Uma das características mais interessantes da França e que, sem dúvidas, torna o país profundamente atraente para quem gosta de viajar é a proximidade entre as cidades e regiões e as peculiaridades de cada uma delas – na França, cada destino possui atrativos muito particulares e oferecem experiências distintas aos seus visitantes. Em uma viagem de dez dias pela nação francesa, você consegue facilmente conhecer duas ou três cidades relativamente bem, sem precisar correr e se descabelar porque só conseguiu fazer check in em um destino, mas não aproveitou nada do que aquela cidade tinha a oferecer. Em dez dias na França, por exemplo, conheci Paris, Montpellier e ainda consegui fazer uma pequena incursão por Camargue e seus arredores. Em cada cidade, em cada região, vivenciei experiências completamente distintas, mas incrivelmente divertidas e interessantes.

Em minha passagem pelo sul da França, mais precisamente por Montpellier, meus companheiros de viagem – Pamela e Thiaguinho, do blog Rodei – e eu aproveitamos a proximidade da capital de Languedoc Roussilon para conhecer um pouco de Camargue e de seus arredores, que se encontram localizados a cerca de uma hora e meia de Montpellier, ao sul de Arles, entre o Mar Mediterrâneo e o Rio Ródano.

  • Descobrindo Camargue, na França, de 4×4 – Uma aventura divertida pelo campo
Passeio de 4x4 por Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Passeio de 4×4 por Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Thiaguinho, do blog Rodei, antes de partirmos para o passeio de 4x4 por Camargue. Imagem: Janaína Calaça

Thiaguinho, do blog Rodei, antes de partirmos para o passeio de 4×4 por Camargue. Imagem: Janaína Calaça

Reforçando que a França é um destino que oferece experiências distintas aos seus visitantes, sem que para isso o viajante precise rodar grandes distâncias, minha passagem por Camargue reflete bem o que afirmo nas linhas anteriores deste texto. Depois de mergulhar na cosmopolita Paris, eis que mergulho em outro ritmo e outras paragens no sul da França, em campos verdejantes, entre salares e animais. =)


Camargue, para quem não conhece, é uma região francesa que engloba mais de 900 km² em território e que ficou conhecida por reunir, em seu entorno, nada mais do que cinco (cinco!!!) parques naturais (o Parque Natural Regional de Camargue; o Parque Natural Regional dos Alpilles; o Parque Natural Regional de Luberon; o Parque Natural Regional de Verdon e, finalmente, o Parque Natural Regional de Queyras). Lar de mais de 400 espécies de aves, com destaque para os rosados e esbeltos flamingos, o destino abre-se aos olhos curiosos dos viajantes em campos amplos e salares e é uma ótima opção para quem aprecia o estilo de vida outdoor.

Vista de um salar. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Vista de um salar. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Vista de um salar. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Vista de um salar. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Aproveitando que Camargue nos convida a experiências outdoor, nada mais comum do que conhecer um pouco do destino em um automóvel 4×4! Chegando à cidade, Pam, Thiago e eu trocamos de carro e deixamos para trás o macio de nossa condução para embarcar na truculenta Defender. Quem nos recepcionou foi a equipe da Camargue Autrement, que trabalha com roteiros pela região focados em experiências ao ar livre.

Após embarcar na Defender, o passeio tem início com uma rápida passagem ao lado das muralhas medievais, que limitam alguns pontos da região. Rapidamente, no entanto, nos vemos fora da área mais urbanizada da região e somos tomados pela imagem de salares e por lagos pontuados por grupos de flamingos. Infelizmente, para a minha tristeza, o meu embasbacamento foi tamanho, que nem consegui puxar a câmera a tempo para fotografar os rosados flamingos.

  • Uma parada para um piquenique no campo
Passeio de 4x4 por Camargue e pelo campo. Imagem: Janaína Calaça

Passeio de 4×4 por Camargue e pelo campo. Imagem: Janaína Calaça

Parada em um rancho para um piquenique. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Parada em um rancho para um piquenique. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Depois da observação dos salares e dos flamingos, nos embrenhamos ainda mais pelas estradas de terra (com a Defender sacolejando e fazendo de mim e da Pam duas massinhas de pão).

A vista da estrada é deslumbrante. Ao longo do caminho de terra e pedregulhos, ranchos aparecem e desaparecem às nossas vistas, assim como manadas de touros, principal criação da região (a carne de touro, inclusive, faz parte de alguns pratos servidos em Camargue). Vez ou outra também éramos acompanhados por algum cavaleiro ou amazona, que nos seguiam por alguns pedaços do caminho montados em seus cavalos.

Parada em um rancho para um piquenique. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Parada em um rancho para um piquenique. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Parada em um rancho para um piquenique. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Parada em um rancho para um piquenique. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Depois dos sacolejos, o passeio inclui uma parada para um bucólico piquenique em um dos ranchos da região. É comum em Camargue alguns manadiers (proprietários de ranchos e de rebanhos de touros) permitirem a entrada de visitantes em suas propriedades, seja para conhecer os seus arredores, para contratar um passeio de cavalo ou simplesmente para uma paradinha para uma taça de vinho e um pedaço de queijo.

Em nosso piquenique, salame artesanal, pão de laranja e uma garrafa de vinho do tipo Rosé fizeram parte de nosso menu. A atmosfera? De total descontração e informalidade, o que é uma delícia para pessoas, que, como eu, adoram a liberdade e não curtem tantas pompas. =)

Salame artesanal. Imagem: Janaína Calaça

Salame artesanal. Imagem: Janaína Calaça

Parada para "cutucar" os bichanos. Imagem: Janaína Calaça

Parada para “cutucar” os bichanos. Imagem: Janaína Calaça

Depois do piquenique, uma das propostas do passeio de 4×4 promovido pela Camargue Autrement é conhecer e provar algum produto regional. Em nosso roteiro, tivemos a oportunidade de conhecer a Mas Du Notaire, uma adega que promove degustações dos vinhos produzidos em sua vinícola. Além dos seus vinhos (que são comercializados na própria adega), a Mas Du Notaire também funciona como uma hospedaria e disponibiliza algumas acomodações para quem queira passar uns dias na região e mergulhar mais profundamente no estilo de vida de Camargue.

Uma parada no Mas Du Notaire, para degustar os vinhos produzidos na propriedade. Imagem: Janaína Calaça

Uma parada no Mas Du Notaire, para degustar os vinhos produzidos na propriedade. Imagem: Janaína Calaça

Uma parada no Mas Du Notaire, para degustar os vinhos produzidos na propriedade. Imagem: Janaína Calaça

Uma parada no Mas Du Notaire, para degustar os vinhos produzidos na propriedade. Imagem: Janaína Calaça

  • Impressões sobre o passeio de 4×4 por Camargue

Como sempre (sempre!) digo, viajar é uma experiência particular e intransferível, ou seja, o que funciona muito para mim como viajante pode não funcionar para outras pessoas, afinal cada indivíduo possui um perfil e preferências distintas da minha. Para mim, a experiência foi realmente proveitosa e válida. Gosto de natureza, gosto do campo e da sensação de liberdade que um passeio como este me proporciona, no entanto sei que para pessoas que curtem vivências mais cosmopolitas e urbanas, o passeio pode não funcionar. Mesmo assim, deixo a dica para quem esteja de passagem pelo sul da França e próximo a esta simpática região. =)

  • Resumo do passeio

O passeio tem uma proposta de turismo contemplativo e de vivência do campo e da dinâmica da região. Inclui avistamento de salares, aves e animais da região, um piquenique em um rancho e parada para degustação de um produto regional, como vinho, por exemplo! =)

Para os amantes de cavalos, o turismo de Camarge oferece opções de cavalgadas para os turistas. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

Para os amantes de cavalos, o turismo de Camarge oferece opções de cavalgadas para os turistas. Camargue, França. Imagem: Janaína Calaça

  • Outras informações

– Quem opera o passeio: Camargue Autrement.

– Endereço da operadora do passeio: Camargue Autrement 7, Centre Commercial Port Royal. 30240, Le Grau du Roi.

– Tel.: 04 30 08 52 91.

– E-mail de contato: contact@camargue-autrement.com

Para contratar o serviço de um guia especializado, entre em contato pelo guides@ot-montpellier.fr Sugiro Cristine Combet, que, além de experiente e atenciosa, fala português.

  • Agradecimentos:

À Atout France pelo convite e por acreditar em nosso trabalho;

Aos amigos Pamela Fernandes e Thiago Khoury, pela companhia, pelos dias de riso, pelas boas histórias, por viverem comigo dias singulares e que guardarei na memória.

  • Visite:

Site oficial da Atout France no Brasil: http://br.franceguide.com/

Fanpage da Atout France: https://www.facebook.com/TurismonaFranca ou https://www.facebook.com/RDV.en.France?ref=stream

Touros felizes, contentes e saltitantes! Imagem: Janaína Calaça

Touros felizes, contentes e saltitantes! Imagem: Janaína Calaça

Conheça nossa Fanpage!

Acompanhe o Jeguiando nas redes sociais!

 

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

3 Comentários

  1. Em 1976 , andei les bouches du Rohne todo a pe.foi uma delicia, mas um calor infernal…naquela epoca existiam as salinas mas nao o aspecto turistico que hoje tem. Os botecos eram dos locais e eles
    Eram muito amaveis, e ficavam fascinado com um Bresilien, com sotaque de ingles andando a pe no camrgue….foi fantastico

    • Greg, eu gostei bastante de Camargue! Para quem aprecia a vida no campo e um tempo mais desacelerado, uma ida à região vale muito a pena. Um dos momentos mais bacanas foi tomar um vinho sentado em um rancho, enquanto via os touros andarem de um lado para o outro, curiosos com nossa presença. =)

      Grande abraço,

      Jana. =D

  2. […] mais sobre Camargue aqui. Dia 3- Arles: Apesar da minha memória comprometer meu relato, vou me esforçar para não ser […]


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: