Quando alguém associa um cheiro, uma imagem, um som, um sabor a memórias passadas e estes elementos acabam por despertar sensações diversas, é dito que estamos acessando a nossa memória afetiva. Quando ouço falar de cuscuz, quando sinto seu cheiro pela casa, quando o coloco no prato com manteiga ou ovos fritos, não estou apenas diante de uma refeição, mas de um turbilhão de memórias afetivas despertadas pela imagem e pelo aroma deste prato, que era tão comum no meu cotidiano enquanto vivia em Salvador. O cuscuz simples, feito de milho, sem recheio, lembra o meu saudoso Nordeste, o café da manhã ou o jantar na casa de meus pais e as vozes de minha família. O cuscuz lembra meu pai, suas histórias e suas mãos amassando a farinha de milho com água e sal e a surpresa de encontrar, dentro do cuscuz já pronto, o queijo coalho que meu pai sempre adicionava à massa para deixá-la mais saborosa. O cuscuz, para mim, é saudade.

Cuscuz de 3 queijos. Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia.

Cuscuz 5 queijos (Cuscuz recheado com mussarela, coalho, provolone, gorgonzola e requeijão da terra). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Cuscuz de nata com carne seca. Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia.

Cuscuz Nata do Rancho (Cuscuz recheado com carne do sol desfiada e nata). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

O cuscuz, além de despertar a memória afetiva de muitos, como a minha, também faz parte de histórias de amor e de projetos que nasceram dessas histórias. Este é o caso de Hécio e Mari, o simpático e risonho casal responsável pelo adorável Rancho do Cuscuz, que tivemos a oportunidade de conhecer em nossa última viagem a Salvador. Hécio é potiguar, nascido em Natal (RN), e Mari é baiana de Alagoinhas. O amor que nasceu entre os dois fez Hécio deixar sua cidade e criar novas raízes em Salvador. No cotidiano do casal, o cuscuz, feito pelas mãos de Mari, sempre teve seu espaço, seja no café da manhã, seja no jantar ou, muitas vezes, para ser levado para o trabalho. Um dia, a questionaram por que não transformar esse prato em um negócio e assim o Rancho do Cuscuz nasceu. A proposta, no entanto, não era de servir apenas o cuscuz comum, cotidiano, mas transformar a simplicidade desse prato encontrado nas casas pobres ou ricas nordestinas, em uma verdadeira experiência gourmet.

Jegueton no paraíso do cuscuz! Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Jegueton no paraíso do cuscuz! Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Cuscuz Frango do Rancho (Cuscuz com frango desfiado e requeijão cremoso). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia.

Cuscuz Frango do Rancho (Cuscuz com frango desfiado e requeijão cremoso). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Como a grande maioria dos nordestinos, conhecidos pela sua receptividade e por gostar de conversar, o casal Hécio e Mari nos recebeu de braços abertos, no início de uma tarde de sábado, cheios de histórias para contar e com um incrível menu degustação de cuscuz, que muito me fez lembrar da tradição do Nordeste de sempre receber com fartura e alegria quem é visitante – independente da condição econômica. Mari foi quem preparou, com suas próprias mãos, todas os pratos envolvendo cuscuz naquela tarde, mostrando toda a atenção e dedicação que comumente dispensa aos seus clientes. 🙂

Café e cuscuz: sempre uma boa combinação! Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Janaína Calaça

Café e cuscuz: sempre uma boa combinação! Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Janaína Calaça

Camrão do Rancho (Cuscuz recheado com camarão ao molho de coco). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia

Camarão do Rancho (Cuscuz recheado com camarão ao molho de coco). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Cuscuz 5 queijos (Cuscuz recheado com mussarela, coalho, provolone, gorgonzola e requeijão da terra); Cuscuz Nata do Rancho (Cuscuz recheado com carne do sol desfiada e nata); Cuscuz Frango do Rancho (Cuscuz com frango desfiado e requeijão cremoso); Camarão do Rancho (Cuscuz recheado com camarão ao molho de coco); Rancho Baiano (Cuscuz salgado recheado com calabresa e pimenta) foram alguns dos pratos salgados, tendo como base o cuscuz, que foram feitos especialmente para a nossa trupe. Além das preparações salgadas (que são muitas), Mari também desenvolveu o cuscuz com recheio doce, cuja massa recebe açúcar. Dentre as preparações doces, provamos: o Cartola do Rancho (Cuscuz doce recheado com banana, mussarela e canela), inspirado em um doce típico no Nordeste; o Banana Doce do Rancho (Cuscuz doce recheado com banana prata e doce de leite) e o Petit do Rancho (Cuscuz recheado com chocolate e acompanhado com sorvete de creme ou milho verde) – o petit gateau feito de cuscuz!

Jegueton de olho no Cartola do Rancho (Cuscuz doce recheado com banana, mussarela e canela). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia.

Jegueton de olho no Cartola do Rancho (Cuscuz doce recheado com banana, mussarela e canela). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia.

Petit do Rancho (Cuscuz recheado com chocolate e acompanhado com sorvete de creme ou milho verde). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Petit do Rancho (Cuscuz recheado com chocolate e acompanhado com sorvete de creme ou milho verde). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Sempre abertos a experimentações, Mari diz que muitas das combinações que hoje compõem o cardápio da casa foram sugeridas por clientes. “Esse ingrediente pode ficar bom com aquele, que tal?”. Entre uma experimentação e outra, o certo é que o Rancho do Cuscuz, inaugurado em 1º de julho de 2011, já conta com um bom número de preparações, tendo o cuscuz como base, e um público fiel, que sempre procura o cantinho para matar as saudades deste prato tão atravessado de memórias, com tanta carga afetiva e cultural associadas.

Banana Doce do Rancho (Cuscuz doce recheado com banana prata e doce de leite). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Banana Doce do Rancho (Cuscuz doce recheado com banana prata e doce de leite). Rancho do Cuscuz, Salvador, Bahia. Imagem: Erik Pzado

Hécio e Mari, casal transformou a simplicidade do cuscuz em uma experiência gourmet. Imagem: Erik Pzado

Hécio e Mari, casal transformou a simplicidade do cuscuz em uma experiência gourmet. Imagem: Erik Pzado

Além de servir uma grande variedade de cuscuz, o Rancho do Cuscuz ainda serve massas, sanduíches, saladas, pratos com carnes, aves, camarão, shakes, tortas doces, tortas salgadas, doces, cafés, chás, entre outras preparações, sendo uma boa opção para a hora do café, almoço ou lanchinho da tarde. O atendimento é atencioso e com certeza vocês serão recebidos pelo calor e hospitalidade de um casal duplamente nordestino! Não deixem de visitar e conhecer também o jeguinho de estimação deles: o Fubá – mascote da casa! Uma graça!

Fubá, o mascote do Rancho do Cuscuz, e Jegueton, nosso mascote! Imagem: Erik Pzado

Fubá, o mascote do Rancho do Cuscuz, e Jegueton, nosso mascote! Imagem: Erik Pzado

  • Outras informações:

– Endereço: Rua Edístio Pondé, 353, loja 06 – Salvador – BA

– Tel: (71) 3015-9995

– Site oficial: Rancho do Cuscuz

– Horário de Funcionamento: 09 às 18:30.

Siga a trupe do Jeguiando no Twitter!

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Um comentário

  1. […] possível saborear o nosso cuscuz nordestino como uma infinidade de recheios fantásticos – o Rancho do Cuscuz. Sei também que em mês de São Cosme e Damião e de Santa Bárbara, se me chamarem para comer […]


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: