Restaurante Chino Central – Buenos Aires – Não vá!


Queridos leitores,

o Jeguiando sempre teve como foco indicar aos leitores os lugares mais bacanas e seguros para amarrar o seu jeguinho, ou seja, lugares que vocês possam ir tranquilamente, sem medo de errar, levando-se em conta os aspectos gerais. Hoje, no entanto, não escreverei sobre um lugar para indicá-lo, mas sim para abertamente dizer… Não amarre seu jeguinho por lá… Resumindo… Não vá!

Quando avistar essa fachada, não entre. Foto: Jeguiando
Quando avistar essa fachada, não entre. Imagem: Fábio Brito.

Além de indicarmos roteiros turísticos, sempre damos um jeito de conhecer restaurantes e bares nas viagens que fazemos, porque as pessoas sempre têm dúvidas de onde ir quando estão em uma cidade pela primeira vez. Buenos Aires é conhecida por suas carnes e empanadas, mas depois de alguns dias você não aguenta mais comer estes dois itens e sempre acaba buscando outras coisas. Foi por esse motivo que entramos neste restaurante, dedicado à gastronomia chinesa, o Chino Central, localizado na Rivadavia, Microcentro. Enquanto o garçom anotava nosso pedido, eu comecei a fotografar o local, porque havia gostado e inicialmente já pensava em indicá-lo.

Os restaurantes em Buenos Aires, todos que frequentei até agora, sempre servem um couvert antes das refeições. Alguns cobram pelo couvert, outros não, que varia de uma cestinha de pães a uma cestinha com outros itens. Como Fábio e eu estamos controlando a alimentação, avisamos ao garçom que recolhesse o couvert, porque não iríamos consumir em função do controle com a alimentação que citei. O garçom recolheu e nada disse.

Jantamos e, quando pedimos a conta, vimos que o couvert foi cobrado mesmo sem termos consumido. Quando questionamos ao garçom, ele disse que mesmo que não houvéssemos comido do couvert, teríamos que pagar da mesma forma. Questionei então citando todos os restaurantes que frequentei durante estes quase 20 dias. Uns não cobravam e os que cobravam, só o faziam quando o cliente realmente consumia algo da cestinha. Além de cobrar o triplo do que cobram normalmente nos restaurantes pelo couvert, o garçom teve o disparate de dizer que o mesmo engloba o prato, os copos e talheres, ou seja, que teríamos que pagar esta taxa para termos pratos limpos, talheres limpos e uma mesa onde pôr a comida. Enfim, uma falta de respeito profunda aos clientes, principalmente porque nada no restaurante indicava este tipo de “conduta”.

O restaurante, caso queiram enfrentar desrespeito e grosseria, fica localizado na Rivadavia, Av. 656 – Microcentro – Cidade de Buenos Aires. Acredito que um dos grandes problemas de alguns estabelecimentos é justamente a falta de clareza no seu serviço. O consumidor tem direito de ser informado da conduta do restaurante, para que surpresas desagradáveis não ocorram. E francamente… Cobrar por talheres, prato e mesa… Melhor que nos dessem a opção de comer com as mãos e no chão. Pelo menos teríamos direito de escolha.

Siga a trupe do Jeguiando no Twitter!

Conheça nossa Fanpage!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: