Virada Cultural – São Paulo


Pela primeira vez divulgaremos no Jeguiando um evento ao qual ainda não comparecemos e registramos com fotos, mas a causa é justa. Se você tem vontade de visitar São Paulo, acredito que esta é uma boa oportunidade de participar de 24 horas de eventos culturais, acontecendo simultaneamente na cidade. As opções na Virada Cultural, que chegou à sua 4ª edição, são múltiplas e dentre as muitas, acredito que você encontre algo que te agrada.

O evento, promovido pela Prefeitura de São Paulo em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura, acontecerá nos dias 26 e 27 de abril e terá seu início às 18 horas do sábado e só terminará 24 horas depois. O metrô funcionará durante essas 24 horas, sem interrupção, o que facilitará bastante o deslocamento. Você pode, por exemplo, ir a um show que acontecerá às 3:00 da manhã e haverá transporte seguro garantido.

Segundo o site da Virada, “os serviços terão seus horários extendidos. O Metrô funcionará por 24 horas ininterruptas e parte do trânsito da região central será desviado, para maior conforto do público circulante. As linhas de ônibus serão circularizadas e a partir das 16h00 do sábado o Bilhete Amigão poderá ser utilizado”.

Programação sujeita a alterações. Fique ligado!

  • Teatro Municipal
    Na Virada Cultural de 2008, a exemplo do que ocorreu no ano passado, o Teatro Municipal de São Paulo abre suas portas para receber artistas de primeira linha da música popular que executam na íntegra, faixa a faixa, seus álbums mais significativos, clássicos do cancioneiro nacional, discos que marcaram época, como a gravação das canções de Paulo Vanzolini.
  • Palco São João
    O principal palco do evento foi deslocado e funcionará ao lado da Praça Júlio de Mesquita, também no Centro. Este ano, passa pelo palco uma combinação eclética de ritmos, idades, climas e tribos. A abertura ficará a cargo da cabo-verdiana Cesaria Evora. Diversos grandes nomes da música também marcam presença.
  • Instrumental Brasileiro
    Os participantes se sucedem improvisando juntos durante 24 horas. A cada tema executado, um músico deixa o palco e outro entra na roda, num único espetáculo ininterrupto de criatividade e brincadeira musical de grandes instrumentistas.
  • Boteco de Bambas
    Inspiração de um dos maiores clássicos de Adoniran Barbosa, o Viaduto Santa Efigênia se torna o reduto do samba na Virada Cultural 2008. As comunidades de samba de São Paulo recebem seus convidados para uma roda de bambas que vai durar 24 horas, sem interrupções, num palco especialmente desenhado para a ocasião. Ambientado no clima descontraído de um botequim, os sambistas do morro e do asfalto se encontram para uma apresentação inesquecível.
  • Baile do Arouche
    O público pode se preparar para uma seqüência de shows incríveis em um dos palcos mais interessantes de 2008. Nelson Ned, o legendário Roberto Luna, Laffayete e Os Tremendões, são alguns dos nomes que vão se apresentar no Largo do Arouche, revivendo grandes momentos da boêmia paulistana. Alguns discos clássicos serão também aqui executados na íntegra, como o primeiro de Maria Alcina e Alegria Alegria vol. 2 ou Quem Não Tem Swing Morre com a Boca Cheia de Formiga, de Wilson Simonal, interpretado por seu filho. Quem passar pela região a qualquer hora do dia ou da noite durante a Virada Cultural, vai poder curtir a nostalgia em grande estilo.
  • Baile de Bambas
    No final da Avenida Rio Branco, a Virada Cultural ganha uma harmoniosa mistura de ritmos em que o reggae e o arrasta-pé são os primeiros gêneros. A festa termina no domingo com a cantora Inezita Barroso encerrando o espetáculo com toda a riqueza dos ritmos regionais.
  • Roda de Capoeira 24h
    Nesta edição da Virada Cultural a Capoeira vai ter um lugar de destaque. Localizada no Largo do Paissandu, diante da Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos, uma roda de 24 horas ininterruptas homenageará os mestres da velha guarda da capoeira de São Paulo. Os mestres precursores realizarão a abertura e o encerramento desta grande roda de confraternização. Num encontro de gerações, haverá também a participação dos discípulos, os novos mestres que mantêm viva a expressão desta arte. Entremeando este encontro de grandes capoeiristas, haverá rodas abertas, das quais o público será convidado a participar.
  • Palco Vocacional Dança e Teatro
    A Secretaria Municipal de Cultura, por meio do Departamento de Expansão Cultural – DEC,traz pela primeira vez ao público, na 4º Virada Cultural, a criação de um “espaço-palco” destinado ao Núcleo Vocacional.O espaço será destinado a apresentações dos grupos e turmas que se formaram ou foram orientados pelos projeto do núcleo.
  • Palco de dança
    Como em todos os anos, o palco do Anhagabau apresenta grandes nomes da dança clássica e contemporânea durante 24 horas de arte expressa através do movimento. Nesta edição da Virada, em memória de Umberto da Silva, será concretizado o trabalho de unificar o palco da dança ao Vale e à geografia do centro, segundo o espírito de integração e improviso do evento. Veja também a programação dos Palcos Alternativos de Dança.
  • Piano na Praça
    Desde a primeira edição da Virada Cultural acontece o projeto Piano na Praça e sua conhecida programação na Praça Dom José Gaspar, que se transformou em um projeto permanente da Secretaria Municipal de Cultura, trazendo para o público grandes pianistas como João Donato, Francis Hime, entre outros. Nesta edição, os amantes do piano e aqueles que passam pela Praça poderão apreciar o som de pianistas emergentes no cenário musical, a participação de Zé Celso e de consagrados nomes.
  • Rock República
    Neste ano, o tradicional Palco do Rock ganhou mais diversidade e promete agradar a todos os fãs do velho e bom Rock’n’Roll. Do progressivo de O Terço e Casa das Máquinas à versatilidade de Arnaldo Antunes e Lobão, do bom humor do Ultraje a Rigor, que executa na íntegra seu clássico disco “Nós Vamos Invadir Sua Praia”, às bandas Volcano e Korzus, passando pela lenda viva do Metal, Paul Di’Anno, que interpretará seu histórico Killers da época em que fazia parte do Iron Maiden.
  • Canja Rock-Blues
    O palco recebe, sem intervalos, alguns dos músicos mais atuantes da cena paulistana em uma descontraída jam session. Assim, reencontros e encontros de diversos grupos e bandas, atuais e históricas, se sucederão por 24 horas ininterruptas.
  • Festivais Independentes
    O tradicional Pateo do Colégio vai receber um público bem diferente daquele ao qual está acostumado. Por meio de uma parceria da Secretaria Municipal de Cultura com a Associação Brasileira de Festivais Independentes, 30 bandas vindas de todos os pontos do Brasil, escolhidas pelos respectivos festivais independentes, irão mostrar durante a Virada sua força e criatividade que extrapolam a música e ganham o status de estilo de vida.
  • Maratona de Rua
    Por entre a multidão e os grandes palcos de atrações musicais, durante as 24 horas do evento, diversos artistas se apresentam sucessivamente pela rua, pelos edifícios, em trapézios, escadas, viadutos e becos com suas instalações e intervenções volantes, teatro de rua e circo, cortejos e apresentações de cultura popular e ainda a iluminação cênica do centro da cidade. Nessa maratona a cultura não vai se reunir em um picadeiro único, o centro todo será o palco para os mais variados artistas do circo tradicional e da arte contemporânea. O público passante será expectador de apresentações inusitadas e surpreendentes que podem acontecer ao lado, ao longe ou acima de suas cabeças.
  • Bloco da Virada
    Durante as 24 horas do evento diversos grupos percorrerão as ruas do centro como um bloco carnavalesco permanente, que irá embalar o público com marchinhas, maracatus e outros batuques.
  • Baile Chique
    Em constante circulação pelo centro da cidade de São Paulo no início da década de 80, os precursores do Hip-Hop paulista seguiam em busca de um local em que pudessem estabelecer um ponto de encontro definitivo. Nosso grande baile começa com os protagonistas desse reencontro.
  • Mercado Caipira
    Toda a riqueza da produção musical do interior do país estará representada em um palco que promete emocionar o público. O Mercado Municipal sediará um encontro de vozes dos principais nomes da música caipira. Na parte central do programa, o veterano Tinoco recebe, conta histórias e canta com duplas históricas, improvisando e costurando os espetáculos.
  • Palco das Meninas
    No começo da Av. Ipiranga estará o palco de novos nomes femininos do cenário musical. Essas meninas de idades, contextos e propostas diversas se unem para entreter o publico com seu repertório, cinturas e vozes.
  • Bailinho
    Um ônibus vira palco de aulas e shows de dança de salão e transforma a Rua Bento Freitas num autêntico baile.
  • Praça Roosevelt
    A Virada Cultural de 2008, expandida na geografia do centro, envolve em seu perímetro a praça Roosevelt e nela um complexo de artes. Com uma programação de 24 horas ininterruptas estarão abertas ao público as casas teatrais Parlapatões, Sátiros, Estúdio 184. Ao ar livre sobre a praça terá lugar uma mostra do projeto vocacional de teatro e dança.

  • Cinema na Virada
    A Sétima Arte também será parte integrante desta quarta edição da Virada Cultural. Através de parcerias da Secretaria Municipal de Cultura com alguns dos mais destacados festivais do Brasil, a Virada oferecerá ao espectador um leque diversificado de títulos e sessões de longas, curtas e curtíssimas metragens.

  • Centro Cultural São Paulo
  • O CCSP também participa da  4ª edição da Virada Cultural e contribui com sua atuação artística e cultural. O evento, que já se consolidou no calendário cultural da cidade, traz uma programação gratuita e diversificada com oficinas, dança, shows, teatro, etc. Destacamos a apresentação do grupo Demônios da Garoa, à 0h do dia 27, e uma aula-show, no mesmo dia às 11h , com José Miguel Wisnik e Arthur Nestrovski, entre outro.

A agitada vida noturna de São Paulo, característica marcante da cidade, se apresenta na transformação dos calçadões em uma única pista de celebração, com vários pontos de discotecagem e diversos DJs participantes. Muitas tendências estarão presentes,incluindo uma pista para a qual casas noturnas enviarão seus DJs residentes. Mas não é só: uma discotecagem será feita diretamente em diversos fones de ouvido, distribuídos ao público no local.


Adesões

Esses são os estabelecimentos que enviaram sua programação particular para ampliar o leque de atrações e locais da Virada:

(Fonte da Progamação: Virada Cultural)

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: