Bariloche (Parte VI) – Estação de esqui no Cerro Catedral


  • Cerro Catedral

Caros jeguiantes, partimos agora para a VI parte de nossa viagem a Bariloche, Argentina, a convite da Royal Holiday. Como sabem, fomos convidados novamente pela Royal para participar de mais um encontro de blogueiros de viagem, que sempre é uma experiência interessante, pela troca de informações e pela oportunidade de conhecer mais um dos 180 destinos no mundo oferecidos pela Royal Holiday aos viajantes. Nossa viagem, que aconteceu entre os dias 15 a 18 de setembro, foi pontuada de uma programação recheada de passeios agradáveis, em sua maioria ao ar livre. Esta foi uma viagem que se adequa bastante aos amantes de belas paisagens, de fotografia e principalmente de experiências sensoriais.

Base do Cerro Catedral. Bariloche, Argentina. Imagem: Erik Pzado.

Base do Cerro Catedral. Bariloche, Argentina. Imagem: Erik Pzado.

Hoje, o post é dedicado inteiramente ao Cerro Catedral, um dos maiores de Bariloche e onde funciona sua principal estação de esqui.  O Cerro Catedral leva este nome pela semelhança de seu cume às torres de catedrais no estilo gótico. O Cerro atrai, há 60 anos, a atenção da América do Sul pela sua estrutura e desenvolvimento em termos de estação de esqui.

Ah, a neve! Cerro Catedral, Bariloche, Argentina. Imagem: Erik Pzado.

Ah, a neve! Cerro Catedral, Bariloche, Argentina. Imagem: Erik Pzado.

O Cerro Catedral fica localizado a 19 km de Bariloche. Para chegar lá, você pode alugar um carro ou se unir às excursões, que conduzem vários viajantes ao local e que são oferecidas normalmente nos hotéis espalhados pela cidade. Muitas pessoas, pela comodidade, já contratam os passeios através de operadoras de turismo e já pagam um valor em que as atividades estão inclusas.

Arredores do Cerro Catedral. Bariloche, Argentina. Imagem: Erik Pzado.

Arredores do Cerro Catedral. Bariloche, Argentina. Imagem: Erik Pzado.

É muito comum agora ver por Bariloche vários grupos de estudantes brasileiros e argentinos também, que viajam para a cidade em comemoração ao fim do ensino médio, como uma espécie de presente de formatura do antigo 2º grau. Bariloche, que antes era uma cidade frequentada basicamente por gente endinheirada e acima dos 40, agora está atraindo também jovens e jovens adultos, com atividades oferecidas para todas as idades e gostos.

  • Atividades na estação de esqui do Cerro Catedral

Várias atividades são oferecidas na estação de esqui do Cerro Catedral. Esqui, snowboard , colapatín (uma espécie de esqui-bunda no gelo), trenó, parapente, trekking , alpinismo e mountain bike, entre outras.

Hogwarts? Não, são apenas estudantes brasileiros! Imagem: Erik Pzado.

Hogwarts? Não, são apenas estudantes brasileiros! Imagem: Erik Pzado.

Criança brincando de Colapatín na neve. É tipo um esqui-bunda no freezer! Imagem: Erik Pzado.

Criança brincando de Colapatín na neve. É tipo um esqui-bunda no freezer! Imagem: Erik Pzado.

Na base da estação de esqui, há várias lojas de aluguel não só de roupas especiais para a neve, como de locação também de equipamentos e contratação de aulas de esqui. Uma coisa é certa: nossos tênis encharcam na neve e nossa calça jeans quentinha não aguenta o tranco. As roupas especiais para neve são impermeáveis e os calçados são botas que permitem andar sobre a neve, sem encharcar ou congelar os dedos!

Estação de esqui. Imagem: Erik Pzado.

Estação de esqui. Imagem: Erik Pzado.

Os pequenos também esquiam! Imagem: Erik Pzado.

Os pequenos também esquiam! Imagem: Erik Pzado.

Ah, as pessoas com equílibrio e coordenação motora! Imagem: Erik Pzado.

Ah, as pessoas com equílibrio e coordenação motora! Imagem: Erik Pzado.

Para realizar alguma atividade, há os guichês onde são vendidos os passaportes para os passeios e para a realização de esportes na neve. Os guichês ficam na base do Cerro e as filas, dependendo da época do ano, costumam ser bem grandinhas!

  • Teleférico para o topo do Cerro Catedral
Para o alto e avanteeeeeeee! Imagem: Erik Pzado.

Para o alto e avanteeeeeeee! Imagem: Erik Pzado.

Para quem não se atreve a esquiar ou realizar qualquer outra atividade que envolva umas boas quedas e uma amaciada generosa de glúteos, há a opção de subir o Cerro Catedral através do teleférico, que custa, se não me falha a memória, 90 pesos por pessoa, ou o equivalente hoje a R$ 45,00, devido à desvalorização do peso argentino. Praticamente o valor que pagamos para subir o Pão de Açúcar no Rio de Janeiro.

Teleférico que leva os turistas ao topo do Cerro Catedral. Imagem: Erik Pzado.

Teleférico que leva os turistas ao topo do Cerro Catedral. Imagem: Erik Pzado.

O passeio só não é indicado, obviamente, a quem tem medo de altura. Subir até o topo do Cerro Catedral tendo palpitações, suadeiras e trimiliques definitivamente afasta-se da ideia de curtir e relaxar. Infelizmente, como saímos tarde de nosso almoço no Cerro, acabamos não conseguindo fazer o percurso ao topo através do teleférico. Mas fica para a próxima… Quem sabe!

  • Brincadeiras na neve

E eis que chegamos ao ponto alto deste post. Com todas as opções de atividades oferecidas, não podemos esquecer talvez da parte mais divertida desta visita à estação de esqui do Cerro Catedral. A neve! Ah, a neve! Para uma nordestina, acostumada a altas temperaturas, praias quentinhas e maiô com areia até o olho, brincar na neve era um sonho distante! Isso é o que dá assistir demais a filmes e desenhos animados de temática natalina! Toda aquela neve, todos aqueles bonecos com narizes de cenoura… Ah, a neve! Como eu queria um dia pisar naquele branco que imaginava ser fofinho, fazer uma bola bem grande e depois acertar no meio da testa de alguém! Sem precisar ir ao Silvio Santos para abrir as portas da esperança, realizei meu sonho e acertei o Erik no meio das orelhas!

Preparar... Apontar...

Fogo! Ops... Neve! Poft!

Posso afirmar que, para mim, foi o ponto alto do dia. Brincar com neve é democrático. Tá sem grana? Não esquenta. É divertido ver o povo rolando no gelo, escorregando, se “estabocando” no chão e ainda assim rindo! A neve não é fofa! Ela mais parece uma raspadinha de gelo, mas sem o suco de groselha… a não ser que alguém caia e quebre o nariz. Hehehe. Pisei na neve, fiz bolinha, acertei o Erik, o Jegueton e a Rubia e saí de lá realizada. Para certas alegrias, é preciso muito pouco. Não vou mais invejar os personagens dos filmes e desenhos natalinos, porque eu também já fiz das minhas! 😉

Rubita e a bola de neve indo em sua direção. Hehehehe. Imagem: Erik Pzado.

Rubita e a bola de neve indo em sua direção. Hehehehe. Imagem: Erik Pzado.

A primeira experiência e contato com a neve nunca é trivial. As pessoas em geral, adolescentes, adultos ou idosos (as crianças já curtem naturalmente esta farra), esquecem os protocolos e retornam à leveza e despreocupação da infância. Gosto de experiências como esta, que mexem com a ludicidade adormecida. Para quem se represa, visitar um lugar como estes é uma oportunidade de libertação. Lá, todos estão no mesmo barco. Todos estão longe de suas rotinas e querem aproveitar o que de melhor há na viagem: o poder se libertar da sisudez dos personagens que assumimos diariamente para nos entregarmos à leveza.

Jegueton fazendo "anjinho" na neve. #Picolédejegue. Imagem: Erik Pzado.

Jegueton fazendo "anjinho" na neve. #Picolédejegue. Imagem: Erik Pzado.

Bom, caros jeguiantes, seja para contemplar a paisagem patagônica do alto, chegando ao topo do Cerro Catedral, seja para praticar algum esporte na neve ou simplesmente brincar nela e com ela, vale a pena guardar uma parte de sua viagem, um dia ou parte dele, para visitar a estação de esqui do Cerro. Em sua base, há uma estrutura que dá ao visitante o conforto que precisa para aproveitar o dia: restaurantes, lanchonetes, lojas de souvenirs, de locação de roupas e equipamentos, chocolaterias, locutórios, entre outras comodidades. Espero que tenham gostado do post e que este relato ajude a estruturar melhor seu planejamento de viagem. Até a próxima!

Andrea, da Royal Holiday, Rubita, da Burson Marsteller, Jegueton, eu, Erik Pzado e Mari Campos. #Picolédeblogueiros.

Andrea, da Royal Holiday, Rubita, da Burson Marsteller, Jegueton, eu, Erik Pzado e Mari Campos. #Picolédeblogueiros.

Observações importantes: Por ser uma viagem internacional, é aconselhável fazer um seguro de viagem. Viajou para longe de casa, não deixe de fazer um seguro!

Siga-nos no Twitter!

#Bariloche

#RoyalHoliday

#Encontrodeblogueiros

#Blogueirosdeviagem

    *Aviso: Todo o conteúdo do Jeguiando.com está protegido pela LEI DO DIREITO AUTORAL, Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998. Portanto é proibida qualquer reprodução ou divulgação das imagens, com fins comerciais ou não, em qualquer meio de comunicação, inclusive na WEB, sem prévia consulta e aprovação.     **Comentários ofensivos serão deletados.  

6 Comentários

  1. […] This post was mentioned on Twitter by Erik PZado Araujo, Erik PZado Araujo, Erik PZado Araujo, jana_calaca, Jegueton and others. Jegueton said: Neve, #Bariloche, guerra de bola de neve, Cerro Catedral! Hj, no Jeguiando. http://bit.ly/ajHTY2 #RoyalHoliday #Encontrodeblogueiros […]

  2. Mari Campos disse:

    Eita, belíssimas fotos, hein? Até colapatín e as crianças de Hogwarts apareceram! 😉

  3. Gabriel Rodrigues disse:

    Só tenho que falar uma coisa: vocês escrevem muito bem. Fiquei admirado com a maneira que você, Janaína, fala com seus leitores; uma intimidade tão grande que só nos resta admirar. Agradeço por essas dicas excelentes e, definitivamente, vou segui-las. Estou muito ancioso para ir para Bariloche. Ahh, e um pedido de um super fã: por favor, não desista desse blog, pois ele é fantástico. Grande abraço, Gabriel!

    • Gabriel, muito, muito obrigada mesmo pela força! 🙂 Fico realmente feliz em saber que nossas dicas estão sendo úteis para as pessoas e que as deixam mais seguras para encarar um destino novo! 🙂

      Um grande e forte abraço,

      Jana.

  4. Gabriel Rodrigues disse:

    Janaína, pode me passar algum contato seu? Facebook ou e-mail. Tenho algumas dúvida que sei que você e sua equipe podem me ajudar. Irei à Bariloche provavelmente no mês que vem e tô um pouco ancioso demais, mas creio que é normal. Obrigado!


Anuncie no Jeguiando! 8 anos de viagens! Lojinha_do_Jeguiando

Pesquisar

  Expedição Jeguiando Across Canada - Atravessando o Canadá nos trens da Via Rail  

Destinos visitados pelo Jeguiando

    alemanha bariloche2 Canadá patagonia_chilena3 França Alagoas_topo Bahia recife Mato_Grosso_do_Sul Minas_Gerais Rio Sao_Paulo Paraná Porto_Alegre Santa_Catarina

Posts mais Populares

%d blogueiros gostam disto: