureza ao redor é exuberante. Ótimo lugar para amantes de fotografia também.

Pontilhão ao fundo. Imagem: Erik Araújo

Pontilhão ao fundo. Imagem: Erik Araújo

  • Estação Literária

Ainda próxima à Estação de Guararema e ao Pontilhão, encontramos a Estação Literária, uma biblioteca super moderna, que tornou-se um dos pontos de encontro da cidade também. Oferece uma série de atividades para crianças, adultos e idosos e conta com um simpático café e cantinhos para ler e conversar. Está localizada na Rua 19 de Setembro, 223 e abre de terça à sexta, das 9 às 20 horas e sábado, domingo e feriados, das 10 às 17 horas.

Exposição na Estação Literária. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Exposição na Estação Literária. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Espaços e atividades para todas as idades. Estação Literária. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Espaços e atividades para todas as idades. Estação Literária. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Cantinho para leitura e bate-papo. Estação Literária. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

Cantinho para leitura e bate-papo. Estação Literária. Guararema, São Paulo. Imagem: Janaína Calaça

  • Orquidácea

Considerada um dos melhores orquidários do Brasil, a Orquidácea não só é um espaço dedicado à comercialização dessas belas flores, como também tornou-se um dos pontos turísticos de Guararema, apesar de se tratar de um projeto privado.

A história da Orquidácea está alinhavada à própria história de seu idealizador, Roberto Giorchino, que, desde muito jovem, nutria uma grande paixão pelas orquídeas – paixão esta herdada de sua mãe, D. Cecília B. Giorchino. Em sua casa, D. Cecília possuía cerca de trinta vasos das flores e contava com a ajuda de seu filho, Roberto, para mantê-las sempre bem cuidadas e floridas.

Orquidácea. Guararema, São Paulo. Imagem: http://www.orquidacea.com.br/fotos-orquideas/

Orquidácea. Guararema, São Paulo. Imagem: http://www.orquidacea.com.br/fotos-orquideas/

Paralelamente à vivência de Roberto entre as orquídeas, o renomado orquidófilo José Dias Castro, nos finais da década de 70, falece, deixando um acervo muito significativo dessas flores. Vislumbrando seu futuro, Giorchino adquire então as plantas, as leva para Guararema, e funda, em meados de 1979, o Orquidário Pérola do Vale, hoje conhecido nacionalmente como Orquidácea e torna as orquídeas um dos símbolos da cidade. Não deixe de visitá-la! =)

A Orquidácea encontra-se localizada na Estrada Heitor Pereira de Souza, 4415 (antiga estrada Municipal de Itapema) e funciona de segunda à sexta das 7 às 11 horas e das 13 às 16h:30 e nos sábados, domingos e feriados das 9 às 16 horas. Excursões com dia e hora marcados.

  • Natal Luz de Guararema

Considerado um dos mais importantes eventos de Guararema, o Natal Luz transforma as paisagens da cidade através de luzes e inúmeros enfeites produzidos artesanalmente pelos próprios locais em uma oficina da região, onde são fabricados os itens natalinos a partir da materiais recicláveis, como garrafas pet. Convidativa e pacata, Guararema fica ainda mais charmosa nos festejos de fim de ano, tendo atraído cerca de 80 mil visitantes na edição de 2012. Imperdível!

Natal Luz em Guararema, São Paulo. Imagem/Fonte: http://www.guararema.sp.gov.br/

Natal Luz em Guararema, São Paulo. Imagem/Fonte: http://www.guararema.sp.gov.br/

Natal Luz de Guararema. Imagem: Claudio Gatti/ Fonte: http://www.guararema.sp.gov.br/441/calendario+de+eventos/

Natal Luz de Guararema. Imagem: Claudio Gatti/ Fonte: http://www.guararema.sp.gov.br/441/calendario+de+eventos/

>>Visite também:

  • Parque Municipal da Pedra Montada

Com reinauguração programada para breve, o Parque Municipal da Pedra Montada engloba o famoso “monumento megalítico da Pedra Montada, que trata-se de uma sobreposição de pedras, sendo que a superior apresenta aproximadamente 6 metros de comprimento por 3 metros de largura e 2,50 metros de altura, e peso em torno de 50 toneladas; e a pedra inferior encontra-se parcialmente soterrada, possuindo dimensões estimadas de 7 metros de comprimento por 2,70 metros de largura e 2,50 metros de altura” (Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Municipal_Pedra_Montada). O local, que está passando por reformas e restaurações, logo mais abrirá ao público e encontra-se situado na Estrada Municipal da Lagoa Nova, km 8.

  • Igreja Nossa Senhora D’Ajuda e Igreja Nossa Senhora da Escada

Ambas datadas do século XVII, as Igrejas de Nossa Senhora D’Ajuda (de 1682) e a Igreja de Nossa Senhora da Escada (1652) também valem uma visita. A primeira, localizada na Rua D’Ajuda, abriga a imagem de Nossa Senhora D’Ajuda em Terracota, sendo que esta foi trazida diretamente da Europa para o Brasil. Funciona de segunda a sexta, das 8 às 18 horas e de sábado a domingo, das 7 às 17 horas. A segunda, localizada na Praça Salvador Lemes Cardoso, de arquitetura tipicamente Barroca, foi construída pelos índios sob a orientação dos jesuítas e abriga a única imagem de São Longuinho do Brasil. Funciona  de terça a domingo, das 9 às 17 horas.

>>Para entusiastas e profissionais de Hipismo

  • Haras Sapucaia
Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Aos entusiastas e profissionais de hipismo, o Haras Sapucaia, localizado em Guararema, destaca-se entre os mais importantes de São Paulo, tendo quase 30 anos de tradição na formação de cavaleiros e amazonas na modalidade salto. Em passagem pela cidade, não deixe de conhecer o local se você for um apreciador do esporte e de cavalos.

Propriedade dos sócios Sergio Alexandre Souza e Celso Ferreira, o haras conta com excelentes baias, uma pista de 3 mil metros quadrados e ainda dispõe de iluminação artificial para aulas noturnas. A Hípica Sapucaia/Ribeirão do Anjos fica aberta de terça-feira a domingo das 8 as 17 horas. Para maiores informações, o contato é o (11) 98317-3549.

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Haras Sapucaia. Guararema, São Paulo. Imagem: Erik Araújo

>>Para quem quer casar em Guararema

  • Fazenda da Estiva
Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Pela proximidade a São Paulo e por ser uma cidade pacata e convidativa, com clima ameno e belas paisagens cênicas, casais de várias partes do estado têm escolhido Guararema para celebrar seus matrimônios. Um dos mais famosos espaços para realização de casamentos e outros eventos sociais é a Fazenda da Estiva, uma casa de fazenda da época dos Bandeirantes, totalmente preservada e mobiliada. O local, que mantém vários itens originais, é envolto por natureza, jardins bem cuidados e possui uma área coberta de 300 m².

Na sede, a equipe da Baobah, responsável pelos eventos, monta toda a estrutura para receber a noiva e sua família no dia da cerimônia, além de cuidar de toda a logística que envolve o evento. A Fazenda da Estiva tem acesso direto pela SP 66.

Para contratar os serviços da Baobah, acesse http://baobah.com.br ou entre em contato pelos telefones (11) 4693-3186 ou (11) 94818-5017.

Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Fazenda da Estiva, para quem deseja casar em Guararema. Imagem: Janaína Calaça

Multifacetada e de atmosfera agradável, Guararema é uma opção cativante para quem quer fugir da correria de São Paulo, sem ter que percorrer grandes distâncias. Limpa, organizada e pontuada de opções de lazer, esta cidadezinha, distante a apenas 88 km da capital paulista, é ideal para visitar em fins de semana e feriados prolongados. #FicaADica

Aguarde nossa próxima postagem sobre onde se hospedar em Guararema! Fique ligado!

Para saber um pouco mais sobre a cidade, visite também o site oficial da prefeitura de Guararema: http://www.guararema.sp.gov.br/

(**) O Jeguiando viajou a convite da Assimptur – Assessoria de Imprensa e do Pool de Guararema.

Conheça nossa Fanpage!

Siga a nossa trupe no Twitter

 

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

12 Comentários

  1. Cecilia Meira disse:

    Janaina, Erik

    Adorei! Ficou muito bacana esta matéria sobre Guararema – lugar imperdível – como deu pra perceber claramente. Jana as fotos ficaram demais!!! Você é uma fera nisso!
    Parabéns aos dois! Voltem sempre. Bj.Tilinha

  2. Tilinha, que honra receber um comentário seu! Erik e eu agradecemos muito o feedback positivo e ainda mais a sua receptividade.

    Tentamos traduzir, ao máximo, a experiência que vivenciamos em Guararema, que definitivamente foi extremamente positiva.

    A fera das fotos é o Erik! =DDDD Eu apenas fiz algumas pequenas incursões, mas a maioria das fotos são de autoria do mocinho! Hahahahahaha

    Um grande e forte abraço,

    Jana.

  3. Maria Carolina disse:

    Muito bonita a reportagem sobre Guararema !
    Quem não a conhece , com certeza fica com vontade de coloca-la em um de seus passeios ! Parabéns !

  4. […] a oportunidade de conhecer mais um destino do interior de São Paulo: a simpática e acolhedora Guararema (leia aqui um pouco mais sobre o destino), localizada no Vale do Paraíba, a apenas 88 km da […]

  5. […] Dicas do que ver e do que fazer em Guararema – Atrativos e pontos turísticos […]

  6. Vagner Lima disse:

    Parabéns Pelo Artigo, Muito Bom!
    É um Lugar Lindo.

  7. Paula disse:

    Parabéns pela reportagem! muita clara, objetiva e bem especifica, eu fui a guararema a muitos anos atras pular carnaval. agora vou com minha filha visitar meus tios.
    fantástico trabalho!

  8. CARDOSO, JOSE FRANCISCO disse:

    Por favor esclarecer se há passeio de trem em Guararema.
    Em caso positivo, informar os horários ou telefone de alguém que possa dar a informação.
    Grato,

    • Olá, José. Tudo bem?

      José, existe sim o passeio de trem em Guararema.

      “O trem, que parte todos os domingos e feriados da Praça Deoclésia, leva os turistas aos principais pontos e atrativos do município, sempre acompanhados de muita música e animação, sendo que o trajeto inteiro custa apenas R$ 3,00 (valores podem sofrer alterações). O trenzinho também atende a grupos, pousadas, festas e eventos.”

      Prontin!

      Jana

  9. Débora P.C. disse:

    Mto boa a reportagem. Em janeiro desse ano(eu e minha irmã), estivemos em Guararema, uma amiga nos levou. Foi apenas uma tarde que ficou com gostinho de quero mais. Não sei qdo mas quero voltar e aproveitar mais dessa cidade super aconchegante.

  10. jose roberto dos santos disse:

    Gostaria de saber quando será a inauguração do presépio
    junto a estação de trem.


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: