Caros jeguiantes, com o barateamento das passagens aéreas, o viajante tende a escolher viajar de avião (pela comodidade e rapidez) do que de ônibus ou outros meios de transporte terrestres, exceto quando a ideia é realmente por o pé na estrada e fazer uma viagem longa, com tempo e paradinhas em várias cidades ou quando a viagem é para destinos próximos. Nossa viagem a Bonito se deu pelo ar e por terra. Apesar de existir um voo direto de São Paulo para Bonito operado pela Trip, ainda assim, ficava mais barato pegar o voo de São Paulo para Campo Grande e depois conseguir uma van ou ônibus para o paraíso sul mato-grossense. Para nossa alegria, a Maria Laura Junqueira, nossa anfitriã, juntamente com seu pai, Luiz Octávio, do Bonito Hostel, conseguiram um carro para a gente chegar por terra em Bonito, que fica a 300 km de Campo Grande. E lá fomos nós na companhia do seu Samuel para nosso destino, que tivemos o privilégio de revisitar graças ao convite do Bonito Hostel e do Bonito Web.

  • De Campo Grande a Bonito – A estrada e as paisagens
Na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

Na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

O cerrado, aos poucos, aparece na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

O cerrado, aos poucos, aparece na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

Muitos dizem que o melhor da viagem é o caminho percorrido. Para uma pessoa ansiosa como eu, estar em um carro ou em um ônibus me desperta instintos de esquilos e guaxinins enlouquecidos. Se me soltarem, eu colo até no teto querendo sair, querendo que o destino chegue logo. Sou pior que o burrinho do Shrek pentelhando todo mundo para saber se a viagem já acabou. Não sei se gosto demais de Bonito, o certo é que na estrada eu (milagrosamente) fico calma e deixo as pessoas em paz. Talvez seja a estrada em si,  o que posso ver pela janela, e a certeza de que estou indo para um lugar onde me sinto bem e em paz.

O cerrado, aos poucos, aparece na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

O cerrado, aos poucos, aparece na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

Animais são avistados ao longe. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

Animais são avistados ao longe. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

Durante todo o percurso, é difícil não lembrar das aulas de geografia, quando eu era apenas uma menina e que cerrado era algo abstrato demais de entender, mesmo com as ilustrações dos livros. Ter diante de mim o cerrado, a vegetação rasteira, as poucas árvores que despontam de vez em quando na estrada, me faz lembrar destes tempos e de como é verdadeira a afirmação de que nada supera a experiência, nem mesmo a teoria. No percurso, além da vegetação, avistamos ao longe também vários animais (o que exige do motorista atenção, porque sempre alguns deles podem inventar de atravessar a pista). Bois, vacas, emas, lobinhos, tamanduás, capivaras, seriemas, alguns destes animais, com certeza, você avistará.

Animais são avistados ao longe. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

Animais são avistados ao longe. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

Jana Calaça e Erik Pzado na estrada rumo a Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

Jana Calaça e Erik Pzado na estrada rumo a Bonito, MS. Imagem: Erik Pzado

  • Paradas na estrada entre Campo Grande e Bonito: Sidrolândia ou Nioaque

Com 300 km separando Campo Grande de Bonito, são necessárias algumas paradas para esticar as pernas, tomar um café, ir ao banheiro e dar continuidade à viagem. Das duas vezes que visitamos o destino, em seu percurso há duas paradas que recomendo: uma em Sidrolândia e a outra em Nioaque (que acabou virando uma piada interna, quando a pessoa que vos fala, em um ataque de dislexia e de falta de noção, comentou no carro que era estranho uma cidade se chamar NHOQUE!). Piadas à parte, na ida fizemos uma parada em Sidrolândia na Padaria Ki Pão. Lá, você pode tomar um café e comer um salgado muito apreciado na região: a chipa, que parece uma ferradura (o Jegueton adorou) e tem um sabor parecido com o de pão de queijo.

Padaria Ki Pão, Sidrolândia, MS. Paradinha para uma chipa! Imagem: Erik Pzado

Padaria Ki Pão, Sidrolândia, MS. Paradinha para uma chipa! Imagem: Erik Pzado

Chipa para acompanhar o café. Padaria Ki Pão, Sidrolândia, MS. Imagem: Erik Pzado

Chipa para acompanhar o café. Padaria Ki Pão, Sidrolândia, MS. Imagem: Erik Pzado

Na volta, de Bonito para Campo Grande, fizemos uma parada em Nioaque, no Auto Posto Tuiuiu, onde você pode comer um pão de queijo, tomar um café e ainda comprar alguma lembrancinha de viagem: desde doces a artesanato. Acaba sendo uma opção para quem não teve tempo de passar em nenhuma lojinha em Bonito e quer levar algo para presentear a família e os amigos.

  • De volta à estrada: um lindo pôr do sol de presente
E o sol se põe na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

E o sol se põe na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

E o sol se põe na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

E o sol se põe na estrada. De Campo Grande a Bonito. Imagem: Erik Pzado

E o sol se escondia, para amanhã aparecer de novo. Imagem: Erik Pzado

E o sol se escondia, para amanhã aparecer de novo. Imagem: Erik Pzado

Depois da parada na estrada, retomamos a viagem. Tivemos a sorte de presenciar um espetáculo à parte em nosso percurso: um lindo pôr do sol na estrada. Seja em seu nascer ou em seu poente, o sol enfeita o céu com cores distintas, se confundindo às paisagens e as reconfigurando. Entre tons amarelados, alaranjados e vermelhos, a noite foi chegando e em pouco tempo era hora de descer do carro, largar as mochilas no Bonito Hostel e abraçar de vez esta cidade sonora, que me encanta todas as vezes que piso em suas calçadas ou em seu chão de terra.

Tons alaranjados e vermelhos tomam conta do céu. Imagem: Erik Pzado

Tons alaranjados e vermelhos tomam conta do céu. Imagem: Erik Pzado

Tons alaranjados e vermelhos tomam conta do céu. Imagem: Erik Pzado

Tons alaranjados e vermelhos tomam conta do céu. Imagem: Erik Pzado

Contrastes. Um espetáculo para os olhos. Imagem: Erik Pzado

Contrastes. Um espetáculo para os olhos. Imagem: Erik Pzado

  • Outras informações

Distância entre Campo Grande e Bonito: 300 km

Como chegar em Bonito partindo de Campo Grande: Locação de carro ou através de vans ou ônibus.

Paradas na estrada: Sidrolândia (Padaria Ki Pão) ou em Nioaque (Auto Posto Tuiuiu)

  • Sobre a fam trip a Bonito:

– Agradecimento especial aos nossos anfitriões: Bonito Web e do Bonito Hostel

– Agradecimento ao Seu Samuel pela carona!

Siga a trupe do Jeguiando no Twitter!

Compartilhe...
  • 70
    Shares
    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

6 Comentários

  1. Linda as fotos do por do sol! 🙂

  2. Isabel Lusis disse:

    Olá, Erik! Bem legais as fotos e as dicas. Vc recomenda a ida de carro, de Campo Grande a Bonito? Levou quantas horas? A estrada está em bom estado?
    Obrigada!

    • Erik PZado disse:

      Oi Isabel. Sim, não e talvez.
      SIM
      Uma das coisas que mais me dão prazer durante uma viagem é a experiência de observar detalhes. Indo de carro e com tempo é possível curtir uma paisagem bem legal e interessante. Dá gosto ver toda a vegetação do caminho, as eventuais aparições de animais como lobinhos, emas, siriemas e até as raras araras azuis. A estrada em nossa última viagem estava um tapetão, zero dor de cabeça. O percurso total levou pouco mais de 4 horas, contemplando 2 paradas rápidas.

      TALVEZ
      É necessário atenção, principalmente para viagens durante a madrugada já que há grande possibilidade de encontrarem um bicho cruzando a pista. Sugiro fazer o percurso no período diurno assim ainda dá pra aproveitar e fotografar algumas cidades do meio do caminho. 😀 Mas novamente reforço, é meu gosto pessoal.

      NÃO
      Se vcs não curtirem mesmo roadtrip e a liberdade associada, aposte no voo semanal direto para Bonito 😀

  3. Ticiane disse:

    Bom dia. Estou pensando em alugar um carro para ir de Campo Grande a Bonito. Na sua opinião, um carro 1.0 daria conta do recado? Tem muita subida/descida? Por qual estrada você recomenda?

    • Erik PZado disse:

      Carros de maior porte são mais interessantes por conta de eventuais encontros com animais na pista. Via de regra não há grandes desafios para carros 1.0 por lá. Prefira dirigir durante o dia.


Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: