A ABBV – Associação Brasileira de Blogs de Viagem lançou ontem, dia 29 de maio, a campanha “Blogs de Viagem: Eu Leio!”, iniciativa que marcou o primeiro aniversário da entidade. A campanha teve como objetivo chamar a atenção do público em geral e também do mercado de turismo para o trabalho desenvolvido pelos blogueiros de viagem. A ação foi idealizada visando à valorização do segmento como um todo – blogs associados da ABBV ou não.

A grande maioria dos blogueiros, profissionais ou amadores, mantém seus blogs com investimento próprio – pagam suas viagens e dedicam ao blog boa parte do seu tempo. O blogueiro de viagem trabalha principalmente pelo prazer de compartilhar informações. “Com o lançamento dessa campanha queremos reforçar o sentimento de comunidade que percebemos nos blogs de viagem. Queremos sensibilizar o leitor e convidá-lo a valorizar o trabalho dos blogs que frequentam e com os quais muitas vezes colaboram através de comentários. É vital para um blog de viagem que ele tenha leitores que interajam com o blogueiro” – declara Silvia Oliveira, presidente da ABBV.

Blogs_de_Viagem_Eu_leio

A primeira fase da campanha incluiu o lançamento do selo da campanha e uma ação coletiva para dar visibilidade à iniciativa – no dia 29 de maio, quando a ABBV completou 1 ano, os blogueiros, associados ou não, usaram o selo da campanha como avatar no Twitter e no Facebook. Além disso, os blogueiros publicaram em seus blogs posts relacionados ao tema “ser blogueiro de viagem”. Durante o dia 29, as postagens dos blogs de viagem no Twitter usaram a hashtag #BlogsDeViagemEuLeio

A próxima fase prevê a criação de brindes com o selo da campanha que os blogs de viagem poderão dar aos seus leitores.


Dados de mercado: O Brasil é o país onde os usuários de internet mais consomem conteúdo em blogs (comScore, dez/2011). Do total de leitores de blogs no Brasil, 10% buscam informações sobre viagem (Boo Box, mar/2012).  De acordo com pesquisa realizada pela ABBV em 2012, 77% dos leitores acessam os blogs de viagem em busca de dicas.

  • Blogs de viagem: Nós lemos, escrevemos e valorizamos o trabalho desses espaços!

O Jeguiando não foi meu primeiro blog. Em 2005, meu primeiro contato com o universo dos blogs aconteceu através do extinto Noturnando (sim, eu adoro gerúndios), onde eu publicava poemas e contos sem grandes aspirações – sou, por formação, professora de literatura e era uma forma de me manter próxima à minha área e externar meu olhar sobre o mundo. O Noturnando, depois de um ano de vida, passou a fazer parte de um extinto hub cultural chamado Selva, onde minha relação com blogs passou a ser “mais séria”. No Selva, eu matei o Noturnando, criei o Casa de Burlesco (também extinto) e passei a escrever também para o Brutti (alguns contos que publiquei no Brutti foram reunidos e publicados no meu livro de estreia – o Obs(cena)s). Pois bem… O Selva acabou, o Casa de Burlesco acabou, eu me mudei para São Paulo, não me adaptei, dei uma pirada e o Jeguiando me salvou… literalmente.

O Jeguiando foi criado em janeiro de 2008. Depois de um ano morando em São Paulo, de perder uma pós por não conseguir escrever uma monografia (porque travei e deprimi), vi nas pequenas viagens que fazia uma forma de respirar e viver (o blog surgiu então como uma espécie de prolongamento desta sensação de euforia e alívio que eu sentia quando me distanciava de Sampa). Já não produzia mais literatura, porque tudo o que eu queria era não mergulhar em mim mesma, mas sim mergulhar no mundo. O Jeguiando virou então companhia, meu lugar, minha pequena pátria transcendental.

Blogs são espaços onde colaboração e interação são pontos cruciais para sua manutenção e desenvolvimento. Imagem: Erik Pzado

Blogs são espaços onde colaboração e interação são pontos cruciais para sua manutenção e desenvolvimento. Imagem: Erik Pzado

De válvula de escape, o blog foi, aos poucos, virando parte do meu cotidiano, a ponto de se tornar meu trabalho também. Através dele, consegui uma vitrine para meu trabalho como redatora e ganhei experiência em um mercado novo para mim, que não necessariamente se restringia às salas de aulas (que nunca deixei de amar).

O Jeguiando também me proporcionou uma série de experiências, que não teria se ele não existisse. Conheci muita gente, conheci muitos lugares, participei de projetos interessantes, tudo graças a ele. No entanto, um blog não se mantém sozinho. Ele depende do trabalho de quem o mantém (com amor e persistência), dos leitores que os visitam e das interações com outros blogs (afinal somos uma grande comunidade, que se complementa e que aprende com a experiência compartilhada).

Hoje, com cinco anos e meio no ar e tendo feito parte da fundação da ABBV – Associação Brasileira de Blogs de Viagem, Erik e eu não só temos orgulho de declararmos “somos blogueiros”, produzimos conteúdo e mantemos um blog, como também valorizamos o trabalho de todos aqueles que, de forma séria e responsável, sabem o valor que um blog tem. Além de terapia para uns, trabalho para outros, os blogs são espaços democráticos, onde o indivíduo comum, que antes não tinha voz e vez, hoje tem voz e ainda consegue inspirar e informar pessoas, tendo a liberdade, a responsabilidade e a interação como tripé onde se apoiar. Apesar do preconceito ainda existente em relação à atividade, cada vez mais os blogueiros estão mostrando a importância do trabalho desenvolvido e que por trás destes espaços não há gente desocupada vestindo pijamas. Há muita gente especializada e que trabalha de forma séria pela democratização da informação.

Criar um blog pode ser fácil (muitos criam blogs diariamente pensando em ganhar dinheiro de forma instantânea), mas mantê-lo é difícil. Um blog depende de sua dedicação, de seu tempo, do seu esforço para se manter de pé e, sobretudo, de muito amor por aquilo que você se propõe a fazer. Quem ama o que faz, colhe os frutos de um plantio paciente. E o plantio… Ah, o plantio não pode queimar fases.

Celebramos então, Erik e eu (mesmo atrasados), o orgulho de sermos blogueiros, o primeiro aniversário da ABBV (que vem desenvolvendo um importante trabalho para o reconhecimento da atividade) e tudo que um blog passou a representar em nossas vidas: trabalho, oportunidades, pessoas, liberdade, terapia e muitos frutos – frutos de um plantio cuidadoso, de paciência e de um regar diário. Nós valorizamos nosso blog e apoiamos todos aqueles que fazem de um blog uma extensão saudável e frutífera de suas vidas! Parabéns a todos nós!

Jana, Erik e Jegueton

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

2 Comentários

  1. mimi disse:

    Parabéns pelo post , quanta dedicaçao e amor é preciso

    Gostaria de parabeni -la pelo maravilhoso e divertido

    livro Papos de Viagem,abs

    • Querida Milca! Que alegria ler um comentário seu! =)

      Fico muito feliz em saber que gostou do livro, que se divertiu e que ele foi uma companhia durante a leitura!

      Um abraço apertado baiano para você,

      Jana.


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: