Eu já havia espalhado em meu Twitter que estava de partida para Montevidéu, capital do Uruguai, bem como desabafei com meus seguidores todo o martírio para chegar.

Havia comprado uma passagem pela TAM (era a mais barata), porém o vôo seria operado pela Pluna, o que pra mim seria uma coisa boa, pois vejo críticas boas sobre a companhia Uruguaia, além do fato de eu não gostar muito da TAM como cheguei a relatar na série comparativa entre ela e a Gol.

Mas vamos ao que interessa: ontem, dia 6, seria o dia que eu embarcaria rumo a terras Uruguaias, com horário de saída do vôo previsto para as 9:00 da manhã, chegando as 11:40. Chego em GRU por volta das 7:00, ou seja, 2 horas antes da decolagem, dentro de um prazo aceitável para vôos internacionais.

Fila do check-in da TAM. Tá vendo o pontinho velho ali na frente? É o balcão!

Fila do check-in da TAM. Tá vendo o pontinho velho ali na frente? É o balcão!

Eu precisava fazer o check-in, pois sabe-se lá por qual motivo o web check-in da TAM não funcionava para meu bilhete, bem como os terminais de auto-atendimento. Minha única opção era enfrentar a fila do check-in internacional. Estava absurdamente grande, apesar de já ter visto pior, essa pelo menos não dava a volta, ficava só até a asa C mesmo. Como quem iria fazer o vôo era a Pluna, perguntei a um funcionário TAM se poderia fazer o check-in diretamente com eles. Resposta: não, pois o bilhete é TAM e o check-in teria que ser feito por lá mesmo. Fazer o que, né? Fui pro fim da fila e esperei minha vez pacientemente.

Meia hora depois, a fila não tinha andado nem 1/4 do seu estado original e eu começava a me preocupar com o horário. Até tirei uma foto com o celular, é a primeira do post! 😛

De tempos em tempos eu perguntava para os funcionários TAM se realmente não poderia fazer o check-in na Pluna, e a resposta era sempre a mesma: bilhete TAM, check-in TAM!

Passagem na mão! Vou embarcar no horário negão!
Passagem na mão! Vou embarcar no horário negão!

Fui chegando mais ou menos próximo ao balcão de check-in, mais ou menos no sentido de identificar se o atendente era homem ou mulher. Cheguei a um ponto que era possível ver o painel de vôos da Infraero e meu vôo já indicava embarque imediato.

Consultei novamente um funcionário e o mesmo teve a audácia de dizer que o vôo estava atrasado! Claro que não era verdade. Enfim o horário do vôo se aproximava mais ainda, até que resolveram dar prioridade aos passageiros para Montevidéu. Pensei: “Até que enfim, espero que a Pluna seja solidária e espere quem sofreu com a cagada da TAM.”

Minha vez de fazer o check-in, a atendente olha pro meu e-ticket e diz: “Sr. seu vôo é Pluna, o check-in teria que ser feito por eles, porém o vôo já está na última chamada!”

Claro que minha reação foi ficar puto com aquilo, não só eu como Paula, que estava me acompanhando e me acalmando até então. TODOS OS FUNCIONÁRIOS DA TAM DISSERAM QUE O CHECK-IN ERA ALI MESMO.

Repito: TODOS OS FUNCIONÁRIOS DA TAM DISSERAM QUE O CHECK-IN ERA ALI MESMO.

Eba! Vamos todos para Montevidéu!
Eba! Vamos todos para Montevidéu!

Percebendo a cagada disseram que iriam me colocar em outro vôo, com saída as 9:15, da própria TAM. Esse sim era o vôo que estava atrasado. Porém, sempre tem um porém, eu só poderia ir nesse vôo caso houvesse disponibilidade de assento.

Ainda bem que tinha lugar disponível e consegui fazer o check-in. Saí correndo para o embarque internacional que felizmente estava bem tranquilo. Raio-x, verificação de passaporte, essas coisas, não levaram mais do que 5 minutos. Corri pra sala de embarque, que foi a piorzinha, aquela no terreo que você precisa pegar um ônibus até o avião. Chegaria em cima da hora, caso o vôo saisse no horário (9:15).

Praia de Pocitos, já em Montevidéu
Praia de Pocitos, já em Montevidéu

O embarque só começou as 11:30 e depois, já dentro do avião, ainda tive que esperar mais uns 40 minutos para decolar.

Galera pegando um bronze na praia de Pocitos.
Galera pegando um bronze na praia de Pocitos.

Pelo menos o vôo foi normal, sem percalços, chegando em Montevidéu por volta das 15:00. Pela Pluna eu chegaria as 11:40. A parte de imigração, bem como a alfandêga uruguaia são bem tranquilas e por volta das 16:00 eu já estava no hostel. Ainda deu tempo dar uma volta e conhecer a praia de Pocitos, que ilustrou o resto desse post. Em breve, voltamos com a programação regular, com posts sobre “Montebidêo”. 🙂

Siga a trupe do Jeguiando no Twitter!

Conheça nossa Fanpage!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

4 Comentários

  1. Ana Maria disse:

    ufaaaa! Encontrei uma vantagem para ser pobre e morar em Porto Alegre: sempre vou para o Uruguai de ônibus!!!!

  2. […] This post was mentioned on Twitter by Fabio Brito and jana_calaca, Jegueton. Jegueton said: Novo post: TAM #fail – ou Montevidéu, A via crucis para chegar http://bit.ly/7v53Hr (@tamairlines) […]

  3. Hugo disse:

    Já vi e presenciei casos bem piores… ainda acho que a TAM continua sendo a melhor cia nacional.
    Abs
    Hugo

  4. Eita falta de respeito!! TAM #fail!!!


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: