Rio Sucuri – Flutuação em Bonito, MS


Caros jeguiantes, entre os dias 25 e 31 de julho, a trupe do Jeguiando arrumou suas mochilas e cangalhas e partiu para uma fam trip em Bonito, a convite do Bonito Web e do Bonito Hostel. O Bonito Web, que cuida da divulgação do Recanto Ecológico do Rio da Prata e da Estância Mimosa, foi novamente nosso parceiro nesta viagem ao lado do Bonito Hostel – tocado por seu Luiz Octávio (que há anos reúne várias histórias sobre a cidade na cachola!) e tem em sua filha, Maria Laura Junqueira, uma das maiores entusiastas do hostel -, que já recebeu e recebe pessoas de todos os cantos do mundo, interessadas em descobrir o por quê de Bonito já ter sido citado mais de 9 vezes como o melhor destino de ecoturismo no Brasil. Os atrativos naturais de Bonito e de suas cercanias (Jardim e Bodoquena) envolvem desde rios com águas cristalinas, a cachoeiras, trilhas, grutas e balneários. Hoje, falaremos de um dos rios que, ao lado do Recanto Ecológico do Rio da Prata, compõem este “complexo” de águas cristalinas, que variam apenas de coloração: uns tendem mais ao verde outros ao azul, como é o caso do rio Sucuri.

  • Fazenda São Geraldo, Bonito, MS
Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Localizada apenas a 18 km do centro de Bonito, na Serra da Bodoquena, a Fazenda São Geraldo abriga no limite de suas terras o Rio Sucuri. Cada rio em Bonito possui como principal característica a cristalinidade de suas águas, que se deve à presença do calcário, uma espécie de filtro natural que deposita as impurezas no fundo dos rios, tornando cristalinas as águas. Apesar deste ponto de identidade, cada rio possui uma característica diferente. Uns tendem mais ao verde, outros mais ao azul, uns são mais calmos, outros possuem mais correnteza. No entanto, cada um deles vale uma visita, senão você certamente voltará para casa com a sensação de que não conheceu tudo que deveria conhecer.

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Assim como na maioria dos casos, o Rio Sucuri é parte de uma propriedade privada que cuida de toda a preservação da área e a organização de passeios para receber os turistas. Por trás de uma aparentemente simples flutuação, há toda uma estrutura que envolve vistoria e manutenção de trilhas, manutenção de neoprenes, snorkels, coletes salva-vidas, barco de apoio, etc. Geralmente, nestas propriedades, são construídos receptivos, que envolvem uma estrutura de restaurante (onde os visitantes podem fazer suas refeições após os passeios), lojinha, área de distribuição de equipamentos, vestiário, redário etc.

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Sede do Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Refrescante. Imagem: Erik Pzado

Refrescante. Imagem: Erik Pzado

Além de toda a estrutura básica do receptivo, a Fazenda São Geraldo possui uma área de lazer com piscina, cadeirinhas, mesinhas, para quem queira apenas passar um dia e aproveitar o sol, sem necessariamente descer o rio, ou para aqueles que tenham interesse em passar um dia completo, aproveitando a piscina e a cristalinidade do Rio Sucuri.

De frente para o azul. Imagem: Erik Pzado

De frente para o azul. Imagem: Erik Pzado

Contemplativo. Imagem: Janaína Calaça

Contemplativo. Imagem: Janaína Calaça

  • Flutuação no Rio Sucuri, Bonito, MS

O grande atrativo do local, sem dúvidas, é a flutuação no Rio Sucuri. Apesar de toda a estrutura da sede ser muito bacana para passar o dia, deixar de fazer o passeio vai te dar arrependimento depois! Bom, para os que decidem fazer a flutuação (aêeeee!), é preciso assinar o seguro de vida antes do passeio (esse procedimento é de praxe para todo e qualquer passeio que envolva contato direto com a natureza) e passar área de distribuição de equipamentos. Todo o equipamento está incluso no valor do passeio e engloba um neoprene, uma bota de neoprene, um snorkel e um colete salva-vidas (o uso do colete no Rio Sucuri é obrigatório devido à correnteza). Depois de vestir o macacão, é hora de encontrar seu guia (é obrigatória a presença do guia) e seu grupo, pegar o carro de apoio e se dirigir para o início da trilha.

Trilha para o Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Durante a trilha para o Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Durante a trilha para o Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

A trilha para o Rio Sucuri é bem tranquila e relativamente curta. Não é permitido o uso de repelentes de mosquito e protetor solar (para não contaminar as águas do rio), mas o neoprene acaba protegendo bastante o corpo. Ao longo do percurso, o guia faz algumas paradas para mostrar alguns exemplares da flora regional e, quando damos sorte, ainda encontramos algum bichinho andando por aquelas bandas, principalmente aves.

Erik durante a trilha para o Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Janaína Calaça

Erik durante a trilha para o Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Janaína Calaça

Dando início à flutuação no Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Dando início à flutuação no Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Depois de percorrida a trilha, é hora de descer o rio. Como disse no início do post, o Rio Sucuri possui um pouco de correnteza. A própria descida da plataforma acaba sendo diferente. Aqui, você desce de barriga para baixo e segura o deck já dentro da água, para que o rio não te leve e você não acompanhe o grupo. Como é de praxe, todos saem juntos e o guia vem logo atrás, acompanhando todos em um barquinho de apoio. Como disse, cada rio possui uma particularidade. Um possui menos correnteza, outro mais. Um pede a presença do guia dentro d’água, no outro é mais seguro e mais rápido o guia acompanhar o grupo do barco.

Flutuando no azul. Imagem: Erik Pzado

Flutuando no azul. Imagem: Erik Pzado

Amarelin e azul. Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Amarelin e azul. Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Depois que o grupo todo está na água, é hora de descer o rio. De águas cristalinas e azuladas e abrigando cardumes de piraputangas principalmente, o Rio Sucuri é um acalento aos olhos cansados de concreto. Tive o privilégio de visitar Bonito duas vezes em menos de um ano e em ambas as vezes as experiências serviram como uma quebra importante na claustrofobia de viver em uma grande cidade. Sei que muitos curtem o turbilhão das grandes metrópoles, mas eu ainda prefiro o silêncio necessário para bater um papo comigo mesma. 🙂

Amarelin e azul. Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Amarelin e azul. Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

E o azul nos conduz. Imagem: Erik Pzado

E o azul nos conduz. Imagem: Erik Pzado

Por nadarmos a favor da correnteza, a flutuação no Rio Sucuri acaba não sendo cansativa, porque você acaba sendo levado pelas águas e aproveitando esta mamata para curtir a paisagem. Apesar de poder usar a correnteza a seu favor, lembre-se de usar os braços como um leme para você não acabar nas margens, em meio à vegetação! O rio também não é tão profundo, logo é preciso um pouco de atenção em trechos com troncos submersos e pedras. No mais, é só alegria, paz e peixinhos!

Erik durante a flutuação no Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Janaína Calaça

Erik durante a flutuação no Rio Sucuri, Bonito, MS. Imagem: Janaína Calaça

Cores e silêncio. Imagem: Erik Pzado

Cores e silêncio. Imagem: Erik Pzado

Se você não possui equipamento para fotografar a linda paisagem de cores que desponta durante a flutuação, calma! Não se desespere! Em toda a cidade, você pode perguntar nas agências ou nos hotéis, pousadas e albergues se há equipamento fotográfico subaquático para locação. A partir de R$ 35,00, você já consegue encontrar um bom equipamento digital (ao preço de uma câmera subaquática descartável), que te permite fotografar e filmar as paisagens. No mais, é aproveitar a exuberância do local e guardar esta experiência na memória. 😉

Peixe nadando contra a correnteza. Imagem: Erik Pzado

Peixe nadando contra a correnteza. Imagem: Erik Pzado

Erik entre o azul e o dourado. Imagem: Janaína Calaça

Erik entre o azul e o dourado. Imagem: Janaína Calaça

  • Sobre a fam trip a Bonito:

– Agradecimento especial aos nossos anfitriões: Bonito Web (especialmente a Carina Freitas), Bonito Hostel (Seu Luiz Octávio, Maria Laura Junqueira e a toda a equipe que nos acompanhou durante nossos dias de estadia).

Siga a trupe do Jeguiando no Twitter!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Um comentário

  1. Bonito realmente é maravilhoso! O Rio Sucuri então nem se fala!


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: