Terceira maior cidade do Canadá e localizada na Península Burrard, entre o Burrard Inlet ao norte e o Rio Fraser ao sul, Vancouver é banhada pelo Oceano Pacífico e marcada pela forte influência marítima tanto em sua cultura, quanto em sua gastronomia, caracterizada pela presença substancial de peixes e frutos do mar em seus pratos. O mar também faz parte do imaginário dos habitantes de Vancouver, pois, debruçado em suas águas, encontra-se um dos principais pontos turísticos da cidade: Granville Island, uma ilha que não é ilha, mas sim uma península, onde muitos locais se reúnem para fazer refeições, adquirir produtos frescos, passear ou passar um tempo diante do mar.


  • Granville Island – Vancouver, BC
Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Num dia chuvoso, um canto entre as árvores. Imagem: Erik Pzado

Num dia chuvoso, um canto entre as árvores. Imagem: Erik Pzado

Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Localizada em False Creek (é chamada de False Creek, pois, o que muitos pensam ser um rio, na verdade é um braço do Oceano Pacífico), em frente à Downtown Vancouver’s peninsula, Granville Island, no passado, foi um importante polo industrial para a cidade, a ponto de ser batizada, anteriormente, como Industrial Island. A região, além de abrigar indústrias, era uma espécie de extensão e suporte para o porto de Vancouver.

Granville_mapa

Apesar de ter deixado de ser um polo industrial para se tornar um polo turístico para a cidade, Granville Island mantém feições industriais, marcada pela presença de grandes galpões e depósitos, construídos com materiais que resgatam as feições da antiga versão da “ilha”: madeira, zinco ondulado, telhas, correntes, cordas de arame, cimento, rebites e ainda se vê por lá algumas caldeiras e máquinas industriais. A madeira e o zinco também foram incorporados às casinhas flutuantes, habitadas por locais abastados de Vancouver, em que, no lugar de carros na garagem, há lanchas, barcos e iates atracados.

  • As casas flutuantes de Granville Island
Casinhas flutuantes de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Casinhas flutuantes de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Casinhas flutuantes de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Casinhas flutuantes de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Incorporadas às feições industriais de Granville Island, as casas flutuantes, debruçadas sobre o mar e o Oceano Pacífico, são disputadíssimas pelos locais. Para conseguir viver lá, é preciso ter, além de muito dinheiro, paciência para chegar a ter a vista privilegiada para o rio (que na verdade é mar). Tendo dinheiro para comprar uma casa, o novo habitante pode comprar uma habitação com face para o continente. Com o passar do tempo, à medida que as casas são vendidas, aí sim ele pode adquirir uma habitação mais próxima ao “rio”, até chegar à vista total.

Casinhas flutuantes de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Casinhas flutuantes de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Escolhendo uma casinha para morar! =P Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Escolhendo uma casinha para morar! =P Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

  • Mercado público de Granville Island – Vancouver, BC

Depois de dar uma voltinha pelas casas flutuantes e morrer de inveja de quem mora por lá, é hora de conhecer o principal ponto turístico de Granville Island e também ponto de encontro de muitos locais: o Mercado Público de Granville Island, um verdadeiro complexo de compras, onde é possível adquirir desde produtos alimentícios (locais e exóticos) a roupas, artigos de decoração, papelaria, presentes e brinquedos.

Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Frutas frescas. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Frutas frescas. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Na primeira parte do passeio, sugiro caminhar pelo mercado público em si. Há uma grande (grande mesmo) variedade de frutas frescas (lindas!), legumes, verduras, carnes, peixes e frutos do mar, temperos, queijos, frios, doces, chocolates e outras gostosuras. Os canadenses são conhecidos pelo amor à gastronomia e as idas ao mercados públicos, para adquirir produtos frescos, é parte da rotina – logo, estes loacis são muito populares no Canadá. Ir a um mercado público é uma excelente oportunidade de mergulhar um pouco no cotidiano canadense. #ficaadica

Doces. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Doces. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Doces. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Doces. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Chocolates. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Chocolates. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Como nos bons e verdadeiros mercados públicos, experimentar faz parte. Logo, se alguém te oferecer algo, aceite. É de bom tom. Os habitantes, muitas vezes, querem compartilhar com um visitante o que para eles há de melhor em sua cidade. Em uma passada por um box, por exemplo, um vendedor me ofereceu uma espécie de salmão defumado caramelizado. Aceitei, comi, não gostei, mas valeu mesmo ver o olhar de alegria do vendedor em ver que aceitei o que ele ofereceu e me dispus a experimentar. É isso que vale em uma viagem! =)

Queijos. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Queijos. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Frios. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Frios. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Passeio com o chef. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Passeio com o chef. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Na ocasião, tivemos a sorte de estarmos acompanhados pelo chef de um dos hotéis da rede Fairmont, que nos deu algumas orientações sobre produtos locais vendidos no mercado e sugestões de combinações e preparo. Mas, caso não esteja acompanhado por um chefe, não tem problema! Muitos dos vendedores também dão dicas do que levar e em que empregar alguns alimentos e temperos. =)

Chocolates "Better than sex". Será? Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Chocolates “Better than sex”. Será? Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Ostras. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Ostras. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Frutos do mar. Ostras. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Frutos do mar. Ostras. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

British Columbia é famosa por seus peixes e frutos do mar, logo, o que você mais irá encontrar, em suas andanças pelo mercado, são boxes e galpões dedicados à comercialização de produtos extraídos do mar e de rios. Os mais famosos, sem dúvidas, são o Salmão de British Columbia e o King Crab (Caranguejo Real). A pesca no Canadá, no entanto, se dáde forma controlada e consciente. Uma das atuações que pudemos presenciar foi a devolução de filhotes de caranguejos ao mar. Durante a pesca, quando são lançadas as redes, caranguejos adultos e filhotes acabam sendo arrastados. O cuidado que têm é de separar os filhotes e devolvê-los ao mar, evitando que a pesca se torne predatória e impacte o desenvolvimento das espécies. Erik, inclusive, fez sua parte e devolveu um caranguejinho ao mar. =)

Camarões. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Camarões. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Caranguejos filhotes são devolvidos ao mar, para evitar que a pesca se torne predatória. Imagem: Erik Pzado

Caranguejos filhotes são devolvidos ao mar, para evitar que a pesca se torne predatória. Imagem: Erik Pzado

Erik devolvendo um caranguejinho ao mar. Imagem: Janaína Calaça

Erik devolvendo um caranguejinho ao mar. Imagem: Janaína Calaça

  • The Net Loft e as galerias de compras de Granville Island

Depois de caminhar pelas gostosuras do Mercado Público, é hora de conhecer as galerias de compras. Ao longo da ilha, galerias e lojinhas vendem de tudo: artigos esportivos, roupas, acessórios, jóias, bijouterias, artigos de decoração, utilitários domésticos, papelaria, livros, fotografia, quadros, esculturas, presentes, bebidas, artigos para pets e outras coisinhas mais. Uma das mais frequentadas é a The Net Loft, especializada em chapéus, moda, decoração e papelaria.

Galeriasde compras de Graville Island. Imagem: Janaína Calaça

Galeriasde compras de Graville Island. Imagem: Janaína Calaça

Pri pirando na lojinha de chapéus! Imagem: Erik Pzado

Pri pirando na lojinha de chapéus! Imagem: Erik Pzado

Decoração e design. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

Decoração e design. Mercado Público de Granville Island. Vancouver, BC. Imagem: Erik Pzado

  • Para quem viaja com filhos
Kids Market no Natal. Imagem: Erik Pzado

Kids Market no Natal. Imagem: Erik Pzado

Papai-Noel contando histórias para as crianças. Imagem: Erik Pzado

Papai-Noel contando histórias para as crianças. Imagem: Erik Pzado

Para quem viaja com filhos, a dica é passar na Kids Market. A loja, que possui um enorme mezanino, é um paraíso para os pequenos. Brinquedos, fantoches, livros, roupinhas de personagens e super heróis fazem os olhos da criançada brilharem (e dos pais também). A loja mantém também uma programação de atividades, inclusive sessões de narrativas de histórias. Quando visitamos Granville, era próximo do Natal, logo, quem estava contando histórias era o Papai-Noel.

Pri, um jegue parente do Jegueton e Jana. Imagem: Erik Pzado

Pri, um jegue parente do Jegueton e Jana. Imagem: Erik Pzado

No mundo das crianças. No mundo dos brinquedos. Imagem: Erik Pzado

No mundo das crianças. No mundo dos brinquedos. Imagem: Erik Pzado

  • Onde comer em Granville Island

Ao longo de Granville Island, há vários restaurantes interessantes para um café ou para almoçar. Na ocasião, fomos almoçar no Edible Canada, especializado em gastronomia canadense, para quem não abre mão de comer como um local (Eat like a local/ Eat local). No Edible Canada, das bebidas mais comuns (como refrigerantes a cervejas) a coquetéis, das entradas, pratos principais às sobremesas, tudo remete às bebidas e à gastronomia canadense, para quem quiser realmente mergulhar no cotidiano do país e da British Columbia.

Edible Canada, restaurante especializado em gastronomia canadense. Imagem: Erik Pzado

Edible Canada, restaurante especializado em gastronomia canadense. Imagem: Erik Pzado

"Vou comer comida local!". Imagem: Erik Pzado

“Vou comer comida local!”. Imagem: Erik Pzado

Entre as bebidas e pratos que provamos no dia, destacamos: Caesar (coquetel tipicamente canadense, à base de Clamato – uma espécie de suco com mariscos e tomate -, vodka, pimenta do reino, enfeitado com uma fatia caramelizada de bacon); Krisda (uma espécie de Coca-cola canadense, com menos sódio); sopa fria de maricos (fantástica!); salmão da British Columbia e, de sobremesa, o Chai Crème Brûlée, feito à base de um chá típico na British Columbia.

Ceaser, coquetel típico canadense. Imagem: Erik Pzado

Caesar, coquetel típico canadense. Imagem: Erik Pzado

Gordins no Edible Canada. Imagem: Erik Pzado

Gordins no Edible Canada. Imagem: Erik Pzado

No local, ainda há uma lojinha (localizda na entrada do restaurante), onde são vendidos vários produtos locais, como geléias, temperos, compotas, produtos à base de mapple, patês e azeites. Vale também uma passadinha por lá!

Entradinha: uma sopinha de mariscos. Imagem: Janaína Calaça

Entradinha: uma sopinha fria de mariscos. Imagem: Janaína Calaça

Krisda (tipo uma Coca-cola canadense). Imagem: Erik Pzado

Krisda (tipo uma Coca-cola canadense). Imagem: Erik Pzado

  • Outras informações sobre o Edible Canada:

– Localização: 1596 Johntson Street, Vancouver, BC.

– Telefone: 604.682.6681

– Site oficial: http://www.ediblecanada.com

– Fanpage: https://www.facebook.com/ediblecanada

Salmão de British Columbia. Imagem: Janaína Calaça

Salmão de British Columbia. Imagem: Janaína Calaça

Chai Crème Brûlée, feito à base de um chá de British Columbia. Imagem: Erik Pzado

Chai Crème Brûlée, feito à base de um chá de British Columbia. Imagem: Erik Pzado

O que achou de Granville Island? Vale uma visita? Se vale, não deixe de anotar as informações sobre o local! Boa viagem!

  • Outras informações

– Localização: 1689 Johnston Street. Vancouver, BC, Canadá.

– Horário de Funcionamento: Semana toda, das 09 às 19 horas.

– Site oficial: http://granvilleisland.com/

Graville Island. Imagem: Erik Pzado

Graville Island. Imagem: Erik Pzado

  • Agradecimentos:

À  Comissão Canadense de Turismo (CCT) pelo convite e por acreditar em nosso trabalho;

Aos amigos José Mauro Nassar, Priscila De Martini e Ari Paleta, pela companhia, pelos dias de riso, pelas boas histórias (que foram muitas!), por viverem conosco dias singulares e que guardaremos na memória.

  • Para acompanhar as notícias e conhecer mais sobre o Canadá, visite:

http://br.canada.travel
http://twitter.com/exploreocanada
http://youtube.com/exploreocanada
http://flickr.com/exploreocanada
http://canadakeepexploring.tumblr.com/
http://pinterest.com/explorecanada/

Acompanhe o Jeguiando nas redes sociais!

Conheça nossa Fanpage!

http://www.facebook.com/Jeguiando

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

2 Comentários

  1. Neusa disse:

    Adorei conhecer Gradville Market. O Canada foi uma grata surpresa. Só não gostei muito de Montreal.

    • Erik PZado disse:

      O Grandville é um grande achado! Chegar e sair de lá usando um AquaBus é algo bem interessante. Montreal tem uma cena gastronômica bem interessante, admito que gostei muito da variedade de museus, cafés, restaurantes e acima de tudo do transporte público por lá! :D. Que não nos ouçam, mas a minha cidade preferida até agora é sem dúvidas Halifax!


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: