*Post patrocinado

As férias de julho chegaram e muita gente está se preparando para viajar ou já puseram o pé na estrada! Recentemente, publicamos no Jeguiando um post que traz um passo a passo sobre como renovar o passaporte (que não se trata de uma renovação em si, mas sim da confecção de um novo) para quem esteja planejando viajar para fora do país (principalmente para países que não fazem parte do Mercosul, onde é aceito o RG ou a Carteira de Motorista como documento de identificação). Hoje, falaremos também de um assunto tão importante quanto o passaporte para quem vai viajar para fora do Brasil: o seguro de viagem.

Na hora de por o pé na estrada, não esqueça do seguro de viagem. Imagem: Janaína Calaça

Na hora de por o pé na estrada, não esqueça do seguro de viagem. Imagem: Janaína Calaça

  • Por que preciso fazer um seguro viagem?

Hotéis e passeios reservados; passagens aéreas compradas; cartão de crédito internacional em mãos; uma quantia de dinheiro na moeda local já reservada; roupas e calçados adequados para a região, para onde você vai viajar, já separados na mala; farmácia montada. Seu check list aparentemente está completo. E o seguro de viagem? Quem já viajou para fora do país sem seguro, certamente, torceu muito para nada dar errado… Mas e se der?


Apesar de viajar ser uma quebra de rotina, não significa, no entanto, que o viajante torna-se imune a incidentes. Cair doente ou sofrer acidentes podem, sim, acontecer em uma viagem, assim como podem acontecer em nosso cotidiano. Além de doenças e acidentes, atrasos ou cancelamentos de voos ou perda de bagagem – fatos tão comuns – também fazem parte do hall dos probleminhas de quem viaja e não adianta pedir a proteção do anjo da guarda, porque ele pode também ter tirado férias assim como você.

  • Seguro de viagem é facultativo ou obrigatório para ingressar em alguns países?

Apesar de em muitos casos a escolha (e o risco) de viajar sem seguro cabe apenas ao viajante, em outras situações a contratação de um seguro deixa de ser facultativa e passa a ser obrigatória. 28 países da União Europeia (Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Chipre, República Checa, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Suécia e Suíça), por exemplo, exigem a contratação de um seguro com cobertura mínima de € 30.000, ou seja, sem seguro, você é barrado na imigração e pode correr o risco até de ser mandado de volta para o seu país de origem. Países como Cuba e Nova Zelândia também estão passando a adotar a obrigatoriedade do seguro.

esportes_radicais

  • Como utilizar o seguro de viagem?

Você viajou e algum incidente aconteceu (caiu doente, sofreu algum acidente, perdeu a bagagem, a mala quebrou etc.):

  1. Antes de qualquer coisa, leve consigo seu voucher impresso e o contrato de cobertura de sua assistência de viagem. Tenha sempre em mãos;
  2. Aconteceu algo? Ligue imediatamente para a central de atendimento do seu seguro. Os telefones de emergência constam no contratou ou até mesmo em seu voucher;
  3. Durante o atendimento, diga o número do seu voucher, indique o local onde você se encontra e em qual telefone poderão te localizar;
  4. Siga as instruções da Central de Atendimento. É importante seguir as soluções oferecidas pelo seu seguro antes de fazer qualquer gasto;
  5. Guarde toda a documentação médica e comprovantes de pagamento. Apresente os comprovantes que sejam aplicados os reembolsos correspondentes. Lembre-se que os pedidos de reembolso devem ser feitos no prazo de 30 dias corridos após o término do período de vigência do voucher.
  • Como posso contratar um seguro de viagem?

Assim como hoje é possível reservar hotéis, pousadas, hostels, passeios e comprar passagens aéreas on line, é possível também contratar um seguro de viagem sem sair de casa e sem depender de uma agência.

  • Como escolher um seguro de viagem?

Assist-med

Há várias opções de seguros de viagem. Várias mesmo! Há opções mais econômicas, há planos básicos, há planos top de linha etc. O importante é definir as suas prioridades. Já viajamos assegurados tanto com planos mais top de linha (e um pouco mais caros), tanto com planos mais econômicos – principalmente em viagens que sabíamos que iríamos gastar um pouco mais em terra.

Para quem busca opções mais econômicas em seguro de viagem, a Assist-med pratica uma das melhores tarifas do mercado. Com cinco anos de trajetória, a empresa, jovem e moderna, já cobre mais de 208 países, tendo mais de 400.000 prestadores em todo o mundo. Dentre alguns pontos de destaque cobertos pela seguradora, estão: fisioterapia (valor máximo de gastos com fisioterapia autorizado por médico indicado pela assistência); estrago na bagagem (cobertura para conserto ou reposição da bagagem, desde que esta tenha sofrido os danos desde o despacho na companhia aérea ao retorno ao beneficiário); repatriação administrativa (reembolso de gastos com remarcação ou compra de um novo bilhete aéreo, quando o beneficiário precisar antecipar seu retorno ou em caso de deportação do país de destino da viagem); concierge (durante a vigência do voucher, os titulares podem solicitar à Central Operacional WTA informações de eventos e atividades recreativas sobre o país de destino); garantia de regresso (garantia de bilhete aéreo para retorno ao aeroporto de origem); aluguel de notebook (reembolso de aluguel de notebook quando o beneficiário sofre o perda ou robo de seu computador) e proteção de compra (máximo valor de reembolso no caso de roubo ou dano das compras efetuadas pelo beneficiário). Para adquirir o seguro é só acessar http://www.assist-med.net.br/ e efetuar a compra.

Para conhecer um pouco mais da Assist-Med, acesse também sua página no Facebook: https://www.facebook.com/assistmedbr

Aguardem nossas próximas postagens sobre planejamento de viagens!

01

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Um comentário

  1. Diego Santos Ferreira disse:

    Gostaria de parabenizar a equipe de conteúdo pelo teor do artigo. Sempre contrato este tipo de cobertura para minhas viagens. (propaganda removida) Abraço!


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: