Uma das poucas unanimidades brasileiras, quando se fala em aventura, sem dúvidas é Amyr Klink. Com um legado conhecido pelo grande público, o navegador agora oferece a experiência de sua tripulação e a tecnologia de sua embarcação Paratii 2 para os viajantes que desejam se aventurar pelo continente antártico.

A Latitudes Viagens de Conhecimento criou, em parceria com o navegador Amyr Klink, um roteiro aos bravos que desejam se aventurar pelo continente gelado. O roteiro, que dura em torno de 12 dias, é realizado a bordo do conhecido ícone da navegação antártica – o veleiro Paratii 2, desenvolvido para suportar as condições climáticas e de navegação daquela região. Para garantir que seus passageiros pudessem usufruir um pouco mais de privacidade e conforto a bordo, o veleiro sofreu alterações e adaptações recentes.

Amyr Klink falando sobre a expedição para a Antártida. Imagem: Erik Pzado

Amyr Klink falando sobre a expedição para a Antártida. Imagem: Erik Pzado

Alexandre Cymbalista da Latitudes fala sobre a proposta da viagem. Imagem: Erik Pzado

Alexandre Cymbalista da Latitudes fala sobre a proposta da viagem. Imagem: Erik Pzado

Longe de ser um cruzeiro, a expedição a bordo do Paratii 2 contará com o serviço prestado pelos viajantes também embarcados, o que proporcionará uma autêntica experiência de conhecimento. Conforme exposto no almoço de lançamento do novo projeto da Latitudes, que contou com a presença de Amyr Klink e de Alexandre Cymbalista – proprietário da operadora e agência focada em roteiros guiados por especialistas e em experiências que fomentem o aprendizado -, esta viagem tem como diferencial expor o passageiro à rotina operacional de uma embarcação deste porte. Como efeito colateral, o viajante ainda poderá aprender e executar tarefas associadas à navegação de acordo com suas afinidades. Sendo assim, não espere por luxos e mimos 5 estrelas totalmente dispensáveis nesse tipo de empreendimento.

Marina e Amyr Klink falam sobre as experiências de viagem. Imagem: Erik Pzado

Marina e Amyr Klink falam sobre as experiências de viagem. Imagem: Erik Pzado

Durante o bate papo bastante informal sobraram exemplos de passageiros que demonstraram seus dotes culinários a bordo ou ainda se mostraram bastante aptos a conhecer e avaliar cartas de navegação, o que transforma a viagem em uma verdadeira escola para a vida. Segundo Amyr Klink, que reúne mais de 19 viagens à Antártida – todas elas sempre levando algum marinheiro de primeira viagem -, esta vivência é uma grande oportunidade para o viajante conhecer e desenvolver novas aptidões. Não faltaram exemplos sobre os prazeres envolvidos neste tipo de expedição, realizada tantas vezes pela família Klink – uma das quais, inclusive, inspirou o livro Férias na Antártica das 3 filhas do casal Amyr e Marina.

Veleiro Paratii 2 em águas geladas. Imagem: Amyr Klink

Veleiro Paratii 2 em águas geladas. Imagem: Amyr Klink

  • Roteiro

O roteiro não é essencialmente fixo, embora conte com pontos de apoio pré-determinados em Punta Arenas, no Chile, de onde parte o voo até a Ilha Rei George, na Península Antártica. Após este trecho aéreo, o viajante embarcará no Paratii 2 e seguirá pelas águas antárticas por 12 a 14 dias de acordo com as condições climáticas. Cada expedição será realizada com até 8 passageiros – além da tripulação da embarcação -, o que garante uma experiência muito mais exclusiva e menos concorrida em termos de recursos em comparação às viagens normalmente operadas por embarcações com até 200 passageiros – mais comuns na região. Durante a expedição também, será possível ainda realizar pequenas explorações em terra firme, canoagem pela região e, sem dúvida, realizar o avistamento da fauna local.

Alexandre Cymbalista e Amyr Klink em palestra sobre roteiro antártico. Imagem: Erik Pzado

Alexandre Cymbalista e Amyr Klink em palestra sobre roteiro antártico. Imagem: Erik Pzado

Outro ponto importante sobre a expedição concerne à duração da viagem (12 a 14 dias). Esta foi determinada com base na experiência do navegador, que considera o modo tradicional de ir até a Antártida, em roteiros de até 5 dias, praticamente um crime, já que o local oferece uma experiência única.


O custo médio por passageiro é de aproximadamente 30.000 USD, incluindo atividades (como camping no gelo e canoyeing), a já tradicional e conhecida riqueza gastronômica e enológica que fizeram a fama dos barcos Paratii e Paratii 2 e equipamentos de segurança necessários para uma viagem deste porte.

  • Recursos tecnológicos

A bordo da embarcação, existem botes para que os passageiros possam explorar com mais agilidade as águas antárticas. Dentro de cada bote há uma maleta com itens de segurança incluindo telefone via satélite.

Veleiro Paratii 2 aportado sem porto. Imagem: Amyr Klink

Veleiro Paratii 2 aportado sem porto. Imagem: Amyr Klink

A embarcação Paratii 2 foi desenvolvida com o propósito de ser “encalhável”, isto é, não necessita de âncora para sua fixação. Para isso, ela utiliza um sistema de cordas similar ao utilizado por alpinistas, não dependendo desta forma de portos para atracar.

A internet a bordo possui um custo alto, logo os entusiastas do compartilhamento online deverão contentar-se com textos apenas durante a viagem. Há uma logística pré determinada para a utilização da internet, que satisfará as necessidades de comunicação dos mais conectados.

  • Condições Climáticas

Como as condições climáticas da região comandam toda a dinâmica de atividades, é importante que o viajante mantenha uma folga nas datas escolhidas para realizar a expedição. Se você depende de datas e horas precisas, este tipo de aventura não deve ser sua opção prioritária.

  • Suprimentos

Aos mais precavidos, um alento: é praxe da tripulação realizar a viagem com suprimentos para no mínimo 2 anos de autonomia, o que, sem sombra de dúvidas, é um conforto para quem realmente está disposto a conhecer um dos lugares mais inóspitos do planeta.

As saídas das primeiras expedições da Latitudes Viagens de Conhecimento para a Antártida – a bordo do Paratii 2 – acontecerão a partir do primeiro semestre de 2014. Programe-se!

Trupe do Jeguiando e Amyr Klink, ele nos conhece. :-) Imagem: Douglas Sawaki (Blog Turismo Backpacker)

Trupe do Jeguiando e Amyr Klink, ele nos conhece. 🙂 Imagem: Douglas Sawaki (Blog Turismo Backpacker)

Bônus do Evento

Ao final do evento noturno, ocorrido na Livraria Cultura da Av. Paulista, onde Amyr Klink falou um pouco mais sobre o projeto das expedições operadas em parceria com a Latitudes, tivemos uma grata surpresa durante a sessão de autógrafos. Ao nos apresentarmos, Jana e eu fomos surpreendidos com uma frase dita pelo navegador que significou muito para nós. Ficamos honrados ao ouvir da boca de Amyr Klink a singela frase: “… Eu conheço o Jeguiando…”. 😀

Acompanhe o Jeguiando nas redes sociais!

Conheça nossa Fanpage!

 

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

2 Comentários

  1. Nossa que desafio, só de pensar estou com frio (Risos)…

  2. Goiano Villela disse:

    Tenho interesse nesse cruzeiro na Antártida.

    Solicito que me envie das datas mas, tenho disponibilidade em Setembro e Outubro de 2015.

    Aguardo também previsão dos custos e roteiros e programa incluído.

    Att.

    Villela


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: