Sabor Viajante #1 – Canjica ou curau e munguzá


Viajar não envolve apenas se deslocar de um lugar para outro. Viajar significa, sobretudo, ter a oportunidade de conhecer outras culturas e uma das formas de estabelecer este contato é através da gastronomia das cidades, regiões e países para onde viajamos. Quem viaja e faz disso uma experiência profunda não hesita em provar um prato diferente e ingredientes novos. As viagens também proporcionam experiências interessantes, como a de descobrir que aquele prato que você sempre gostou tem um nome diferente e até outras formas de preparo em outras regiões do seu próprio país. Para falar um pouco sobre pratos que provamos em nossas viagens, que resolvemos criar no Jeguiando uma categoria chamada Sabor Viajante. Aqui, traremos não só fotos desses pratos, como também um breve descritivo sobre os mesmos e algumas receitas para tentar fazer em casa. Ou seja, se o dinheiro estiver curto para viajar, dar um pulo no mercado e tentar reunir ingredientes para preparar algumas delícias regionais em casa pode ser uma experiência e tanto. E, já que estamos em junho, às vésperas de São João, nada melhor do que começar por alguns pratos juninos! =)


Já é São João no Nordeste! Imagem: Erik Pzado

Já é São João no Nordeste! Imagem: Erik Pzado

Desde que me mudei de Salvador para São Paulo, tento me adaptar às diferenças relacionadas às festas juninas aqui no Sudeste. No lugar do amendoim cozido, na mesa paulista e paulistana o que impera é o pinhão. O que aqui chamam de canjica, no Nordeste, é munguzá. E o que aqui chamam de curau para mim sempre foi canjica! Em meio a esta grande confusão, tenho passado (quase) todos os anos o São João no Sudeste, depois que me mudei para São Paulo. Mas… Não adianta! Continuo chamando canjica de canjica e não de curau e a canjica daqui (de milho branco) de munguzá! Afinal, sou fiel às minhas raízes nordestinas!

Mas o que seria então canjica e o que seria munguzá?

Mungunzá no Nordeste, canjica no Sudeste. Imagem: Fábio Righetti.

Mungunzá no Nordeste, canjica no Sudeste. Imagem: Fábio Righetti.

  • Munguzá: Segundo verbete extraído da Wikipedia (objetivo e caceteiro!), o mugunzá “é uma iguaria feita de grãos de milho (geralmente branco) cozidos em caldo açucarado, algumas vezes com leite de coco ou de vaca, a que se junta polvilho com canela”. No mesmo verbete, consta que, no Sudeste, o prato atende pelo nome de canjica.
Canjica ou curau. Imagem: Fábio F. Santos.

Canjica ou curau. Imagem: Fábio F. Santos.

  • Canjica: Ainda segundo verbete extraído da Wikipedia, a canjica “é um tipo de papa elaborado com a farinha de milho branco ou milho verde ralado; levando também leite, manteiga, açúcar, condimentada com canela e servida quente ou gelada. Em algumas regiões, pode ser conhecida como curau ou mingau de milho branco”.

Não sei por que razão, mas acho que ambos os verbetes foram escritos por nordestinos, já que a definição de ambos está ligada à forma como estes pratos são conhecidos na região onde nasci! =) Mas… Vamos ao que interessa! Como preparar cada uma dessas receitas em casa?

Mugunzá

Mugunzá. Imagem: http://www.mulherde30.com.br/culinaria/festa-junina-munguza/

Mugunzá. Imagem: http://www.mulherde30.com.br/culinaria/festa-junina-munguza/

  • Ingredientes

– 500 g de milho para munguzá;
– 1 lata de leite condensado;
– 2 paus de canela;
– 1 litro de leite;
– 200 ml de leite de coco;
– 1 colher (sopa) de manteiga;
– Sal a gosto.

  • Modo de Preparo

– Coloque o milho de molho de um dia para o outro;

– Troque a água e coloque na panela de pressão juntamente com os paus de canela, de 30 a 40 minutos, resfrie e observe se o milho está macio;

– Se necessário, leve ao fogo por mais alguns minutos;

– Quando o milho estiver macio, acrescente o leite condensado, o leite de coco, o sal e a manteiga;

– Misture bem e acrescente o leite fervente;

– Deixe ferver e desligue o fogo;

– Deixe esfriar um pouco e sirva salpicado de canela em pó.

  • Tempo de preparo: 1 hora.
  • Rendimento: 10 porções.

Canijica

Canjica. Imagem: http://www.onordeste.com/onordeste/enciclopediaNordeste/index.php?titulo=Canjica&ltr=c&id_perso=2410

Canjica. Imagem: http://www.onordeste.com/onordeste/enciclopediaNordeste/index.php?titulo=Canjica<r=c&id_perso=2410

  • Ingredientes

– 8 espigas de milho;
– 500 ml de leite de coco tirado de 1 coco ralado;
– 2 xícaras (chá) de açúcar;
– 1 copo de leite;
– 1 pitada de sal;
– 1 colher (sopa) rasa de manteiga;
– Canela em pó.

  • Modo de Preparo

– Separe os grãos de milho da espiga;

– Passe no liquidificador os grãos e o copo de leite;

– Passe na peneira espremendo bem;

– Leve ao fogo numa panela, com o leite de coco, o açúcar, a manteiga e o sal, mexendo sempre;

– Deixe cozinhar até engrossar e soltar do fundo da panela, mexendo, por 40 minutos em média;

– Coloque numa travessa, polvilhe canela e sirva fria.

  • Tempo de preparo: 1 hora.
  • Rendimento: 10 porções.

 O munguzá é bem mais simples de ser preparado, mas a canjica exige um “tiquin” mais de trabalho! Se tudo der errado, não se avexe! Nos mercados, tanto no Nordeste, quanto no Sudeste, há preparados para fazer canjiquinha. Não fica a mesma coisa, mas já dá para animar a mesa junina! =) #FicaADica

Siga a trupe do Jeguiando no Twitter!

Conheça nossa Fanpage!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: