Paris é grandiosa, cosmopolita e emocionante em muitos de seus recantos. Consolidada como um dos destinos mais visitados no mundo, a capital francesa recebe, todos os anos, milhares (ou seriam milhões?) de pessoas que viajam em busca de romance, para provar de sua singular gastronomia, para visitar lojas, fazer compras ou simplesmente para aprender ou refinar a língua do amor: o francês. Recentemente, tive a oportunidade de conhecer a cidade a convite da Atout France, a agência de desenvolvimento turístico da França, que nos apresentou este pedaço incrível da Europa de um jeito todo especial: uma Paris além da Torre Eiffel, do Louvre e dos Champs-Élysées.


Arco do Triunfo. Paris, França. Imagem:Janaína Calaça

Arco do Triunfo. Paris, França. Imagem: Janaína Calaça

Foram quase dez dias imersa não só nas ruas, mas também na cultura parisiense: andei de metrô, visitei museus interessantes, peguei ônibus, quase congelei, tomei vinho, comi queijo, crepe e baguette, quase chorei (ou será que chorei?) ao pisar pela primeira vez em Montmartre (que povoou durante muitos anos meu imaginário através dos livros de Eça de Queiroz, no tempo em que eu era uma estudante do curso de Graduação em Letras e me encantava pela Montmartre boêmia, pontuada de artistas, que até hoje vemos por lá) e quando dei de cara com a secular Basílica de Sacré Cœur.

Vi a Torre Eiffel de passagem, encoberta em uma tarde cinza e fria e achei linda, mas não me detive por lá, para poder ver tubarões nadando no Aquário de Paris. Vi o Arco do Triunfo emoldurado por folhas de todas as cores, que me diziam, silenciosamente, que o outono estava chegando ao fim, para dar lugar ao inverno. Fiz chocolate pela primeira vez, depois de visitar o Musée Gourmand du Chocolat e vivi uma experiência engraçadíssima no lindo cinema Grand Rex, o preferido da minha saudosa Cesária Évora (a última apresentação de Cesária foi exatamente neste cinema). Visitei também o grandioso Château de Vaux Le Vicomte, que inspirou nada mais, nada menos que o Palácio de Versalhes (em francês: Château de Versailles) e onde várias películas tiveram suas cenas filmadas por lá, como o Homem da Máscara de Ferro.

Chateau Vaux le Vicomte. Imagem: Divulgação

Chateau Vaux le Vicomte. Imagem: Divulgação

E me despedi de Paris duas vezes nesta viagem… Uma brevemente, quando peguei o trem na Estação Paris Gare de Lyon rumo à Montpellier (localizada no sul da França e que me arrebatou de forma profunda) e a outra, quando dei adeus à França no voo de volta ao Brasil, ao lado de dois amigos especiais que fiz nesta viagem – Pamela Fernandes e Thiago Khoury, do divertidíssimo blog Rodei, a quem agradeço muito pelas horas agradáveis e principalmente pela companhia.

Em Montpellier, vivi dias incríveis em uma cidade povoada principalmente por estudantes, que viajam para o destino todos os anos para aperfeiçoar o estudo do francês. Visitei o centro antigo, com suas construções medievais, suas ruelas e vielas charmosas e sua garoa fina no fim do dia, neste outono que aos poucos nos dava adeus para dar lugar a um inverno que se aproxima. Assisti, pela primeira vez na vida, a um duelo de street dance e Hip Hop (no Braun Battle of the Year) e me peguei empolgadíssima torcendo pelos grupos que davam show de piruetas e de força corporal, reinventando o conceito de batalha ou duelo, sem violência e brutalidade, mas sim com arte e ideologia.

Braun Battle of the Year. Montpellier, França. Imagem: Janaína Calaça

Braun Battle of the Year. Montpellier, França. Imagem: Janaína Calaça

Andei na traseira de uma Defender em Camargue, fiz picnic em um ranchinho com vacas curiosas me olhando comer salame e tomar vinho quase à hora do café. Provei carne de touro pela primeira vez, andei nos trens coloridos e psicodélicos de Montepellier e corri para não perder o trem de volta a Paris (mas se eu perdesse, não teria problemas de passar um dia a mais naquela cidadezinha de cores vibrantes e atmosfera leve, que tanto me encantou).

Fui embora de Paris, voltei para o Brasil e hoje, sentada diante do velho pc, tento organizar as memórias, revolver as sensações, recordar os risos e reviver os dias que passei na França. Dias bons, dias incríveis, dias em boa companhia. Aos poucos, como quem partilha uma baguette ou uma garrafa de vinho ao pé da Torre Eiffel, vou contar a vocês tudo que vivi e que a saudade, herança tão lusitana, me acompanhe e me proteja!

Observações importantes: Por ser uma viagem internacional, é aconselhável fazer um seguro de viagem. Viajou para longe de casa, não deixe de fazer um seguro!

Pamela e Thiago, boa companhia para uma linda viagem. Imagem: Janaína Calaça

Pamela e Thiago, boa companhia para uma linda viagem. Imagem: Janaína Calaça

Agradecimentos:

À Atout France pelo convite e por acreditar em nosso trabalho;

Aos amigos Pamela Fernandes e Thiago Khoury, pela companhia, pelos dias de riso, pelas boas histórias, por viverem comigo dias singulares e que guardarei na memória;

Ao Erik, meu amor, com quem voltarei à França um dia e que certamente fará fotos muito melhores do que as minhas. 🙂

Visite:

Site oficial da Atout France no Brasil: http://br.franceguide.com/

Fanpage da Atout France: https://www.facebook.com/TurismonaFranca ou https://www.facebook.com/RDV.en.France?ref=stream

Acompanhe o Jeguiando nas redes sociais!

Conheça nossa Fanpage!

http://www.facebook.com/Jeguiando

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

16 Comentários

  1. Erik Pzado disse:

    Own Neguinha! Te amo e farei fotos de nós dois! E por isso ficarão melhores vice! Mandou muito bem! Representou 🙂

  2. Thiago disse:

    Não uai, foto de vocês dois quem tem que fazer sou eu, você capricha nas fotos da Jana e nas que eu vou carinhosamente me apropriar ao longo da viagem! 😉

    Jana, obrigado pelo “dendê” nesses 9 dias de viagem! Foi um prazerzão nega! 😀

    • O prazer foi meu, Thiaguinho! 🙂 Tenho muito a agradecer a você e a Pam pela companhia e por fazer desta viagem algo tão especial. Foi a minha primeira vez na França e primeira vez costuma ser marcante, né?! Imagine se eu não tivesse a companhia risonha de vocês? Será que Paris teria sido tão especial?

      Um grande e forte abraço baiano,

      Jana.

  3. Cláudia Khoury disse:

    Querida Jana,
    Lí seu post com muito prazer, vc tb é um sucesso!
    Me emocionei com suas impressões sobre os lugares
    e sei exatamente o que é compartilhar alguns dias de
    viagem com o Thiago, é tudo de bom.
    Agora seu blog está nos meus favoritos. Bjs

    • Querida Cláudia,

      fico feliz que tenha gostado do post! Foi sincero e tentei, de algum jeito, transmitir todos os bons momentos que vivi nesta viagem, seja pelos lugares que tive a oportunidade de conhecer, seja pela companhia de pessoas como a Pamela e o Thiaguinho, que fizeram desta viagem e desta primeira vez na França algo realmente singular e a guardar com carinho na memória! 🙂

      Volte sempre! A casinha é humilde, mas está de portas abertas. 🙂

      Um grande beijo,

      Jana.

  4. Marcelo disse:

    \o/\o/\o/ Parabéns ao Jeguiando por mais uma viagem bacana!

  5. Estevão Severino disse:

    Aeeee Jana! Bem vinda ao mundo dos contaminados pela cidade luz! Agora já elvis! Você VAI querer voltar lá várias e várias vezes!
    Parabéns pela matéria! Ficou sensacional!
    Você tem que conhecer as entranhas de Paris e suas ruelas com lojinhas e mais lojinhas….hahaha
    Parabéns!!!! Bjos

  6. Ei Jana,

    Acompanhei as fotos durante a viagem e aguardo ansiosamente pelos posts. 🙂
    Ainda não conheço Paris mas morro de vontade! Vou anotar todas as dicas para planejar minha viagem.

    Beijos,
    Lillian.

  7. Ana disse:

    Lindo o post, Janaína! Sou uma amante da França, e sofro um pouquinho tentando aprender a língua.. haha! Sonho com o dia em que visitarei esses lugares por onde passastes, e não somente admirar o brilho da encantadora Paris, mas apreciar as pequenas cidades, e cada detalhe que faz da França esse país “maravilindo”! P.s: não conhecia seu cantinho, e já estou amando!

  8. TS.88 disse:

    Paris é muito mais quea Torre Eiffel! Estive a pouco tempo nessa cidade maravilhosa e percebi que além dos pontos turístico há muita cultura nessa cidade bem diferente de outras capitais da Europa. Durante o meu programa de intercâmbio na França, eu fiz um curso de francês em Paris para aprimorar mais um idioma no meu curriculum e sem dúvida foi uma experiência fascinante. Intercâmbio em Paris é muito show!

    Abs

  9. Adorei o seu post!! Estou compartilhando.. Espero que não se importe!!! 😉

  10. ok Hoteles disse:

    Olá. Post muito bom, eu amo Paris, há muito para descobrir, eu acho que o que eu mais gostei foi Montmartre, cada bar, cada restaurante … tem um charme especial. Gosto de saber mais do que o habitual, se você quiser saber mais Castilla-Leon, uma comunidade rica em património e gastronomia, ou seja, Palencia, pequena cidade acolhedora em Venta de Baños tem um muito bem colocado para ver Valladolid, Palencia, Leon, Burgos e Salamanca.

  11. Diogo disse:

    Legal 🙂 Esse ano fui para Europa, usei esse site aqui [conteúdo publicitário removido] para cadastrar meu roteiro. Ajudou muito pois não precisei usar planilhas nem nada e ainda pude anotar as dicas que meus amigos me deram.


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: