Grand Rex – O maior cinema de Paris e da Europa


Há muito, muito tempo mesmo, não vou ao cinema. Uma das maiores paixões de minha vida eu deixei de lado um pouco – infelizmente. Dizer que precisei viajar a Paris, para entrar em um cinema novamente parece piada e exagero, mas não é. Fazia tempo que não sentava em meio à escuridão de uma grande sala, esperava a tela acender e um outro mundo aparecer diante de meus olhos. Cinema é para mim saudosismo.

Vivo em uma cidade repleta de salas de cinema, mas penso nas filas e desisto; penso nas tarifas altas e desisto, aí acabo ficando em casa e vou ler quadrinhos. O cinema para mim carrega uma nostalgia imensa, daquelas que dão nó na garganta e tudo. Passei tardes e tardes de minha vida pelas salas de arte de Salvador – não só porque muitas delas trabalhavam com tarifas humanas, como e, principalmente, porque aprendi a gostar de filmes de arte. Os filmes mais marcantes que assisti foram em salas de Salvador – no antigo cine Glauber Rocha, hoje Espaço Unibanco; no MAM; no extinto Cine XIV; na sala do Museu Geológico, na Vitória; na Sala de Arte da UFBA, no Canela; na sala Walter da Silveira etc. Mudei de cidade e deixei meu amor pelo cinema guardado, suspenso, envolto em nostalgia.


Grand Rex - O maior cinema da Europa fica em Paris. Imagem: Divulgação

Grand Rex – O maior cinema da Europa fica em Paris. Imagem: Divulgação

E aí fui parar no Grand Rex, em Paris… Neste dia, Pamela, Thiago (meus companheiros nesta viagem) e eu estávamos cansados (muito cansados) da caminhada do dia. Quando eu digo cansados, digo cansados mesmo. Mal conseguíamos andar de dor nos pés, de tanto subir e descer escadas no metrô e por termos passado realmente o dia inteiro na rua. Mas tínhamos combinado de conhecer o Grand Rex – o maior cinema de Paris e, para minha surpresa, da Europa também.

Grand Rex é um cinema antigo – antigo e glamouroso – criado a partir do sonho de um rico produtor de origem tunisina, Jacques Haïk, em 1932. Para trabalhar com cinema, é preciso ser sonhador, às vezes megalomaníaco, mas sobretudo não ter medo de imaginar o aparentemente impossível. Para o cinema, não há limites e Haïk traduziu sua paixão na concepção do Grand Rex (o grande rei), que ganhou este nome para tentar traduzir o projeto do seu idealizador – o de ser o maior cinema da Europa.

Grand Rex. Paris, França. Imagem: Divulgação

Grand Rex. Paris, França. Imagem: Divulgação

Idealizado para acomodar 3300 espectadores, o Grand Rex foi inaugurado em 8 de Dezembro de 1932 e, no dia de sua inauguração, a sociedade parisiense foi surpreendida não somente pela grande quantidade de assentos, mas, sobretudo, pelo seu visual inovador e ousado. O Grand Rex foi a primeira sala “atmosférica” da Europa (uma sala fechada que dá a impressão de estar localizada no exterior, graças a uma abóbada azul que imita uma noite estrelada – o efeito é realmente surpreendente). A decoração interior do grandioso cinema foi inspirada no estilo mediterrânico, tendo palácios venezianos, fachadas arabo-andaluzas, estátuas gregas, minarete e palmeiras como inspiração. Tudo no Grand Rex traduz grandiosidade. É uma sala singular, eu diria.

Dividido em grandes mezaninos, o Grand Rex não só funciona até hoje como um dos mais queridos cinemas de Paris, como abriga uma série de pré-estreias, festivais, espetáculos e shows – este ano, em abril, a cantora Marisa Monte, inclusive passará por lá. Na noite em que visitei o cinema, ainda descobri que uma das minhas cantoras preferidas, Cesária Évora (que infelizmente já partiu), fez seu último show exatamente lá e que aquele era um dos seus lugares preferidos no mundo, entre os muitos em que esteve na vida.

Para quem há muito tempo não pisava em um cinema, para quem há muito não se deixava esquecer do mundo lá fora, dos aborrecimentos, das demandas, minha “reestreia” não poderia ter sido mais marcante e especial. Depois de tanto tempo, debaixo de um céu de estrelas cenográfico, mas mágico como tudo no mundo cinematográfico, retomei minha antiga paixão. E que as luzes se apaguem e a magia comece… sempre.

  • Les Etoiles du Rex – Por trás dos bastidores
Grand Rex - O maior cinema da Europa fica em Paris. Imagem: Divulgação

Grand Rex – O maior cinema da Europa fica em Paris. Imagem: Divulgação

Se você estiver em Paris e resolver assistir a uma sessão no Grand Rex, reserve um tempinho também para conhecer o les Etoiles du Rex, os bastidores do cinema. Aberta em 1998, a visita foi idealizada de uma forma diferente. Em vez de um percurso tradicional, com paradas muitas vezes enfadonhas, a visita aos bastidores foi alinhada ao mundo onírico do cinema: cheia de efeitos especiais e interativa, com direito a vento, a leves banhos e até solavancos do King Kong. No fim das contas, literalmente você passa de espectador a personagem do seu próprio filme, mas os detalhes sobre esta divertida “viagem”… Ah, estes eu não vou contar não! Passe lá e divirta-se! =)

Observações importantes: Por ser uma viagem internacional, é aconselhável fazer um seguro de viagem. Viajou para longe de casa, não deixe de fazer um seguro!

  • Outras informações:

– Localização: 1 Bd Poissonnière | 75002, Paris.

– Tel.: 01.45.08.93.58

– Fax: 01.42.21.11.93

– Site oficial: www.legrandrex.com

Grand Rex. Imagem: Divulgação

Grand Rex. Imagem: Divulgação

  • Agradecimentos:

À Atout France pelo convite e por acreditar em nosso trabalho;

Aos amigos Pamela Fernandes e Thiago Khoury, pela companhia, pelos dias de riso, pelas boas histórias, por viverem comigo dias singulares e que guardarei na memória.

  • Visite:

Site oficial da Atout France no Brasil: http://br.franceguide.com/

Fanpage da Atout France: https://www.facebook.com/TurismonaFranca ou https://www.facebook.com/RDV.en.France?ref=stream

Acompanhe o Jeguiando nas redes sociais!

Conheça nossa Fanpage!

http://www.facebook.com/Jeguiando

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

3 Comentários

  1. Tiago Rafael disse:

    Gosto muito do jeguiando. Uma vez me livrou a cara, quando tive que aprender a pegar o metrô em São Paulo.
    Realmente este cinema é demais. Espero um dia ter a oportunidade de visitá-lo.

  2. Bianca disse:

    Adorei seu post,assim como voce adoro viajar!!!! farei um mochilao na europa ,ve meu video se te interessar!!

  3. Ótimo post! Esse cinema é mesmo grandioso e com todos os detalhes descritos, dá ainda mais vontade de conhecer. Nós vamos indicar aos nossos viajantes!

    Rail Europe Brasil


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: