Bacalhau do Porto – Gastronomia portuguesa em São Paulo

Mal havia transposto a porta de entrada do Bacalhau do Porto e já ouvi os suaves, mas poderosos acordes de um fado entoado na voz da saudosa Amália Rodrigues, uma voz que sempre me emociona. Com Amália a cantar Portugal, as ruas de suas cidades, a saudade, o mar português, eu sabia que a noite já valeria pela boa música e por toda a relação afetiva que tenho com Portugal, mesmo não tendo pisado ainda em suas terras.

Portugal sempre povoou meu imaginário, seja por minha descendência portuguesa, seja por minhas escolhas profissionais. Durante minha graduação em Letras, dediquei anos de estudo à literatura portuguesa. Conheci a nação lusitana pelas linhas de Camões, Eça de Queirós, Florbela Espanca, Cesário Verde, Fernando Pessoa, Miguel Torga, José Saramago, entre tantos outros escritores portugueses, que até hoje têm espaço em minha estante de livros e, sobretudo, em meu coração dividido. E estudei muito ouvindo Amália Rodrigues, com o coração cheio de saudade de uma terra que só visitei em pensamento.

Quando recebi o convite para conhecer o Bacalhau do Porto, acessei todas essas lembranças que me ligavam a Portugal. E se as lembranças em relação a algo são positivas, obviamente as expectativas são grandes. O coração sempre espera soma, algo a acrescentar no hall das boas e acolhedoras recordações. Que bom que saí do restaurante com o coração em festa e embalado por Amália Rodrigues!

Vamos conhecer um pouco esse pedacinho de Portugal na capital paulista?

  • Bacalhau do Porto – Um pouco de sua história

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Inaugurado há mais de quarenta anos pelo casal Maria da Conceição e Sergio Emílio Quaglia (ela na cozinha, ele no salão), o Bacalhau do Porto iniciou sua história em uma casa de estilo castelinho, que comportava apenas 45 pessoas na Rudge Ramos, e com um cardápio enxuto, que contava apenas com cinco receitas de bacalhau. Com o sucesso da casa, o restaurante cresceu e mudou de endereço para o Ipiranga, onde se encontra instalado até os dias de hoje em uma casa maior, que comporta até duzentas pessoas, empregando cerca de vinte funcionários.

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

  • Bacalhau do Porto – A gastronomia

Depois de conhecermos brevemente a casa onde funciona o Bacalhau do Porto, de decoração simples, mas acolhedora, fomos conduzidos a uma mesa por Marina, uma atenciosa sergipana que trabalha há dez anos no restaurante atendendo ao salão.

Marina nos trouxe rapidamente o menu e logo começamos a explorar as opções presentes no cardápio, cujo destaque, sem dúvidas, fica por conta das preparações com o tradicional bacalhau. Decidimos, então, pedir algumas entradinhas, um prato principal mais leve e sobremesa.

Entradas

Alheira e entradinha. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Alheira e couvert. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Entradinha. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Couvert. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Como entradinhas, Erik e eu pedimos um couvert (R$ 9,90), que englobava uma cestinha de pães, tremoço, azeitonas pretas e verdes e batatinhas; Alheira de Mirandela (R$ 29,00); e o famoso bolinho de bacalhau da casa (R$ 9,70).

Menos famosa no Brasil do que o tradicional bolinho de bacalhau, a Alheira é um embutido (um tipo de chouriço) de origem trasmontana, que leva em sua preparação “peito de porco, carne de galinha, presunto cru e carne de boi, desfiados e misturados a pão e caldo, e temperado com alho, colorau, noz-moscada e pimenta do reino”. A primeira vez em que provei a alheira foi em um restaurante português (que, infelizmente, não existe mais) na cidade de Tiradentes e, desde então, tornei-me uma apreciadora do embutido.

No Bacalhau do Porto, a alheira é servida com purê de batatas e, apesar da imagem não dar conta do tamanho da porção, o embutido é bem servido. Como entrada, atende perfeitamente a duas pessoas.

Bolinho de bacalhau. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bolinho de bacalhau. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bolinho de bacalhau. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Bolinho de bacalhau. Bacalhau do Porto. São Paulo. Imagem: Erik Araújo

Depois de provarmos a alheira (que estava deliciosa), pedimos um bolinho de bacalhau. Como a porção da alheira era generosa e já havíamos mordiscado o couvert, pedimos apenas uma unidade do bolinho para experimentar.

O tradicional salgado português chegou à nossa mesa quentinho, com uma casquinha crocante por fora. Por dentro, o bolinho é bem recheado e temperado. Até para os que não são afeitos ao bacalhau, uma mordidinha vale a pena! 😀

Prato principal

Camarão à moda de Sagres. Bacalhau do Porto. Imagem: Erik Araújo

Camarão à moda de Sagres. Bacalhau do Porto. Imagem: Erik Araújo

Camarão à moda de Sagres. Bacalhau do Porto. Imagem: Erik Araújo

Camarão à moda de Sagres. Bacalhau do Porto. Imagem: Erik Araújo

Depois de passearmos pelas entradinhas, Erik e eu finalmente escolhemos o prato principal da noite: Camarão à moda de Sagres (R$ 89,70), para duas pessoas. Apesar de o bacalhau ser invariavelmente o carro-chefe da casa, decidimos provar algo que fugisse ao tradicional e que fosse leve, pois já havíamos exagerado nas entradinhas.

O Camarão à moda de Sagres é uma preparação que envolve camarões preparados em um molho de tomate bem equilibrado, acompanhado de talharim artesanal. A porção, servida em uma generosa travessa, serve perfeitamente duas pessoas com fome. Como havíamos, como citei anteriormente, exagerado nas entradinhas, levamos praticamente metade do prato principal para casa, porque não demos conta! 8)

Narciso. Bacalhau do Porto. Imagem: Erik Araújo

Narciso. Bacalhau do Porto. Imagem: Erik Araújo

Como estávamos em duas pessoas, mas queríamos conhecer um pouco mais do que é servido no Bacalhau do Porto, pedimos para fotografar um dos pratos tradicionais da casa: o Narciso, que leva bacalhau em postas, acebolado com páprica e batata à portuguesa (R$ 129,00) e serve até três pessoas.

No cardápio da casa, além das preparações com o tradicional bacalhau, há também pratos com trutas, salmão, abadejo, camarão, carnes e massas.

Sobremesas

Depois do prato principal, foi a vez de provarmos as sobremesas da casa, que vão dos tradicionais pastéis de Belém e de Santa Clara aos quindins. Erik e eu pegamos um de cada e dividimos entre nós. Todos estavam especialmente bons, mas o quindim, por ser meu doce preferido, ganhou meu coração e fechou a noite com chave de ouro. <3

Pastéis de Belém e quindins. Imagem: Janaína Calaça

Pastéis de Belém e quindins. Imagem: Janaína Calaça

Pastéis de Santa Clara. Imagem: Janaína Calaça

Pastéis de Santa Clara. Imagem: Janaína Calaça

  • Nossas impressões sobre o Bacalhau do Porto

O Bacalhau do Porto é um restaurante tradicional e familiar. As preparações, servidas em travessas fumegantes, lembram o aconchego da comida caseira. Apesar de apreciar também a comida empratada, valorizo a comida servida em travessas, que convida as pessoas, mesmo que silenciosamente, a partilhar a mesa e uma boa experiência.

Em relação aos preços dos pratos, levando-se em consideração que as preparações são bem servidas e atendem geralmente de duas a três pessoas, considero o preço médio por cabeça justo.

Um ponto sobre a casa que vale uma nota é que, mesmo tendo uma carta de vinhos considerável à disposição dos clientes, o restaurante permite que seus visitantes levem seus vinhos, sem que lhes sejam cobradas as rolhas (algo raro hoje em dia). Para mim, uma atitude simpática, que visa fidelizar visitantes e torná-los habitués.

O atendimento do Bacalhau do Porto é atencioso e simpático, o que para mim é fundamental. Destaco principalmente a simpatia e o acolhimento de Marina, que nos atendeu com alegria e presteza durante toda a noite. Obrigada, Marina. 🙂

Para quem busca um lugarzinho para apreciar um pouco da gastronomia portuguesa ou matar as saudades de Portugal, ouvindo fados, tomando vinho verde, mordiscando bolinhos de bacalhau e se deliciando com os pastéis de Belém e Santa Clara, o Bacalhau do Porto é uma boa opção. 🙂

Marina, que nos atendeu com toda sua simpatia. Imagem: Erik Araújo

Marina, que nos atendeu com toda sua simpatia. Imagem: Erik Araújo

  • Serviço

– Endereço: Rua Vergueiro, 8333 – São Paulo – SP.

– Tel.: 11 2063-6502

– Horário de funcionamento: Segunda 11h – 16h / De terça a sábado 11h – 22h / Domingo 11h – 17h.

– Plus: Estacionamento gratuito com manobristas.


O Jeguiando visitou o Bacalhau do Porto a convite da J M Comunicação e Marketing.

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

3 Comentários

  1. Buenas Dicas disse:

    Vontade de morder a foto desse bolinho de bacalhau.

  2. Beatriz disse:

    Ai que saudade medonha que me deu de Portugal vendo essas fotos… Mas o que mais gostei da terrinha lusitana foi de sardinhas com batatas ao murro, principalmente as que estão em Belém, perto do famoso pastel, huuuuum!
    Delícia de post!

    Beijinhos

    Bia

  3. Bruna Soares disse:

    Uau, com certeza vou experimentar! Há poucos restaurantes em São Paulo com o saborzinho verdadeiro de Portugal. Mas esse, só pelo couvert dá para ver que manteve mesmo a tradição!


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: